Intercooperação entre cooperativas: barreiras e desafios a serem superados

Robson Rodrigo Pereira Konzen, Carlos Alberto Oliveira Oliveira

Resumo


O Cooperativismo é uma forma de união entre indivíduos que tem como finalidade principal a ajuda mutua através do trabalho em conjunto e que possui em sua essência princípios que norteiam seus valores. Um destes princípios é a intercooperação, que é basicamente a cooperação entre cooperativas, porém devido a fatores diversos, este princípio possui resistência no setor. Portanto o presente estudo tem como finalidade identificar as barreiras e os desafios que impendem maior intercooperação entre as cooperativas. A metodologia aplicada envolve pesquisa exploratória bibliográfica de análise qualitativa com levantamento de casos de intercooperação entre cooperativas e de fatores de resistência a este princípio cooperativista. Com o estudo se vislumbrou a intercooperação como alternativa para o desenvolvimento das cooperativas, contudo entre os principais desafios a serem superados estão às diferenças culturais de cada cooperativa, o medo de perda de autonomia ou de deixar de existir, o individualismo e oportunismo, a falta de formalização de alguns arranjos, a vaidade, a falta de confiança e o excesso de competitividade entre as próprias cooperativas.

Palavras-chave


Princípio da intercooperação; redes; obstáculos

Texto completo:

PDF

Referências


AGROANALYSIS- A REVISTA DE AGRONEGÓCIO DA FGV. Cooperativismo gaúcho aposta na intercooperação. Set. 2013. Disponível em:< http://www.agroanalysis.com.br/9/2013/conteudo-especial/cooperativismo-paulista-aposta-na-intercooperacao-especial-cooperativismo#>. Acesso em: 14 de Outubro de 2015.

BRAGA, Marcelo Jose. Redes, alianças estratégicas e intercooperação: O caso da cadeia produtiva da carne bovina. Revista Brasileira de Zootecnia, v39, p.11-16, 2010 (supl. Especial). Disponível em:

CARVALHO, Adriano Dias de. O Cooperativismo sob a ótica da gestão estratégica global. São Paulo: Baraúna, 2011.

DALFOVO, Michael Samir; LANA, Rogério Adilson; SILVEIRA, Amélia. Métodos quantitativos e qualitativos: um resgate teórico. Revista Interdisciplinar Científica Aplicada, Blumenau, v.2, n.4, p.01-13, Sem II. 2008. Disponível em: . Acesso em: 21 de Abril de 2015.

DUTRA, Jose Carlos Nascimento. A intercooperação como processo de desenvolvimento: Um caso de cooperativas articuladas em rede. Ijui: 2010. Disponível em: . Acesso em 14 de Outubro de 2015.

GALERANI, Jair. Formação, estruturação e implementação de aliança estratégica entre empresas cooperativas. RAE Eletrônica, v.2, n.1, jan-jun 2003. Disponível em: Acesso em: 14 de Outubro de 2015.

GAWLAK, Albino; RATZKE, Fabiane. Cooperativismo: Primeiras lições. 3ª. Ed. Brasília: Sescoop, 2007.

GIL, Antonio Carlos. Estudo de Caso. São Paulo: Atlas, 2009.

GRANDE, Edivaldo Dei. Intercooperação: Gerando Valor para as Cooperativas. Disponível em: . Acesso em 05 de maio de 2015.

GOES, Milton Cesar. Cooperação e Performance Econômica: O Sicredi (Brasil). Vila Real: 2011. Disponível em:. Acesso em 05 de maio de 2015.

MINISTERIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMERCIO EXTERIOR. Intercooperação, Conceitos e Definições. Disponível em: Acesso em: 15 de maio de 2015

JERÔNIMO, Fatima Benhcker; PEDROZO, Eugênio Ávila; FENSTERSEIFER, Jaime Evaldo; SILVA, Tânia Nunes. Rede de Cooperação e Mecanismos de Coordenação: A Experiência da Rede Formada por Sete Sociedades Cooperativas no Rio Grande do Sul. Ribeirão Preto: 2005. Disponível em: >http://www.sober.org.brpalestra2984.pdf>. Acesso em 15 de agosto de 2015.

LAGO, Adriano. Fatores Condicionantes do Desenvolvimento de Relacionamentos Intercooperativos no Cooperativismo Agropecuário. Porto Alegre: 2009. Disponível em:. Acesso em 05 de maio de 2015.

MANICA, Sergio Afonso; SCHMIDT, Carmen Elizabeth Finkler. O confronto ideológico do Cooperativismo na Economia de mercado. Revista Reflexão Cooperativista, Porto Alegre, v.1, n.1, p. 05-24, agosto de 2012.

SILVA, Tânia Nunes; GONÇALVES, Wilson Magela; DIAS, Marcelo Fernandes Pacheco. Intercooperação e Estilos de Negociação em Cooperativas Produtoras de Vinho no Rio Grande do Sul. 2010. Disponível em: > file:///C:/Documents%20and%20Settings/usuario/Meus%20documentos/Downloads/Silva_Gon%C3%A7alves_Dias_2010_Intercooperacao-e-estilos-de-n_3706%20(1).pdf.> Acesso em 15 de agosto de 2015.

MARCONI, Marina Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Metodologia do Trabalho Científico. São Paulo: Atlas, 2009.

MENEZES, Antonio. Nos Rumos do Cooperativismo. Brasília: Stilo, 2005.

NETO, Sigismundo Bialoskorski; GOMES, Acad Caio Botelho: Um Ensaio Sobre os Desafios da Intercooperação entre Cooperativas Agropecuárias no Brasil. I Encontro Brasileiro de Pesquisadores em Cooperativismo (EBPC). Brasília: 2010. Disponível em: . Acesso em: 05 de maio de 2015.

OLIVEIRA, Lessandra Medeiros; PALMA, Lisiane Celia. Os Desafios da Intercooperação: O Caso da Central de Cooperativas- CMN. Sociedade Brasileira de Economia, Administração e Sociologia Rural. Porto Alegre: 26 a 29 de julho de 2009. Disponível em: < http://www.sober.org.brpalestra2984.pdf>. Acesso em: 05 de maio de 2015.

OLIVEIRA, Nilza Duarte Aleixo; SILVA, Tânia Nunes. Inovação Social e Tecnologias Sociais Sustentáveis em Relacionamentos Intercooperativos: Um Estudo Exploratório do Creditag- RO. Revista Administradores UFSM, V.5, N.2, P.277- 295, Mai. / Ago.2012.

RICKEN, José Roberto; TENÓRIO, Fernando Guilherme; KRONEMBERGER, Thais Soares. O Cooperativismo Agropecuário no Estado do Paraná: A Questão da Integração. Disponível em: . Acesso em: 05 Jan. 2015.

RIQUE, Mônica. Os Pioneiros de Rochdale e os Princípios do Cooperativismo. Disponível em: . Acesso em: 03 Dez. 2014.




DOI: https://doi.org/10.5902/2359043220410

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. 

     

   

   

 

ISSN Eletrônico: 2359-0432

ISSN Impresso: 2446-7103