Entrevista Prof. Dr. José Miguel Martins

Autores

  • José Miguel Quedi Martins
  • Tatiany Lukrafka

DOI:

https://doi.org/10.5902/2357797570612

Palavras-chave:

Entrevista, Martins

Resumo

Esta entrevista originalmente foi concedida por escrito à jornalista Tatiany Lukrafka, responsável pelo Portal da Faculdade de Ciências Econômicas da UFRGS. Ela se deu por ocasião da 4ª edição do Curso de Simulação de Combate e Blindados, realizado pela UFRGS e pelo Comando Militar do Sul (CMS), ainda em 2021. Mas, como tardei demais em responder, o momento de sua publicação acabou passando. Contudo, em função da crescente participação da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), e da proximidade da 5ª edição do curso, a realizar-se entre os dias 27/06 e 01/07/2022, entendeu o professor Dr. José Renato Ferraz da Silveira, Editor-chefe desta prestigiosa revista, ser oportuno que se efetue sua publicação, dado que seu conteúdo permanece atual. Importa esclarecer que, à exceção dos trabalhos do corpo discente, para os quais recorreu-se ao auxílio das bases de dados da UFRGS, as referências a personagens e eventos foram feitas de memória. Portanto, podem conter lacunas ou imprecisões. Ademais, trata-se da experiência pessoal do autor e de suas percepções sobre a vida vivida. De modo algum tem-se a pretensão de efetuar-se uma história institucional, quer do curso de graduação ou de pós-graduação em Relações Internacionais da UFRGS. A referência a pessoas, ou personalidades, tem como propósito prestar reconhecimento e homenagem – por este percurso, gratidão. De modo algum associá-las às concepções defendidas no conteúdo do texto. Estas são de responsabilidade exclusiva do autor. Portanto, tampouco podem representar as posições de órgãos da UFRGS e, muito menos, do Exército Brasileiro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Miguel Quedi Martins

José Miguel Quedi Martins é professor adjunto da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e doutor em Ciência Política pela mesma instituição. Anteriormente, foi professor de História na Faculdade Porto-Alegrense (FAPA), na graduação e pós-graduação. Possui mestrado em História pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) e especialização em Integração Regional e Mercosul pela UFRGS. É pesquisador do Instituto Sul-Americano de Política e Estratégia (ISAPE), do Núcleo de Estratégia e Relações Internacionais (NERINT-UFRGS) e do Grupo de Trabalho de Políticas de Defesa,Inteligência e Segurança do Centro Estudos Internacionais Sobre Governo (CEGOV/UFRGS), com ênfase nos temas Integração Regional, Conflitos Internacionais, Guerra Local e Digitalização.

Tatiany Lukrafka

Mestre Engenharia de Produção na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2018), com graduação em Comunicação Social - Jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2010) e tecnólogo em Sistemas para Internet no Instituto Federal de Educação, em andamento. Atua como jornalista na Secretaria de Comunicação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. 

Referências

BERTOL, Frederico Licks. Comando e controle no contexto da digitalização: um estudo com base em modelagem computacional. 2018. 90 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Programa de Pós-Graduação em Estudos Estratégicos Internacionais, Faculdade de Ciências Econômicas, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2018. Disponível em: https://lume.ufrgs.br/handle/10183/183283. Acesso em: 24 jun. 2021.

BRASIL. Estratégia Nacional de Defesa. Brasília: Ministério da Defesa, 2008. Disponível em: < https://www.gov.br/defesa/pt-br/arquivos/estado_e_defesa/END-PNDa_Optimized.pdf> Acesso em 21 de Junho de 2021.

BRASIL. Livro Branco de Defesa. Brasília: Ministério da Defesa, 2012. Disponível em: <https://www.gov.br/defesa/pt-br/arquivos/estado_e_defesa/livro_branco/livrobranco.pdf> Acesso em: 21 de Junho de 2021. p.68

BRASIL. Ministério da Defesa. Comando do Exército. Portaria – EME/C Ex Nº 275, de 11 de dezembro de 2020. Aprova a Diretriz de Iniciação do Projeto de Obtenção da Viatura Blindada de Combate de Cavalaria (EB20-D-08.004) e dá outras providências. Brasília. 2020.

BRASIL. Ministério da Defesa. Comando do Exército. Portaria nº EME/C Ex Nº 274, de 11 de dezembro de 2020. Aprova a Diretriz de Iniciação do Projeto de Modernização da Viatura Blindada de Reconhecimento EE-9 Cascavel e cria a equipe para a realização do Estudo de Viabilidade e elaboração da Proposta do Modelo de Obtenção para o Projeto (EB20-D- 04.003). Brasília. 2020.

CHECHELISKI, MARTINS, RODRIGUES. A transformação militar e o carro de combate: consequências para a tecnologia de emprego terrestre. Revista Conjuntura Austral: Porto Alegre, v.9,n.45,2018.p.14-27. Disponível em: < https://seer.ufrgs.br/ConjunturaAustral/article/view/71221/48660 > Acesso: 29 de Julho,2021.

