O PERCURSO DA SUSTENTABILIDADE DO DESENVOLVIMENTO: ASPECTOS HISTÓRICOS, POLÍTICOS E SOCIAIS

Sandro Haoxovell de Lira, Therezinha de Jesus Pinto Fraxe

Resumo


http://dx.doi.org/10.5902/2236130812618

O presente artigo objetiva realizar uma revisão teórica sobre os principais acontecimentos que culminaram na gênese da consciência ambiental no mundo moderno. Assim, faz um conciso resgate histórico e político das conferências intergovernamentais sob os auspícios da ONU desde 1970, passando pela Conferência de Estocolmo, Rio-92 e, por fim, a recente Rio+20. Além disso, aponta os principais entraves, desafios e contradições impostos à consecução da sustentabilidade como propósito planetário. A compreensão dos processos que culminaram no surgimento da problemática ambiental em nível global, a partir da historicidade da sustentabilidade, assim como as medidas adotadas para enfrentamento da crise socioambiental, representa um passo fundamental a todo pesquisador da área, a fim de se evitar enfoques imprecisos da questão. Trata-se de uma leitura necessária aos que adentram nas discussões sobre a sustentabilidade do desenvolvimento, quer nos níveis local, regional, nacional ou mundial. Entender criticamente os processos históricos, políticos e sociais da sustentabilidade possibilitará ultrapassar uma visão fragilizada, míope e equívoca na análise, abordagem e tratamento das mazelas socioambientais na modernidade.


Palavras-chave


Desenvolvimento sustentável. Consciência ambiental. Trajetória histórica. Degradação ambiental.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2236130812618

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.