Telejornalismo esportivo: adaptações produtivas na pandemia de Covid-19

Autores

  • Rafael Sbeghen Hoff Universidade Federal do Amazonas / Professor
  • Lucas Silva dos Santos Universidade Federal do Amazonas

DOI:

https://doi.org/10.5902/2175497770442

Palavras-chave:

Telejornalismo esportivo. Adaptação. Televisão.

Resumo

O telejornalismo esportivo passou por transformações e adaptações durante o período de suspensão dos eventos por conta da pandemia do novo coronavírus, a partir de março de 2020. Esse artigo compara os conteúdos do programa Jogo Aberto veiculados antes e durante a pandemia como indícios dessas transformações. A análise de conteúdo é o método acionado para refletir sobre as mudanças. Suitagem e memória jornalística, formatos link / boletim / stand-up e mais jornalismo opinativo em detrimento do jornalismo informativo se mostraram os principais recursos adaptativos empregados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lucas Silva dos Santos, Universidade Federal do Amazonas

Graduado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade Federal do Amazonas.

Referências

ALENCAR, Helena Castro de. Suitagem no telejornalismo: o agendamento dos fatos no Jornal Nacional. Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2014.

ALVES, Daniela Felipa Ribeiro. Infoentretenimento nos programas televisivos: o caso das estações televisivas portuguesas. Tese (Mestrado em Jornalismo) - Universidade da Beira Interior Artes e Letras. Covilhã, Portugal, 2013. Disponível em: https://ubibliorum.ubi.pt/bitstream/10400.6/1602/1/Daniela%20Alves.pdf. Acesso em 10 de set. de 2021.

BARBEIRO, Heródoto & LIMA, Paulo Rodolfo de. Manual de Jornalismo para Rádio, TV e Novas Mídias. Rio de Janeiro: Elsevier, 2013.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

BAUER, Martin W.; GASKELL, George. Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático. 7ª ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2008.

BITTENCOURT, Luís Carlos. Manual do Telejornalismo. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 1993.

FONSECA, J. J. S. Metodologia da pesquisa científica. Fortaleza: UEC, 2002. Apostila.

GONÇALVES, Antônio Carlos. Repórter cinematográfico é jornalista. Centro Universitário de Brasília, Brasília, 2006. Disponível em https://www.repositorio.uniceub.br/jspui/bitstream/123456789/1670/2/20214825.pdf. Acesso em 01 set. 2021.

MEDINA, Jorge Lellis Bomfim. Gêneros jornalísticos: repensando a questão. Pernambuco: Revista SymposiuM, 2001.

MELO, José Marques de & ASSIS, Francisco de. Gêneros e Formatos Jornalísticos: um modelo classificatório. São Paulo: Intercom, 2016.

Memória Globo. Perfil Tiago Leifert. Disponível em: https://memoriaglobo.globo.com/perfil/tiago-leifert/perfil-completo/. Acesso em 15 de set. de 2021.

MOURA, Maria Francisca Canovas de. Jornalismo e Produção em TV, 2005. Disponível em http://www.sitetj.jor.br/ji.asp?idtexto=2. Acesso em 08 de set. de 2021.

NEGREIROS, Karina Sampaio. Factual vs Investigação: A pauta do Ciberjornalismo no contexto Brasil e Portugal. Tese (Mestrado em Comunicação) - Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Porto - Portugal, 2018.

NETO, Helcio Herbert Moreira da Silva. Programas esportivos de mesa redonda: a questão da autoridade em pauta no gênero televisivo. Tese (Mestrado em Comunicação) - Universidade Federal Fluminense. Niterói, 2019.

PATIAS, Jaime Carlos. O espetáculo da violência no telejornal sensacionalista. Tese (Mestrado em Comunicação e Mercado) - Faculdade Cásper Líbero. São Paulo, 2005. Disponível em https://casperlibero.edu.br/wp-content/uploads/2014/02/01-O-Espet%C3%A1culo-da-viol%C3%AAncia-no-telejornal-sensacionalista.pdf. Acesso em 14 de set. de 2021.

PEIXOTO, Filipe; PORCELLO, Flávio. Quando o repórter aparece na TV: o corpo e a voz da notícia no telejornalismo. Estudos em Comunicação nº 22, 123-164, Rio Grande do Sul, 2016.

SILVA, Pollyanna Honorata. Os gêneros jornalísticos e as várias faces da notícia. Uberlândia: Universidade Federal de Uberlância, 2007.

SILVEIRA, Denise Tolfo; CÓRDOVA, Fernanda Peixoto. Método de pesquisa - Unidade 2, Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2009.

WOLF, Mauro. Teorias da comunicação de massa. São Paulo: Martins Fontes: 2003.

Downloads

Publicado

01-12-2023

Como Citar

Sbeghen Hoff, R., & Silva dos Santos, L. (2023). Telejornalismo esportivo: adaptações produtivas na pandemia de Covid-19. Animus. Revista Interamericana De Comunicação Midiática, 22(49). https://doi.org/10.5902/2175497770442

Edição

Seção

Artigos Livres