ANALISANDO AS RELAÇÕES NA CADEIA DE SUPRIMENTOS ATRAVÉS DA TEORIA DOS CUSTOS DE TRANSAÇÃO

Monize Sâmara Visentini, Cleiciele Albuquerque Augusto, José Paulo de Souza

Resumo


A Teoria dos Custos de Transação (TCT) pode contribuir na explicação do funcionamento e das relações da Cadeia de Suprimentos. Tendo em vista os aspectos convergentes destas duas abordagens, este ensaio teórico objetiva compreender como a racionalidade limitada, o oportunismo e a relação interfirmas, aspectos presentes na TCT, podem influenciar na gestão da cadeia de suprimentos. Alguns indícios indicam que tanto a racionalidade limitada quanto o oportunismo aumentam conforme se tem um acréscimo de complexidade e incerteza na transação. O compartilhamento da informação atua como fator fundamental na redução desses inconvenientes, contribuindo para que se consiga melhorar a relação interfirmas e minimizar os custos de transação. Também são evidenciados os aspectos que podem trazer vantagem competitiva as empresas participantes de uma cadeia de suprimentos, dentre eles a adoção correta da estratégia de governança.

Palavras-chave


Teoria dos Custos de Transação, Cadeia de Suprimentos, Racionalidade Limitada, Oportunismo, Relação Interfirmas

Texto completo:

PDF




 

Revista Sociais e Humanas (ISSN online 2317-1758)

Universidade Federal de Santa Maria | Centro de Ciências Sociais e Humanas

Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil.

E-mail: revistaccsh@gmail.com | Telefone: (55) 32208522


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.