Violência contra o docente em escola estadual de ensino médio em Leópolis, norte do Paraná

Pedro Henrique Carnevalli Fernandes, Patrícia Aparecida Albini Prado

Resumo


Este artigo aborda a violência no contexto escolar, especialmente contra o docente, e os movimentos de enfrentamento da violência contra os docentes em uma escola estadual de ensino médio em Leópolis, no Norte do Estado do Paraná. O objetivo principal consistiu em compreender a violência no ambiente escolar de uma escola estadual de ensino médio, a partir da percepção dos docentes, na pequena cidade de Leópolis, localizada no Norte Pioneiro do Estado do Paraná. A metodologia utilizada foi baseada em pesquisas bibliográficas, levantamento de dados secundários acerca do município e da escola e aplicação de questionário nos docentes da referida escola. Os resultados sinalizaram que os docentes sofrem, diariamente, com a violência no ambiente escolar. Além disso, como consequência, a violência tem causado síndromes e influenciando na saúde desses docentes, causando desânimo, pânico, depressão e até a desistência da profissão. Portanto, observou-se que as escolas de pequenas cidades como espaços seguros têm se tornado uma realidade cada vez mais nostálgica.


Texto completo:

HTML

Referências


ABRAMOVAY, M.; RUA, M. G. Violências nas escolas. 2. ed. Brasília: UNESCO, 2002.

CHARLOT, B. A violência na escola: como os sociólogos franceses abordam essa questão. Revista Sociologias, Porto Alegre/RS, n.8, jul./dez, 2002.

COSTA, C. R. C. A hora da Violência contra o Docente nas Escolas particulares de Minas Gerais: uma abordagem espacial exploratória. In: X ENANPEGE - Encontro Nacional da Associação Nacional de Pós-Graduação em Geografia, Campinas, 2013.

FERNANDES, Pedro Henrique Carnevalli. Um espectro ronda as pequenas cidades: o aumento da violência e da insegurança objetiva. 2017. 525 p. Tese (Doutorado) - Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Estadual de Maringá, Maringá (PR), 2017.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo Demográfico. 2010. Disponível em: acesso em: 3 mar. 2018.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Divisão Regional. 2008. Disponível em: acesso em: 10 mar. de 2018.

IPARDES, Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social. Cadernos municipais: Leópolis. Disponível em: acesso em: 30 abr. de 2018.

LEÓPOLIS, Prefeitura Municipal. Leópolis. 2018. Disponível em: acesso em: 30 abr. de 2018.

LOPES, C. S. A violência nas escolas de Maringá, Estado do Paraná. Acta Sci. Human Soc. Sci., Maringá, v. 30, n. 1, p. 35-44, 2008. Disponível em: < http://eduem.uem.br/ojs/index.php/ActaSciHumanSocSci/article/viewFile/2482/3306>. Acesso em: 04 mar de 2017.

LOPES, C. S. A violência no espaço escolar e a relação professor-aluno. UEM, Maringá. Dissertação de Mestrado (Mestrado em Educação). Universidade Estadual de Maringá, 2001.

LOPES C. S.; GASPARIN, J. L. Violência e conflitos na escola: desafios à prática docente. Acta Sci. Human Soc. Sci.,Maringá, v. 25, n. 2, p. 295-304, 2003.

MARRA, C. A. S. Violência escolar: um estudo de caso sobre a percepção dos atores escolares a respeito dos fenômenos de violência explícita e sua repercussão no cotidiano da escola. 2004. 227 f. Dissertação (mestrado) – Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2004.

PEREIRA, A. C. S; WILLIAMS, L. C. A. Reflexões sobre o conceito de violência escolar e a busca por uma definição abrangente. Laboratório de Análise e Prevenção da Violência: Temas em Psicologia - 2010 Vol. 18, no 1, 45 – 55 - Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), 2010.

PRIOTTO, E. P; BONETI, L. W. Violência Escolar: na escola, da escola e contra a escola. Rev. Diálogo Educ., Curitiba, v. 9, n. 26, p. 161-179, jan./abr. 2009.

ROSA, M. J. A. Violência no ambiente escolar: refletindo sobre as consequências para o processo ensino aprendizagem. Itabaiana: GEPIADDE, 2010.

SCHILLING, F. A sociedade da insegurança e a violência na escola. São Paulo: Moderna, 2004.

SILVA, R. C. S. Violência contra o professor: efeitos devastadores. 2010. Encontro de Formação de Professores da Universidade Trindade. Disponível em: Acesso: 03 mar. de 2017.

SOARES, M. B. Representações sociais de violência contra professores na escola. 2013. 179 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Pernambuco: UFPE, 2013.

SOARES, M. B; MACHADO, L. B. Violência contra o professor nas representações sociais de docentes. Revista Perspectiva, Florianópolis, v. 32, n. 1, 333-354, jan./abr. 2014. Disponível em: . Acesso em: 08 mar. 2017.

SOARES, M. B; MACHADO, L. B. Violência contra o Professor: sentidos compartilhados e práticas Docentes frente ao fenômeno. 36ª Reunião Nacional da ANPEd. Goiânia-GO. Disponível em: http://36reuniao.anped.org.br/pdfs_trabalhos_aprovados/gt20_trabalhos_pdfs/gt20_3139_texto.pdf. Acesso em: 08 mar. 2017

SODRÉ, C. M. O. Violência no espaço escolar. Revista Eventos Pedagógicos, v.3, n.2, p. 315 - 327, Maio - Jul.2012. Disponível em: http://sinop.unemat.br/projetos/revista/index.php/eventos/article/viewFile/665/484 . Acesso em: 08 mar. 2017

TEIXEIRA, M. C. S; PORTO, M. R. S. Imaginário do medo e cultura da violência na escola. Niterói: Intertexto, 2004.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2236499436314

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Indexações e Bases Bibliográficas