Agrotóxicos: uma revisão de suas consequências para a saúde pública

Vivian Brusius Cassal, Letícia Fátima de Azevedo, Roger Prestes Ferreira, Danúbio Gonçalves da Silva, Rogers Silva Simão

Abstract


This study, by means of a review aimed, to report the dangers of indiscriminate use of pesticides and its impact on public health. Objective inspired precisely by the fact that Brazil is among the largest consumers of pesticides in the world and the social and environmental impact caused by the use of these disordered. Thus, know that the risks are not limited to a farmer, reach the springs of water, soil, air, animals, and may also foods marketed in the cities showed toxic waste. Part of agrochemicals has the ability to disperse in the environment, and the other part can accumulate in the human body, bringing various acute and chronic effects. Finally, throughout the world, the effects of environmental impacts are being perceived. In relation to public health, the ever-increasing use of these compounds has caused severe effects, whether acute or chronic, in many workers, especially from rural areas, while other sectors are also affected.


Keywords


Pesticides; Pollution; Health

References


ALMEIDA, V. S; CARNEIRO, F. F; VILELA, N. J. Agrotóxicos em Hortaliças: Segurança Alimentar e Nutricional riscos socioambientais e políticas públicas para a promoção da saúde. Tempus Actas de Saúde Coletiva, v.4, p.84-99, 2009.

ABRASCO – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE SAÚDE COLETIVA. Disponível em: . Acesso em: 22 dez. 2013.

ALAVANJA, M. C. Characteristics of persons who self reported a high pesticide exposure event in the Agricultural Health Study. Environ Res., 80:180-186, 1999.

ANVISA. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Programa de Análise de Resíduo de Agrotóxico em Alimentos (PARA), dados da coleta e análise de alimentos de 2010. Brasília: ANVISA, 2011. Disponível em: . Acesso em: 21 de dez. 2011.

ANVISA. Agrotóxicos. Disponível em: . Acesso em: 08 jul. 2013.

ANVISA. 2011. Disponível em: < http:// www.portal.anvisa.gov.br>. Acesso em: 10 jul. 2013.

ANVISA; UFPR. Seminário de mercado de agrotóxico e regulação. Brasília: ANVISA. Acesso em: 11 abr. 2013.

BHATT, M. H.; ELIAS, D. M. A.; MANKODI, B. S. et al. Acute and reversible parkinsonism

due to organophosphate pesticide intoxication. Neurology, 52: 1.467.

BRASIL, 2010. Ministério da Saúde. Protocolo de Atenção à Saúde dos Trabalhadores Expostos a Agrotóxicos. Disponível em: . Acesso em: 18 jul. 2013.

BRASIL, Decreto n.º 4.074 de 04 de janeiro de 2002. Regulamenta a Lei nº 7.802/89 (Lei Federal dos agrotóxicos). Brasília, Diário Oficial da União de 08/01/2002.

CAMPANHOLA, C.; BETTIOL, W. Panorama sobre o uso de agrotóxicos no Brasil. In: Ministério do Meio Ambiente (org.). Fórum Nacional de Secretários de Agricultura. Programa de Defesa Ambiental Rural – textos orientadores. 2002.

CARNEIRO,F.F.; ALMEIDA,V.E.S.e BRASIL é o país que mais usa agrotóxicos no mundo. Disponível em: . Acesso em : 17 nov. 2013.

CARNEIRO, F. F.; PIGNATI, W.; RIGOTTO, R. M. et al. Dossiê ABRASCO – Um alerta sobre os impactos dos agrotóxicos na saúde. Parte 1 - Agrotóxicos, Segurança Alimentar e Nutricional e Saúde. Rio de Janeiro: ABRASCO, 2012.

CIGANA,C. Uso de agrotóxicos no Rio Grande do Sul chega quase ao dobro da média nacional. Disponível em: . Acesso em: 26 nov. 2013.

COLOSSO, C.; TIRAMANI, M.; MARONI, M. Neurobehavioral effects of pesticides: state of theart. Neurotoxicology, 24, p.577-591, 2003.

DAMS, R. I. Pesticidas: usos e perigos à saúde e ao meio ambiente. 2006. Disponível em: . Acesso em: 08 jun. 2013.

