A educação e a racionalidade capitalista na atualidade: reflexões críticas de suas ideologias estruturantes

Juliar Souza Oliveira, Marcio Roberto Toledo

Resumo


O objetivo deste artigo é promover o debate e a reflexão sobre a educação no atual período do Capitalismo. Entender a importância da educação para a reprodução desse sistema econômico. Analisamos ainda, como os discursos da Globalização e do Neoliberalismo participam deste processo. Entendemos que os discursos do encolhimento dos Estados Nacionais, da livre circulação e integração do mundo, se mesclam e se articulam para propagar a lógica do capital em todas as esferas sociais e a escola se configura como um dos espaços estratégicos dessa difusão. Com esse debate, procuramos participar de um desafio histórico de pensarmos em uma outra educação, com novas perspectivas que possam superar as determinações estruturais do capital.

 

Palavras-chave: Educação; Capitalismo; Neoliberalismo; Globalização.

 

DOI: 10.5902/2236499412495

 


Texto completo:

PDF

Referências


ANDERSON, Perry. Balanço do neoliberalismo. SADER, Emir (Org.). Pós- neoliberalismo – As políticas sociais e o Estado democrático. Rio de Janeiro: Paz & Terra, 1995.

BAUMAN, Zygmunt .Globalização e as Conseqüências Humanas. Rio de Janeiro, Jorge Zahar Editor, 1999.

BOBBIO, N. “A era dos direitos”. In: BOBBIO, Norberto. A era dos direitos. Trad. Carlos Nelson Coutinho. Nova edição. Rio de Janeiro. Elsevier, 2004.

BRANDÃO, Carlos Rodrigues. O que é educação. São Paulo: Brasiliense, 2007.

DESROCHE, Henri. O Marxismo e as Religiões. Rio de Janeiro: Paz & Terra, 1968.

FOUCAULT, Michel. Vigiar e punir: nascimento da prisão. Petrópolis: Vozes, 1987.

GRAMSCI, Antônio. Apontamentos para uma introdução e um encaminhamento ao estudo da filosofia e da História da cultura. Cadernos do Cárcere. v. 1. 3ª ed. – Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2004.

HARVEY, David. Condição Pós- Moderna. 7ª ed. São Paulo: Loyola, 1989.

HARVEY, David. O enigma do capital: e as crises do capitalismo. São Paulo: Boitempo, 2011.

HOBBES Thomas. Leviatã ou Matéria, Forma e Poder de um Estado Eclesiástico e Civil. São Paulo: Martin Claret, 2005.

IANNI, Otávio. Globalização e neoliberalismo. São Paulo em Perspectiva. São Paulo: Fundação Seade, v.12, n.2, 1998, p. 27-32.

KURZ, Robert. O efeito colateral da educação fantasma. Primeira Versão, Ano VII, n. 217, v. XIX, 2007, p. 2-5.

LEFEBVRE, H. La Presencia Y La Ausencia. México D. F.: Fundo de Cultura Econômica, 1983.

LUKACS, G. Sociologia. São Paulo. Ática, 1987. Coleção Grandes Cientistas

Sociais.

MARX, Karl; ENGELS, Friedrich. Manifesto do partido comunista. 10ª ed. Petrópolis: Editora Vozes, 2000.

MÉSZÁRS, István. Educação para além do capital. São Paulo: Boitempo, 2005.

MORIN, Edgar. A cabeça bem-feita: repensar a reforma, reformar o pensamento. 8ª ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2003.

SANTOS Milton. A Natureza do Espaço: Técnica e Tempo, Razão e Emoção. 4ª ed. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2006.

SANTOS, Milton. Por uma outra globalização - do pensamento único à consciência universal. São Pauto: Record, 2000.

SANTOS, Milton. Técnica, Espaço, Tempo - Globalização e Meio Técnico-Científico informacional. São Paulo: Hucitec, 1996.

SWEEZY, Paul et al. A Transição do feudalismo para o Capitalismo. Rio de Janeiro, Paz & Terra, 1977.




DOI: https://doi.org/10.5902/2236499412495

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Indexações e Bases Bibliográficas