Uma análise de História das Relações Internacionais: As estratégias adotadas pela Santa Sé na Segunda Guerra Mundial

Paula Antonia Henn, Marta Rosa Borin

Resumo


A história das relações internacionais tem assumido um lugar de importância na Nova História Política e nos atuais debates da disciplina. Juntamente com isso, um ator das relações internacionais que possui uma posição ímpar no cenário mundial é a Santa Sé, o instrumento responsável pelos assuntos políticos e temporais da Igreja Católica. Com o Tratado de Latrão firmado entre o Estado italiano e o Vaticano em 1929 a Igreja Católica passou a ser detentora de um território nacional condição esta que firmou sua situação de sujeito de direito internacional. Possuindo pouco território, a Igreja Católica influencia os católicos espalhados pelo mundo o que faz de seu representante um forte líder político que além de assegurar a expansão do credo, envolve-se no cenário internacional.O objetivo deste artigo é fazer uma breve análise sobre a história das relações internacionais da Santa Sé durante a Segunda Guerra Mundial, período esse em que o Pontífice Romano era o Papa Pio XII (Cardeal Pacelli). Aprofundar a essência diplomática desta instituição durante o Pontificado de Pio XII e traçar linhas de análise critica de suas ações e conceitos políticos. 


Palavras-chave


História das Relações Internacionais. Santa Sé. Segunda Guerra Mundial.

Texto completo:

PDF

Referências


BEHLEM, Agrícola. Os conceitos de política Estratégica.1981 Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-75901981000100001. Acesso em: 22 mai 2017

BLET, Pierre. Pio XII y la Segunda Guerra Mundial a partir de los archivos del Vaticano ,Paris: Perrin, 1997.

CARLETTI, Ana. O internacionalismo vaticano e a nova ordem mundial. Brasília : [s. n.], 2012.

DE SOUSA, Fernando. Dicionário de Relações Internacionais. Porto: CEPESE- Centro de Estudos da População, Economia e Sociedade, 2005.

DE SOUZA, Salmo. A Santa Sé e o Estado da Cidade do Vaticano: distinção e

Complementaridade. Revista da Faculdade de Direito da Universidade de São Paiulo. V. 100, 2005. Disponível em: < http://www.revistas.usp.br/rfdusp/article/view/67675> Acesso em: 25 de agosto de 2017.

DOSSE, François. A História em Migalhas: dos Annales à Nova História. Bauru: EDUSC, 2002

DESCHNER, Karlheinz. La Política de los Papas em el siglo XX. Com Dios y com los fascistas (1939-1995). Volumen II. Zaragoza:Yalde, 1995.

GODMAN, Peter. O Vaticano e Hitler. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

GOMES, Gonçalo S.C.A Política Externa e a diplomacia numa estratégia nacional. 1990. Disponível em:< http://comum.rcaap.pt/handle/10400.26/2669> Acesso em: 22 de agosto de 2017

GRIGULÉVICH, Iosif. El papado, siglo XX. Moscú: Editora Progreso, 1982.

KOSELLECK, Reinhartet. Futuro Passado: contibuição à semântica dos tempos históricos. Rio de Janeiro: Contraponto: Ed. PUC-Rio, 2006.

LEBEC, Eric. História Secreta da Diplomacia Vaticana. Petrópolis: Editora Vozes, 1999.

MARTINS, Estevão. História das Relações Internacionais. In: CARDOSO, Ciro (Org.). Novos Dominios da História. Rio de Janeiro: Elsevier,2011.

MONTENEGRO, Enrique. et. al. Tendencias Historiográficas Actuales: Historia Medieval, Moderna y Contemporânea. Madrid : Editorial Universitaria Ramón Areces, 2013

MOREIRA, Adriano. Teoria das relações internacionais. Coimbra: Livraria Almedina, 1996.

NYE, Joseph. Cooperação e Conflito nas Relações Internacionais. São Paulo: Editora Gente, 2009.

PIO XII. Mensagem Radiofônica: “Un’ora grave” aos governantes e aos povos no iminente perigo da guerra. 24 de agosto de 1939. Disponível em: http://w2.vatican.va/content/pius-xii/pt/speeches/1939/documents/hf_p-xii_spe_19390824_ora-grave.html>. Acesso em: 02 de maio de2017.

____. Carta Encíclica: Summi Pontificatus. 20 de outubro de 1939 Disponível: < https://w2.vatican.va/content/pius-xii/pt/encyclicals/documents/hf_p-xii_enc_20101939_summi-pontificatus.html> Acesso em: 02 de maio de 2017.

_____. Mensagem Radiofônica: Con Sempre Nuova Freschezza. 24 de dezembro de 1942. Disponível em: < https://w2.vatican.va/content/pius-xii/pt/speeches/1942/documents/hf_p-xii_spe_19421224_radiomessage-christmas.html> Acesso em: 13 de maio de 2017.

PORTILHO, Ana Claudia. O ator Santa Sé na Política Internacional moderna. 2011. Disponível em: Acesso em:12 jun 2016.

REIS, Bruno. A política externa do Vaticano de Bento XVI, 2007 . Disponível em: http:// janusonline.pt/2007/2007_4_3_9.html. Acesso em: 14 mai 2017

RÉMOND, René. Por que a história política? Revista Estudos Históricos. Rio de Janeiro, volume 7, número 13, p. 7-19.1994.

REPGEN, Konrad. La política estera dei papi nel período delle guerre mondiali. MILÃO: Jaca Book, 1995.

TOMÉ, Romina. A Diplomacia da Santa Sé: evolução e questões atuais. 2013, Dissertação Mestrado em Universidade de Évora, Évora, 2013.

TORNIELLI, Andrea. Pio XII- O Papa dos Judeus. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2002.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2357797529019

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista InterAção