DOSSIÊ ABRASCO (Associação Brasileira de Saúde Coletiva). Um alerta sobre os impactos dos Agrotóxicos na Saúde. Parte 1 - Agrotóxicos, Segurança Alimentar e Nutricional e Saúde. Disponível em: . Acesso em: 10 jul. 2013.

FARIA, N. M. X.; FACHINI, L. A.; FASSA, A. G.; TOMASI, E. Trabalho rural e intoxicações por agrotóxicos. Caderno de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v.20, n.5, p.1298-1308, 2004.

FAO – FAOSTAT. Data base Results. [on line]. Disponível em: < http://apps.fao.org>. Acesso em: 08 jul. 2013.

FILIZOLAH. F.; FERRACINI V. L., SANS L. M. A., et al. Monitoramento e avaliação de risco de contaminação por pesticidas em água superficial e subterrânea na região de Guairá. Pesquisa Agropecuária Brasileria. 37(5), p.659-667, 2002.

FRANK, A. L.; MCKNIGHT, R.; KIRKHORN, S. R.; GUNDERSON, P. Issues of agricultural safety and health.Annual Review of Public Health. Palo Alto, v. 25, p. 25-45, 2004.

IBAMA. Produtos agrotóxicos e afins comercializados em 2009 no Brasil. 2009. Disponível em: < http:// www.ibama.gov.br/qualidade - ambiental /wp content / files / Produtos _ Agrotoxicos

_Comercializados_Brasil_2009.pdf>.Acesso em: 17 jun. 2013.

IBGE – INSTITUTO BRASILEIRO DE ESTATÍSTICA E GEOGRAFIA. Censo agropecuário do Brasil. 2006. Disponível em: .Acesso em: 10 jun. 2013.

IBGE – INSTITUTO BRASILEIRO DE ESTATÍSTICA E GEOGRAFIA. Disponível em: .Acesso em: 10 set.. 2013.

JEPPSON, L. R.; KEIFER, H. H.; BAKER, E. W. Mites injurious to economic plants. Berkeley: UniversityofCalifornia Press, 614 p., 1975.

KEIFER M., MAHURIN R. Chronic neurological effects of pesticides overexposure. Occup. Med. 12: 291-304, 1997.

KOIFMAN, S.; HATAGIMA A. Disruptores endócrinos no ambiente: efeitos biológicos potenciais (Editorial). Revista Brasileira de Mastologia, 13 (1) p.9-11, 2003.

LEVIGARD, I. E.; ROZEMBERG, B. A interpretação dos profissionais de saúde acerca das queixas de “nervos” no meio rural: uma aproximação ao problema das intoxicações por agrotóxicos. Caderno de Saúde Pública, Rio de janeiro, v.20, n.6, p.1515-1524, 2004.

LUCHINI, L. C.; ANDRÉA, M. M. de. Dinâmica de agrotóxicos no ambiente. In: BRASIL. Ministério do Meio Ambiente (org.). Fórum Nacional de Secretários de Agricultura. Programa de Defesa Ambiental Rural – textos orientadores. 2002.

LUNDBERG, I., HOGBERG, M., MICHEISEN, H. et al. Effects of long term organophosphate exposure on neurologicalsymptoms, vibration sense and tremor among South African farmer workers. Occup. Environ. Med. 54: 343-350, 1997.

MARICONI, F.A.M. Inseticidas e seu Emprego no Combate às Pragas. Ed. Agron. Ceres. São Paulo, 607p., 1986.

MARTINS JUNIOR, O. P. A dinâmica dos agrotóxicos no meio ambiente. 2002. Disponível em: . Acesso em: 13 jul. 2013.

MARTINS, M. D., FERNANDES, C. S., VALENTE, J. T. Water contamination by pesticides. Case study: pesticides research in the Lower Cávado River Basin. In: WORLDWATER CONGRESS, 4, 2004, Marrakesh. [Anais eletrônicos...] Marrakesh: IWA, 2004. 1CD-ROM.

MENEZES, C. T. Método para priorização de ações de vigilância da presença de agrotóxicos em águas superficiais: um estudo em Minas Gerais. Dissertação de Mestrado. Universidade federal de Minas Gerais, 2006.117p.

MOREIRA, J. C.; JACOB, S. C.; PERES, F.; et al. Avaliaçãointegrada do impacto do uso de agrotóxicos sobre a saúde humana em comunidade agrícola deNova Friburgo, RJ. Ciência & Saúde Coletiva, v. 7, n. 2, 2002. p. 299-311.

