DA SENZALA AO CÁRCERE: CORPO E MATERNIDADE ÀS MARGENS DA HISTÓRIA

Aline Fernandes de Azevedo Bocchi

Resumo


Neste artigo, objetiva-se a compreensão de sentidos para o corpo e a maternidade da mulher negra, a partir de um trajeto de leitura situado no encontro entre memória e acontecimento, o qual permite vislumbrar a radicalidade da experiência do olhar. Para tanto, discute-se o estatuto desigual da condição de existência da mulher negra em gestos de análise discursiva da pintura, particularmente da tela Mãe preta, e de duas fotografia de babás e crianças representativas do Brasil oitocentista, articulando-as a uma postagem na rede social Facebook em que a maternidade nas prisões e penitenciárias brasileiras é tematizada.


Palavras-chave


corpo; maternidade; olhar; imagem; enquadramento.

Texto completo:

PDF

Referências


ALTHUSSER, Louis. Sobre a reprodução. Petrópolis: Vozes, 2008.

BALDINI, L. J. S.; CHAVES, T. V. Do visível ao nomeado: enquadramentos do humano. Trabalhos de Linguística Aplicada. Campinas, n (57.2): 799-820, mai./ago. 2018.

BALDINI, L. J. S.; ZOPPI-FONTANA, M. G. “A Análise do Discurso no Brasil”. Décalages: Vol.1, Iss.4, Art.22, 2014.

BARTHES, R. A câmara clara. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2015.

BUTLER, J. Quadros de guerra. Quando a vida é passível de luto? Trad. Sérgio Lamarão e Arnaldo Marques da Cunha. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2015.

FELMAN, Shoshana. O inconsciente jurídico. Julgamentos e traumas no século XX. Trad. Ariani Bueno Sudatti. São Paulo: EDIPRO, 2014.

FREYRE, G. Casa-grande e senzala. 19. ed. Rio de Janeiro: José Olympio Editora, 1978.

GADET, F.; PÊCHEUX, M. A língua inatingível. Campinas: Pontes, 2010.

HENRY, Paul. “Os fundamentos teóricos da ‘análise automática do discurso’ de Michel Pêcheux”.

In: GADET, François; HAK, Tony (orgs.) Por uma análise automática do discurso. Campinas:

Editora da Unicamp. 4°ed. 2010.

LAGAZZI, Suzy. “Paráfrase da imagem e cenas prototípicas: em torno da memória do equívoco”. In: FLORES, Giovanna; NECKEL, Nádia; GALLO, Solange. Análise de discurso em rede: cultura e mídia. Campinas: Pontes Editores, 2015, p. 177-189.

LÖFGREN, I. & GOUVÊA, P. (orgs) Mãe Preta. São Paulo: Frida Projetos Culturais, 2018.

MÃE Preta. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2019. Disponível em: . Acesso em: 26 de Jun. 2019. Verbete da Enciclopédia.

MAGALHÃES, E. K. C; GIACOMINI, S. M. “A escrava ama-de-leite: anjo ou demônio?” In: COSTA; BARROSO. Mulher, mulheres. São Paulo: Cortez/ Fundação Carlos Chagas, 1983.

MESTRICH, Q. “Fotografia e maternidade negra: vislumbrando uma autoridade para a maternidade negra. In: LÖFGREN, I. & GOUVÊA, P. (orgs) Mãe Preta. São Paulo: Frida Projetos Culturais, 2018.

ORLANDI, E. P. Terra à vista. Discurso do confronto: velho e novo mundo. Campinas: Editora da Unicamp, 1990.

ORLANDI, E. P. Discurso e texto: formulação e circulação dos sentidos. Campinas: Pontes, 2001.

ORLANDI, E. P. Interpretação: Autoria, leitura e efeitos do trabalho simbólico. 5. ed. Campinas (São Paulo): Pontes, 2007.

ORLANDI, E. P. Políticas Institucionais: a interpretação da delinquência. In: Bolema, Rio Claro (SP), v. 23, n. 36, p. 625-638, agosto 2010.

ORLANDI, Eni P. “Ler Michel Pêcheux hoje”. In: PÊCHEUX, Michel. Análise de Discurso: Michel Pêcheux. Textos selecionados: Eni P. Orlandi. Campinas: Pontes, 2011.

ORLANDI, Eni P. Discurso em análise: sujeitos, sentido, ideologia. Campinas: Pontes Editores, 2012.

ORLANDI, Eni P. Sentidos em fuga: efeitos da polissemia e do sujeito. In: CARROZZA, Guilherme; SANTOS, Miriam; SILVA, Telma Domingues (Org). Sujeito, Sociedade, Sentidos. Campinas: Editora RG, 2012b.

PÊCHEUX, M.. O discurso: estrutura ou acontecimento. 3. ed. Campinas (São Paulo): Pontes, 2002.

PÊCHEUX, M. “Papel da memória”. In: ACHARD, P. et al. (org.). Papel da memória. Campinas: Pontes, 2007.

PÊCHEUX, M. Semântica e discurso: uma crítica à afirmação do óbvio. 4. ed. Campinas (São Paulo): Pontes, 2009.

PÊCHEUX, M. “Abertura do colóquio”. In: CONEIN, B.; COURTINE, J.-J.; GADET, F.; MARANDIN, J.-M.; PÊCHEUX, M. (orgs) Materialidades discursivas. Campinas: Editora da UNICAMP, 2016.

RIO, João do. A alma encantadora das ruas. Rio de Janeiro: Fundação Biblioteca Nacional, 1908.




DOI: https://doi.org/10.5902/2179219438824

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

ISSN Versão Impressa: 1519-9894
ISSN Versão Digital: 2179-2194
DOI 10.5902/21792194
Endereço Eletrônico: www.ufsm.br/fragmentum

Fragmentum possui caráter público e gratuito, dessa forma, NÃO são cobrados custos ou taxas para submissão, processamento, publicação e leitura dos artigos.

Todo o conteúdo do periódico Fragmentum está licenciado com uma Licença Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

REDES SOCIAIS
Página da Revista no Facebook