Fatores Determinantes do Acesso às Cooperativas de Crédito do Município de Teófilo Otoni - MG: uma Abordagem a Partir do Modelo Logit

Paulo Deiser Pereira Faria, João Paulo Calembo Batista Menezes, Anelisa de Carvalho Ferreira, Naiara Leite dos Santos Sant'ana, Sabrina Amélia de Lima e Silva

Resumo


As cooperativas de crédito atuam similarmente a outras instituições financeiras, captando depósitos, oferecendo crédito e prestando serviços diversos de pagamentos e compensação de documentos, entretanto, possuem características próprias, se distinguindo assim, dos bancos convencionais. Por meio da aplicação de questionário a 347 usuários das três cooperativas do município, obteve-se um perfil e identificou-se os fatores socioeconômicos e comportamentais de acesso ao sistema cooperativista. A partir da análise de regressão logística, pôde-se conhecer os fatores que mais determinam o acesso às cooperativas de crédito do município de Teófilo Otoni, que são: rendimento compreendido entre um e cinco salários mínimos; baixa quantidade de serviços utilizados; as cooperativas são a primeira opção em utilizar os serviços bancários; as cooperativas são consideradas melhores que os bancos; indicação da cooperativa; localização da cooperativa.

Palavras-chave


Cooperativismo de Crédito, Determinantes de acesso, Serviços Financeiros.

Texto completo:

PDF

Referências


ASSAF NETO, Alexandre. Mercado Financeiro. 12. ed. São Paulo: Atlas, 2014.

BANCO CENTRAL DO BRASIL – BACEN. O que é cooperativa de crédito? Disponível em: < http://www.bcb.gov.br/pre/composicao/coopcred.asp>. Acesso em 13 set. 2016.

BANCO CENTRAL DO BRASIL – BACEN. Relação de instituições em funcionamento no país (transferência de arquivos). Disponível em: . Acesso em 13 set. 2016a.

BANCO CENTRAL DO BRASIL – BACEN. 50 maiores bancos e o consolidado do Sistema Financeiro Nacional, 2014. Disponível em: . Acesso em 07 jun. 2014.

BANCO CENTRAL DO BRASIL – BACEN. Relatório de Evolução do Sistema Financeiro Nacional, 2013. Disponível em: . Acesso em 01 jun. 2014a.

BEUREN, Ilse M. (Org.). Como elaborar trabalhos monográficos em contabilidade: teoria e prática. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2013.

BRESSAN, Valéria Gama Fully; BRAGA, Marcelo José; BRESSAN, Aureliano Angel. Análise da dominação de membros tomadores ou poupadores de recursos nas cooperativas de crédito mineiras. Economia Aplicada, v. 16, n. 2, p. 339-359, 2012.

CORRAR, L. J.; PAULO, E.; DIAS FILHO, J. M. Análise multivariada para os cursos de administração, ciências contábeis e economia. Ed. Atlas, 2014.

DELGADO, Denise Isabel Monteiro. Satisfação do cliente bancário: Estudo em Cabo Verde. 2009. 130 f. Tese de mestrado (Mestrado em Gestão Global) – Instituto Universitário de Lisboa, Portugal, 2009. Disponível em: . Acesso em: 03 ago. 2014.

GONÇALVES, Rosiane Maria Lima; BRAGA, Marcelo José. Determinantes de risco de liquidez em cooperativas de crédito: uma abordagem a partir do modelo logit multinomial. RAC, Curitiba, v. 12, n. 4, p. 1019-1041, out./dez. 2008.

GUJARATI, D., Econometria Básica. 3ª edição, São Paulo: Makron Books, 2006.

HAIR Jr. J. F.; ANDERSON R. E.; TATHAM, R. L.; BLACK, W. C. Análise Multivariada de Dados. 5 ed. Porto Alegre: Bookman, 2005.

HUSTON, S. J. Financial literacy and the cost of borrowing. International Journal of Consumer Studies, n. 36, n. 5, p. 566-572, 2012.

JOSSEFA, Antônio Luciano. Determinantes do acesso ao sistema financeiro: o caso de Moçambique. 2011. 44 f. Dissertação (Mestrado em Economia Monetária e Financeira) – Universidade Técnica de Lisboa, Portugal, 2011. Disponível em: . Acesso em: 22 ago. 2014.

ORGANIZAÇÃO DAS COOPERATIVAS BRASILEIRAS (OCB). Cooperativas de Crédito e seus Impactos Sociais. Disponível em: Acesso em: 23 set. 2016.

PINHEIRO, Marcos Antônio Henriques. Cooperativas de Crédito: história da evolução normativa no Brasil. 6. ed. Brasília: Banco Central do Brasil, 2008.

PINHO, Diva Benevides. PALHARES, Valdecir Manoel Affonso. O cooperativismo de Crédito no Brasil – do século XX ao século XXI. Brasília: Confebras, 2010.

SANTOS, Ariovaldo dos; GOUVEIA, Fernando Henrique Câmara; VIEIRA, Patrícia dos Santos. Contabilidade das Sociedades Cooperativas. São Paulo: Atlas, 2008.

SARTORI, Simone. Ações de melhoria da satisfação dos clientes de uma cooperativa de crédito. 2009. 121 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) – Universidade Federal de Santa Maria, Minas Gerais, Santa Maria, 2009. Disponível em: . Acesso em: 02 ago. 2014.

Taylor, R. A. Review of Social Economy, Vol. 29, Routledge, chapter The credit union as a cooperative institution, pp. 207–217. 1971.

TRIOLA, Mario F. Introdução a Estatística: atualização da tecnologia. 11. ed. Rio de Janeiro: LTC, 2013.

VENTURA, Elvira Cruvinel Ferreira (Coord.); FILHO, Joaquim Rubens Fontes (Coord.); SOARES, Marden Maria (Coord.). Governança Coorporativa: diretizes e mecanismos para o fortalecimento da governaça em cooperativas de crédito. Brasília: Banco Central do Brasil, 2009.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2359043226084

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. 

     

   

   

 

ISSN Eletrônico: 2359-0432

ISSN Impresso: 2446-7103