ÉMILE BENVENISTE: “O HOMEM NA LÍNGUA” ENTRE A LINGUÍSTICA, LITERATURA E A ANTROPOLOGIA – UMA REVISÃO INTEGRATIVA EM PESQUISAS NA PÓS-GRADUAÇÃO DO BRASIL

Lilian Castelo Branco de LIMA, Emanoel César Pires de ASSIS, Wemylla de Jesus ALMEIDA

Resumo


Este trabalho se dedica a fazer uma revisão integrativa da literatura em dissertações e teses que abordem as ideias de Émile Benveniste e identificar a quais programas de pós-graduação no Brasil elas são vinculadas. Com o objetivo de investigar a incidência com que as obras do autor serviram de fundamentação para as análises desenvolvidas por pesquisadores brasileiros e os diálogos estabelecidos para dar suporte aos estudos dos objetos de pesquisa. Para isso, utilizou-se dois bancos de dados: Catálogo de Teses e Dissertações da Capes  e a Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações.

Palavras-chave


Émile Benveniste; Teoria da Linguagem; Antropologia; Pesquisas no Brasil.

Texto completo:

PDF

Referências


BENVENISTE, Émile. Problemas de linguística geral II. Campinas: Pontes, 2006.

BOTELHO, Louise Lira Roedel; CUNHA, Cristiano Castro de Almeida; MACEDO, Marcelo. O método da revisão integrativa nos estudos organizacionais. Gestão e Sociedade, Belo Horizonte, v. 5, n. 11, p. 121-136, mai./ago. 2011.

ERCOLE, Flávia Falci; MELO, Laís Samara de; ALCOFORADO, Carla Lúcia Goulart Constant. Revisão Integrativa versus Revisão Sistemática. Rev Min Enferm. n. 18, v. 1, p. 1-260, jan./mar. 2014. Disponível em: . Acesso em: 21 fev. 2020.

FLORES, Valdir do Nascimento. As teorias enunciativas e a linguística no Brasil:

o lugar de Émile Benveniste. ANTARES, v. 8, n. 15, p. 2-14, jan./jun. 2016. Disponível em: . Acesso em: 15 fev. 2020.

FLORES, Valdir do Nascimento. Saussure e Benveniste no Brasil: quatro aulas na École Normale Supérieure. São Paulo: Parábola Editorial, 2017.

FLORES, Valdir do Nascimento. Notas para uma (re)leitura da teoria enunciativa de Émile Benveniste. In: TEIXEIRA, Marlene; FLORES, Valdir do Nascimento. O sentido na linguagem: uma homenagem à professora Leci Borges Barbisan. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2012. p. 395-417.

FLORES, Valdir do Nascimento; TEIXEIRA, Marlene. As perspectivas para o estudo das formas complexas do discurso: atualidades de Émile Benveniste. Revel, edição especial n. 7, p. 01-14, 2013. Disponível em: . Acesso em: 20 mai. 2020.

FLORES, Valdir do Nascimento et al. Dicionário da Linguística da Enunciação. São Paulo: Contexto, 2009.

KRUEL, Cristina Saling. O amadurecimento do bebê e a linguagem: uma leitura a partir de Winnicott e Benveniste. 2015. Tese (Doutorado em Distúrbio da Comunicação Humana) – Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2015.

LIMA, Eduardo Sales de. A face amável do deus terrível: uma hermenêutica do confronto a partir do imaginário bíblico. Orientador: Verner Hoefelmann. 2013. Dissertação (Mestrado Profissional em Teologia) – Escola Superior de Teologia, São Leopoldo - RS, 2013.

MATTOS, Camilla Oliveira. Sinais do tempo: construção de significados de tempo histórico em libras para alunos surdos em uma perspectiva de letramento em história. 2016. Dissertação (Mestrado Profissional em Ensino de História) – Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro/RJ, 2016.

OUDESTE, Cláudia Stumpf Toldo; FLORES, Valdir do Nascimento. Editorial. Revista Desenredo v. 14, n. 3, p. 360-363. 2018. Disponível em: . Acesso em: 15 fev. 2020.

PEREIRA JÚNIOR, Vicente Carlos. Escutar o tempo: um estudo sobre aquela vez de Samuel Beckett. 2008. Dissertação (Mestrado em Teatro) – Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2008.

PINHEIRO, Claudia Tereza. Análise dos manuais utilizados no Programa de tratamento do tabagismo. 2014. Dissertação (Mestrado em Informação e Comunicação em Saúde) - FIOCRUZ/RJ, 2014.

REIS, Maurício Sant'Anna dos. (Re) pensando a natureza jurídica do processo penal: para além da concepção de processo como relação jurídica, por meio da linguística. 2012. Dissertação (Mestrado em Ciências Criminais) – Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2012.

TEIXEIRA, Marlene. O estudo dos pronomes em Benveniste e o projeto de uma ciência geral

do homem. Revista Desenredo, v. 8, n. 1, p. 71-83, 2012. Disponível em:

. Acesso em: 15 jan. 2019.




DOI: https://doi.org/10.5902/2179219448258

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

ISSN Versão Impressa: 1519-9894
ISSN Versão Digital: 2179-2194
DOI 10.5902/21792194
Endereço Eletrônico: www.ufsm.br/fragmentum

Fragmentum possui caráter público e gratuito, dessa forma, NÃO são cobrados custos ou taxas para submissão, processamento, publicação e leitura dos artigos.

Todo o conteúdo do periódico Fragmentum está licenciado com uma Licença Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

REDES SOCIAIS
Página da Revista no Facebook