A atual classificação do antigo gênero Tabebuia (Bignoniaceae), sob o ponto de vista da anatomia da madeira

Sidinei Rodrigues dos Santos

Resumo


O gênero Tabebuia (Bignoniaceae) sofreu inúmeras alterações ao longo de sua história, sendo recentemente dividido em três novos gêneros: Tabebuia, Handroanthus e Roseodendron. O presente estudo teve como objetivo verificar se essas modificações também se refletem na anatomia da madeira. Foram analisados caracteres anatômicos de vasos, raios e fibras de 43 espécies pertencentes aos três gêneros, retirados da literatura. Os resultados depõem favoravelmente à segregação dos novos gêneros, conforme sugerido em estudos taxonômicos recentes. Apesar de não haver uma característica ou um conjunto de características anatômicas comuns e exclusivas às espécies de cada um dos gêneros, como atualmente circunscritos, é inegável que distintas tendências estruturais justificam a separação dos mesmos.


Palavras-chave


Tabebuia; Handroanthus; Roseodendron; Ipê

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2358198028146

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




ISSN: 1808-2688 (impresso)      ISSN: 2358-1980 (online)       DOI: 10.5902/23581980

Qualis: B5 (Ciências Agrárias I), B5 (Interdisciplinar), B5 (Direito), B4 (Ensino), B4 (Saúde Coletiva)

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.


INDEXADORES: DRJI, PERIÓDICA, LATINDEX, E-JOURNALS.ORG, DIALNET, DIADORIM, SUMÁRIOS.ORG.