A VIEW ON THE EXPLORATION OF WASTE SERVICES FOR HEALTH COURSES OF HEALTH IN A UNIVERSITY COMMUNITY IN SOUTH BRAZIL

Adriani Maria Muller, Djalma Dias da Silveira, Elpidio Oscar Benitez Nara, Liane Mahlmann Kipper, Jorge André Ribas Moraes

Abstract


This research aims a management system Waste Health Services - RSS - courses for health care from a community college, based on guidance provided by the Brazilian legislation linked to the health sector, the Environmental Management System, established by ISO 14001, and application of two questionnaires: one for collecting data from the students and one for faculty and staff. The research was exploratory and descriptive approaches used to integrate qualitative and quantitative analysis. It was found that 94% of students are unaware of the legislation concerning RSS and that 82% of teachers and officials do not know the destination of the waste. Other survey results demonstrated the need for more extensive and consistent information regarding RSS, generated in practical classes and community service. The knowledge of both the students and the faculty and staff, is focused and specific to each situation, there is a gap in the legislation and management of RSS. After the results were compiled systematic suggestions about Waste Management of Health Services, generated in teaching, which is a set of actions aiming at the quality and efficiency of academic practices, emphasizing environmental education.

 


Keywords


Environmental Education, Environmental Policy Internal, Waste Management of Health Service.

References


ANDRADE, T. R.; SILVA, C. E.. Análise de sustentabilidade na gestão de resíduos sólidos na cidade: o caso de Paripiranga, Bahia, Brasil. Revista Ibero‐Americana de Ciências Ambientais, Aquidabã, v.2, n.1, p.59‐84, 2011.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS – ABNT NBR ISO 14001:

sistemas de gestão ambiental: requisitos com orientações para uso. Rio de Janeiro, 2004.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS – ABNT NBR 10004 – Resíduos Sólidos: classificação. Rio de Janeiro, 2004.

BAIERLE, J.L. Plano de Gerenciamento de Resíduos de Serviço de Saúde na Clínica de Odontologia da UNISC. Monografia (Graduação em Engenharia Ambiental) – Universidade de Santa Cruz do Sul. Santa Cruz do Sul, 2012.

BOLZAN, A. Z. e GRACIOLI, C. R. (2012), “Ações de Educação Ambiental na Escola Municipal de Ensino Fundamental João Pessoa - São Sepé, RS”, Revista Eletrônica em Gestão, Educação e Tecnologia Ambiental. Vol. 6, No. 6, pp. 1007 – 1014.

BRASIL. Ministério da Saúde. Manual de gerenciamento de resíduos de serviços de saúde. Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Brasília: Ministério da Saúde, 2006.

BRASIL. Resolução da Diretoria Colegiada – RDC n. 306/2004 da Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Dispõe sobre o Regulamento Técnico para o Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde, 2006.

CHEN, Y.; Li, P.J.; LUPI, C.; SUN, Y.Z.; DIANDOU, X.; QIAN F.; SHASHA, F. Sustainable management measures for healthcare waste in China, Waste Management , 29, 2009.

GOLEMAN, D. Inteligência ecológica: o impacto do que consumimos e as mudanças que podem melhorar o planeta. Tradução: Ana Beatriz Rodrigues. Rio de Janeiro: Elsevier, 2009.

IBGE. Pesquisa nacional de saneamento básico 2000. Rio de Janeiro: IBGE, 2002.

KIPPER, L. M.; MAHLMANN, C. M.; ALVES, G. RODRIGUEZ, A. L. WEISS, F. Gerenciamento de resíduos perigosos na universidade de Santa Cruz do Sul – RS. In: 23º CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA SANITÁRIA E AMBIENTAL, Anais. Campo Grande – MS, 2005.

LEFF, E. A complexidade ambiental. Tradução: Eliete Wolff. São Paulo: Cortez, 2003.

LIPPEL, M. Modelo de gerenciamento de resíduos sólidos de saúde para pequenos geradores - o caso de Blumenau/SC. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2003.

MANEIA, A.; CUZZUOL, V. and KROHLING, A. (2013), “A Educação Ambiental e a Responsabilidade Socioambiental nas Práticas Ambientais em Instituições de Ensino Superior no Brasil”, Revista Eletrônica em Gestão, Educação e Tecnologia Ambiental, Vol. 13, No. 13.

PELICIONI, M. C. F.Educação ambiental: evolução e conceitos. In: PHILIPPI JR, Arlindo (Editor). Saneamento, saúde e ambiente: fundamentos para um desenvolvimento sustentável. Baueri, SP: Manole, 2005.

RIVETTI, L. V.; SIMONATO, D. C.; COSTA, S. O.; FIGUEIREDO, R. A.. Análise documental e de percepção acerca da gestão de resíduos em um campus universitário (SP, Brasil). Revista Ibero‐Americana de Ciências Ambientais, Aquidabã, v.3, n.1, p.98‐111, 2012.

RODRIGUES, M. V. C. Ações para a qualidade: GEIQ, gestão integrada para a qualidade: padrão seis sigma, classe mundial. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2004.

SCHNEIDER, V. E. et al. Manual de gerenciamento de resíduos sólidos de serviços de saúde. 2. ed. rev. e ampl., Caxias do Sul, RS: Educs, 2004.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2236117010659



This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

 

**************************************************

WE ARE ON FACEBOOK! (You are our guest!)

 

Digital Object Identifier (DOI): 10.5902/22361170

Contact: reget.ufsm@gmail.com

...................................................................................


Accesses since 19/06/2012

...................................................................................

Sponsors: