Índice de Vulnerabilidade Social (IVS) das Regiões Metropolitanas de Belém-PA (RMB) e Manaus-AM (RMM)

Autores

  • Michele Lins Aracaty e Silva Universidade Federal do Amazonas - UFAM, Manaus, AM, Brasil https://orcid.org/0000-0002-8939-3220
  • Silvia Regina de Souza Rojas Universidade Federal do Amazonas - UFAM

DOI:

https://doi.org/10.5902/1414650961963

Palavras-chave:

Índice de Vulnerabilidade Social, RMM, RMB

Resumo

as diversas transformações socioeconômicas ocorridas nos últimos 50 anos no Brasil, oriundas do aumento populacional e da urbanização das cidades, evidenciam realidades desiguais dentro dos espaços metropolitanos. Situações indicativas de exclusão e vulnerabilidade, além da identificação da pobreza como insuficiência monetária, tem gerado a necessidade de identificar o grau de vulnerabilidade que vivem tais espaços. Como foi reportado pelo relatório do IPEA (2017), a RMM foi a que apresentou o maior IVS das 24 regiões metropolitanas analisadas no ano de 2010 e a RMB apresentou o sexto maior IVS para o período. Diante disto, uma análise da Vulnerabilidade Social da RMB e RMM foi realizada, onde foi feito um levantamento dos principais indicadores que compõem o IVS de tais regiões, juntamente com a análise de cada uma de suas respectivas dimensões, comparando as duas regiões e seus indicadores, além da apresentação dos resultados de suas respectivas Taxas de Prosperidade Social. Os resultados mostraram que os municípios de Marituba (RMB) e Careiro da Várzea (RMM) merecem urgente atenção do Poder Público e mesmo havendo sensível melhora para os indicadores de vulnerabilidade social no período de 2000 a 2010, ainda não acompanha a média das RM Brasileiras.

Biografia do Autor

Michele Lins Aracaty e Silva, Universidade Federal do Amazonas - UFAM, Manaus, AM, Brasil

Professora do Departamento de Economia e Análise (DEA) da Faculdade de Estudos Sociais (FES) na Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Membro do Grupo de Pesquisa da UFAM: Grupo de Pesquisa em Economia Industrial, Internacional e da Tecnologia

Silvia Regina de Souza Rojas, Universidade Federal do Amazonas - UFAM

Bacharela em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM).

Referências

AMAZONAS. Secretaria de Estado de Planejamento, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação. Perfil da Região Metropolitana de Manaus. Amazonas. SEPLAN, 2015. Disponível em < http://www.seplancti.am.gov.br > . Acesso em 30 mai. 2018.

ATLAS DO DESENVOLVIMENTO HUMANO NO BRASIL. 2014. Disponível em:< http://www.atlasbrasil.org.br >. Acesso em: 20 abr. 2018.

ATLAS DO DESENVOLVIMENTO HUMANO NO BRASIL. Atlas do Desenvolvimento Humano nas Regiões Metropolitanas Brasileiras. Brasília: PNUD, IPEA, FJP, 2014. Disponível em: http://www.secid.ma.gov.br > . Acesso em 24 mar. 2019.

BARROS, Nayara Sales et al. As unidades de desenvolvimento humano na Região Metropolitana de Belém. In: territórios em números: insumos para políticas públicas a partir da análise do IDHM e do IVS de UDHs e Regiões Metropolitanas Brasileiras. Brasília.

CHAMBERS, R. Vulnerability, coping and policy. IDS Bulletin, v.20, n.2, 1989.

IPEA,2017. Disponível em: < http://www.ipea.gov.br. Acesso em 01 jun. 2018.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 5 ed. São Paulo: Atlas, 2008. HENN

GOLDENBERG, M. A arte de pesquisar. Rio de Janeiro: Record, 1997.

INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA, Atlas da Vulnerabilidade Social nas Regiões Metropolitanas Brasileiras. IPEA, 2015. Disponível em: < http://ivs.ipea.gov.br. Acesso em: 18 abr. 2018.

INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA, As Unidades de Desenvolvimento Humano na Região Metropolitana de Belém. In: BARROS, Nayara et al. Território em Números: insumos para políticas públicas a partir da análise do IDHM e do IVS de UDHs e regiões metropolitanas brasileiras. IPEA, 2017. Disponível em: < http://www.ipea.gov.br . Acesso em: 17 maio. 2018.

OLIVEIRA, M. F. Metodologia Científica: um manual para a realização de pesquisas em Administração. Catalão: UFG, 2011. Disponível em < https://s3.amazonaws.com > Acesso em: 29 out. 2018.

PEREIRA, Fabiana da Silva; VIEIRA, Ima Célia Guimarães. Expansão urbana da Região Metropolitana de Belém sob a ótica de um sistema de índices de sustentabilidade. Rev. Ambiente & Água [online]. Set. 2016, vol.11, n.3. Disponível em < http://www.scielo.br> Acesso em: 18 abr.2018.

RECIO, Maria Encarnación Recio. Desigualdades na Pobreza: Trajetórias e Transições em uma Favela Paulistana. São Paulo, 2010. Disponível em: https://teses.usp.br. Acesso em: 20 de março de 2020.

SANTOS, Tiago Veloso dos. Metrópole e Região na Amazônia: trajetórias do planejamento e da gestão metropolitana em Belém, Manaus e São Luís, 2015. Pará. Anais do XI- ENANPEGE. Pará: IFPA, 2015.

SILVEIRA, D.T; CÒRDOVA, F.P. Métodos de pesquisa/Org. Tatiana Engel Gerhardt e Denise Tolfo Silveira; coordenado pela Universidade Aberta do Brasil – UAB/UFRGS e pelo Curso de Graduação Tecnológica – Planejamento e Gestão para o Desenvolvimento Rural da SEAD/UFRGS. – Porto Alegre: Editora da UFRGS, p.31 – 32, 2009.

MONTEIRO, S.R. da R.P. O marco conceitual da vulnerabilidade social. Sociedade em Debate, Pelotas-RS. v.17, n.2, p. 29-40, jul-dez, 2011.

SCHUMANN, Lívia R. M. A. A multidimensionalidade da construção teórica da vulnerabilidade: análise histórico-conceitual e uma proposta de índice sintético. 2014. 165 p. Brasília, 2014. Disponível em: http://repositorio.unb.br. Acesso em: 15 de março de 2020.

Downloads

Publicado

2021-06-07

Como Citar

Silva, M. L. A. e, & Rojas, S. R. de S. (2021). Índice de Vulnerabilidade Social (IVS) das Regiões Metropolitanas de Belém-PA (RMB) e Manaus-AM (RMM). Economia E Desenvolvimento, 33, e1. https://doi.org/10.5902/1414650961963

Edição

Seção

Artigos