ESQUIA, Jean-Pier. Indústria nacional de defesa: Oportunidades a partir da manutenção e da obtenção durante o ciclo de vida dos sistemas e materiais de emprego militar. Porto Alegre,: UFRGS, 2021. p.100

FLÔRES, Fabrício. O obuseiro autopropulsado M109A5+BR no Brasil: possíveis impactos doutrinários. 2020. 205 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Programa de Pós-Graduação em Estudos Estratégicos Internacionais, Faculdade de Ciências Econômicas, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2020. Disponível em: https://lume.ufrgs.br/handle/10183/209903. Acesso em: 24 jun. 2021.

FURTADO, Celso. A Pré-Revolução Brasileira. Rio de Janeiro, Editôra Fundo de Cultura, 1962.

LISBOA, Igor Deodoro Sousa. Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras (SISFRON): perspectivas para segurança na faixa de fronteira do paraná. 2020. 128 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Programa de Pós-Graduação em Estudos Estratégicos Internacionais, Faculdade de Ciências Econômicas, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2020. Disponível em: https://lume.ufrgs.br/handle/10183/209934. Acesso em: 24 jun. 2021.

MONTEIRO, Valeska Ferrazza. Carro de combate principal: estudo introdutório sobre sua origem e função. 2017. 116 f. TCC (Graduação) - Curso de Relações Internacionais, Departamento de Economia e Relações Internacionais, Faculdade de Ciências Econômicas, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2017. Disponível em: https://lume.ufrgs.br/handle/10183/187523. Acesso em: 24 jun. 2021.

MULLER, Gustavo G. Parceria Estratégica Brasil-França: Perspectiva para o Desenvolvimento de Blindados. Porto Alegre: UFRGS, 2009.

NUNES, Raul Cavedon. O Papel da Reestruturação da Marinha e da Indústria Naval na Política Externa e de Segurança do Brasil. Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), Faculdade de Ciências Econômicas (UFRGS). Porto Alegre, 2013. p.77

REMONDEAU, Camille Regina Jacqueline. Parceria estratégica Brasil – França: a construção do submarino nuclear brasileiro. 2014. 65 f. TCC (Graduação) - Curso de Relações Internacionais, Departamento de Economia e Relações Internacionais, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2014. Disponível em: https://lume.ufrgs.br/handle/10183/116318. Acesso em: 24 jun. 2021.

SALLES, Alexsandro Souza de. Consórcio público: instrumento de capacidade estatal. 2019. 150 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Programa de Pós-Graduação em Estudos Estratégicos Internacionais, Faculdade de Ciências Econômicas, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2019. Disponível em: https://lume.ufrgs.br/handle/10183/204673. Acesso em: 24 jun. 2021.

Seminário de Estudos Estratégicos 2018: Anais do evento. Porto Alegre: UFRGS, 2018. Disponível em: < http://www.ufrgs.br/eventos-estudosestrategicos/anais-do-evento-2018 > Acesso em: 24 de Junho de 2021.

Seminário de Estudos Estratégicos 2016: Anais do evento. Porto Alegre: UFRGS, 2016. Disponível em: < http://www.ufrgs.br/eventos-estudosestrategicos/anais-do-evento-2016 > Acesso em: 24 de Junho de 2021.

SIMIONATO DOS SANTOS, Guilherme Henrique. Projeção de força em zonas contestadas: o caso da china e a dinâmica securitária na Asia-Pacífico. 2015. 100 f. TCC (Graduação) - Curso de Relações Internacionais, Departamento de Economia e Relações Internacionais, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2015. Disponível em: https://lume.ufrgs.br/handle/10183/140486. Acesso em: 07 jul. 2021.

STEIL, B. ROCCA, B. It Takes More Than Money to Make a Marshall Plan. Council on Foreign Relations: Nova Iorque, 2018. Acesso em: < https://www.cfr.org/blog/it-takes-more-money-make-marshall-plan > Disponível em: 29 de Junho de 2021.

VISENTINI, Paulo Gilberto Fagundes; THUDIUM, Guilherme Paiva Stamm. A construção do pensamento em segurança e defesa na academia brasileira: estudo de caso da parceria entre o NERINT e o NEE/CMS. Coleção Meira Mattos, Rio de Janeiro, v. 13, n. 47, p. 29-44, jan. 2019. Escola de Comando e Estado-Maior do Exército. Disponível em:

Downloads

Publicado

2022-06-21

Como Citar

Quedi Martins, J. M., & Lukrafka, T. . (2022). Entrevista Prof. Dr. José Miguel Martins . Revista InterAção, 13(1), 8–24. https://doi.org/10.5902/2357797570612

Edição

Seção

Entrevista