OPAS/OMS - ORGANIZAÇÃO PAN-AMERICANA DA SAÚDE/ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE. Manual de vigilância da saúde de populações expostas a agrotóxicos. Brasília:1996. Disponível em: < http://www.opas.org.br/sistema/arquivos/livro2.pdf>. Acesso em: 06 jun. 2013.

ORTIZ, F. Um terço dos alimentos consumidos pelos brasileiros está contaminado por agrotóxicos. Disponível em: < http://www.noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias/redacao/2012/05/01/um-terco-dos-alimentos- consumidos- pelos- brasileiros- esta-contaminado-por-agrotoxicos.htm>. Acesso em: 20 dez. 2013.

PERES, F.; MOREIRA J. É veneno ou é remédio? Agrotóxicos, saúde e ambiente. Rio de Janeiro: Editora Fiocruz. 2003. 384 p.

PIRES, D. X.; CALDAS, E. D.; RECENA, M. C. P. Uso de agrotóxicos e suicídios no estado do Mato Grosso do Sul, Brasil. Caderno de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v.21, n.2, p.598-605, 2005.

PORTAL EDUCAÇÃO. 2008. Disponível em: . Acesso em: 21 dez. 2013.

SANTOS, S. L. Avaliação de parâmetros da imunidade celular em trabalhadores rurais expostos ocupacionalmente a agrotóxicos em Minas Gerais. Dissertação de Mestrado. Departamento de Bioquímica e Imunologia, Instituto de Ciências Biológicas, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte. 2003.

SINDAG - SINDICATO NACIONAL DAS INDÚSTRIAS DE DEFENSIVOS AGRÍCOLAS. Uso de defensivos é intensificado no Brasil. 2005. Disponível em: . Acesso em: 29 jun. 2013.

SINDAG - SINDICATO NACIONAL DAS INDÚSTRIAS DE DEFENSIVOS AGRÍCOLAS. Vendas de defensivos agrícolas são recordes e vão a US$ 8,5 bi em 2011. 2011. Disponível em: . Acesso em: 01 jul. 2013.

TADEO J. L., SÁNCHEZ-BRUNETE C., BEATRIZ A. B., et al. Analysis of pesticide residues in juice and beverages. Critical Rev. Analytical Chem. 34, p.121-131, 2004.

THEISEN, G. O mercado de agroquímicos. Disponível em: . Acesso em: 17 jun. 2013.




DOI: https://doi.org/10.5902/2236117012498



DEAR AUTHORS,

PLEASE, CHECK CAREFULLY BEFORE YOUR SUBMISSION:

- IF ALL AUTHORS "METADATA" (ORCID, LINK TO LATTES, SHORT BIOGRAPHY, AFFILIATION) WERE ADDED,

- THE CORRECT IDIOM YOUR SECTION,

- IF THE HIGHLIGHTS WERE ADDED,

- IF THE GRAPHIC ABSTRACTS WAS ADDED,

- IF THE REVIEWERS INDICATION WAS DONE,

- IF THE REFERENCES FORMAT ARE CORRECT(ABNT)

- IF THE RESOLUTION YOUR FIGURES (600 DPI) ARE SUITABLE

*******************************

PREZADOS AUTORES,

POR FAVOR, VERIFIQUE ATENTAMENTE ANTES DA SUBMISSÃO: 
- SE OS METADADOS (ORCID, LINK PRO LATTES, CURTA BIOGRAFIA E AFILIAÇÃO) DE "TODOS" OS AUTORES FORAM ADICIONADOS, 
- IDIOMA, 
- SE OS HIGHLIHTS FORAM ADICIONADOS, 
- SE O GRAPHICAL ABSTRACT FOI ADICIONADO, 
- SE A INDICAÇÃO DOS REVISORES FOI FEITA, 
- SE O FORMATO DAS REFERÊNCIAS ESTÁ ADEQUADO (ABNT) 
- SE A RESOLUÇÃO SUAS FIGURAS (600 DPI) ESTÁ ADEQUADA.

 

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

 

**************************************************

WE ARE ON FACEBOOK! (You are our guest!)

 

Digital Object Identifier (DOI): 10.5902/22361170

Contact: reget.ufsm@gmail.com

...................................................................................


Accesses since 19/06/2012

...................................................................................

Sponsors: