A apropriação de Guy Debord em Douglas Kellner: a teoria do espetáculo aplicada aos estudos de mídia

Otávio Daros

Resumo


Douglas Kellner é um reconhecido estudioso dos fenômenos da “cultura da mídia”. Seu pensamento tem sido enriquecido pelas ideias dos pós-modernos franceses, a exemplo de Guy Debord e Jean Baudrillard. Por meio de pesquisa bibliográfica, expomos a proposta teórica kellneriana e analisamos suas transformações ao longo do tempo. Evidenciamos como o autor trabalhou com conceitos de “cultura da mídia” na década de 1990 e, em seguida, passou a falar em “espetáculo da mídia”. O que está em jogo nessa mudança conceitual? Analisamos como o estudioso norte-americano se apropriou e atualizou o pensamento de Guy Debord, bem como envolveu Jean Baudrillard nessa discussão, mesmo que em segundo plano. Concluímos que Debord compreendeu o espetáculo como relação social, e não como conteúdo da mídia. Kellner nem sempre faz essa distinção: ele trata o espetáculo como categoria cultural, para aplicar à análise da mídia.


Palavras-chave


Douglas Kellner; Guy Debord; Jean Baudrillard; Cultura da mídia; Sociedade do espetáculo

Texto completo:

PDF

Referências


BAUDRILLARD, Jean. Cool memories II, 1987-1990. Durham: Duke University Press, 1996.

BAUDRILLARD, Jean. Simulacros e simulação. Lisboa: Relógio d’água editores, 1991.

DEBORD, Guy. A Sociedade do Espetáculo. São Paulo: EBooksBrasil, 2003.

KELLNER, Douglas. A cultura da mídia – estudos culturais: identidade e política entre o moderno e o pós-moderno. Bauru: EDUSC, 2001 [1995].

KELLNER, Douglas. A cultura da mídia e o triunfo do espetáculo. Revista Líbero, vol. 6, n. 11, p. 4-15, 2003b.

KELLNER, Douglas. Critical theory, Marxism, and modernity. Cambridge: Polity Press, 1989a.

KELLNER, Douglas. Jean Baudrillard: from Marxism to postmodernism and beyond. Palo Alto: Stanford University Press, 1989b.

KELLNER, Douglas. Media spectacle. Londres: Routledge, 2003a.

BEST, Steven; KELLNER, Douglas. The postmodern turn: critical perspectives. Nova York: Guilford Press, 1997.

HORKHEIMER, MAX; ADORNO, Theodor W. Dialectic of Enlightenment. Nova York: Herder & Herder.

KNABB, Ken (org.). Situationist International Anthology. Berkeley: Bureau of Public Secrets, 1981.




DOI: https://doi.org/10.5902/2316882X43418

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Universidade Federal de Santa Maria - UFSM

Programa de Pós-Graduação em Comunicação

Departamento de Ciências da Comunicação

Cadernos de Comunicação

Av. Roraima, 1000 - Camobi  - Santa Maria - RS

Prédio 21, sala 5129 - Laboratório PUBLICA.

E-mail: cadernos@ufsm.br

ISSN Impresso: 1677-9061

ISSN Eletrônico: 2316-882X

Classificação Qualis-CAPES 2013-2016:

B4 - Comunicação e Informação

B2 - Linguística e Literatura

B2 - Educação

B2 - Planejamento Urbano e Regional / Demografia

B4 - Adminitração Pública de Empresas, Ciências Contáveis e Turismo

B4 - Direito

B4 - Sociologia

B4 - Ensino

B4 - Interdisciplinar

B5 - Geografia

Indexados em: Redib; Latindex; DOAJ; Sumários.org; Portcom;

e Diadorim;

DOI: HTTP://dx.doi.org/10.5902/

 

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.