O Homo Calamitatem: a comunicação de riscos e de catástrofes na evolução da insegurança social

Autores

  • Carlos Lozano Ascencio Universidad Rey Juan Carlos
  • Márcia Franz Amaral UFSM

DOI:

https://doi.org/10.5902/2175497720497

Palavras-chave:

Comunicação de risco, Comunicação de Catástrofe, Sociedade de risco

Resumo

Homo calamitatem é entendido como o “homem calamitoso e desastroso”, autor e promotor de muitos dos grandes riscos e catástrofes que afetam nossas sociedades contemporâneas. O trabalho reflete sobre a comunicação de riscos e catástrofes na evolução social de insegurança  e as distintas formas históricas em que o ser humano se organizou para  enfrentar as incertezas em seus entornos, até chegar a ser a principal causa desses riscos e catástrofes que tanto nos afetam.

Palavras chave: Comunicação de risco. Incerteza Social. Catástrofe. Insegurança Social. Sociedade de risco.

Biografia do Autor

Carlos Lozano Ascencio, Universidad Rey Juan Carlos

Doutor em Ciências da Informação  pela Universidade Complutense de Madrid. Professor Associado de Jornalismo da Universidade Rey Juan Carlos (Espanha).

Márcia Franz Amaral, UFSM

Professora do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal de Santa Maria, pesquisadora do CNPq.

Downloads

Publicado

2015-12-22

Como Citar

Lozano Ascencio, C., & Franz Amaral, M. (2015). O Homo Calamitatem: a comunicação de riscos e de catástrofes na evolução da insegurança social. Animus. Revista Interamericana De Comunicação Midiática, 14(28). https://doi.org/10.5902/2175497720497

Edição

Seção

Edição Completa