DA COLONIZAÇÃO AO SÉCULO XXI: FRAGMENTOS GEOGRÁFICOS DA PAISAGEM NA BACIA SERGIPANA DO RIO VAZA BARRIS

Marcia Eliane Silva Carvalho, Paulo Heimar Souto

Resumo


Considerando que as paisagens são compostas por elementos naturais e antrópicos, fruto da produção pretérita e presente do espaço pela sociedade, este artigo tem como objetivo analisar a dinâmica da paisagem no recorte territorial da bacia sergipana do rio Vaza Barris, desde a colonização até os dias atuais, bem como visa identificar as unidades de paisagem e as pressões antrópicas nelas existentes. Para tal, foram realizados levantamentos de dados em fontes primárias e secundárias, demonstrando que a pecuária, a cana-de-açúcar e a cultura do algodão, em tempos pretéritos, e, na atualidade, a urbanização e a diversificação das atividades produtivas nos três setores da economia tem contribuído para mudanças significativas da paisagem local. Palavras-chave: Paisagem – Bacia Hidrográfica – Atividades Econômicas

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5902/223649947363

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Indexações e Bases Bibliográficas