Controle postural e sensibilidade plantar em jovens e idosos

Fábio Marcon Alfieri, Carolyne Freita Vieira, Natália Cristina de Oliveira Vargas e Silva

Resumo


Alterações decorrentes do processo de envelhecimento podem impactar o controle postural e a sensibilidade cutânea plantar. Essas mudanças são fatores predisponentes a quedas em idosos. O objetivo do estudo foi comparar a sensibilidade cutânea plantar e o controle postural em indivíduos jovens e idosos, e buscar associações entre estas variáveis nestes dois grupos etários.  Trata-se de um estudo transversal do qual participaram 63 indivíduos de ambos os sexos.  Os participantes foram avaliados por meio dos testes Timed Up and Go (TUG), Apoio Unipodal e Estesiometria (por monofilamentos de nylon).  Os indivíduos jovens exibiram resultados significantemente melhores que os idosos no tempo de execução do TUG, tempo de apoio unipodal e na sensibilidade plantar, avaliada pela estesiometria (p<0,0001). As correlações entres as variáveis do estudo revelaram associações fracas e muito fracas (não significantes), tanto entre os jovens como entre os idosos, exceto pela associação entre tempo de apoio unipodal e estesiometria do lado direito entre os indivíduos jovens (r=-0,35, p=0,05). A sensibilidade plantar e o controle postural são menores em idosos quando comparados com os jovens, e não houve associação entre o teste clínico de controle postural e a sensibilidade plantar avaliada por estesiometria.

 


Palavras-chave


Postura; Idoso; Adulto; Acidentes por quedas

Texto completo:

PDF

Referências


Roll R, Kavoudoudias A, Roll JP. Cutaneous afferents from human plantar sole contribute to body posture awareness. Neuroreport 2002; 13:1957-61.

Patel M, Magnusson M, Kristinsdottir E, Fransson PA. The contribution of mechanoreceptive sensation on stability and adaptation in the young and elderly. Eur J Appl Physiol 2009;105(2):167-73.

Alfieri FM. Distribuição da Pressão Plantar em idoso após intervenção proprioceptiva. Rev Bras Cineantropom Desempenho Hum 2008;10(2):137-142.

Bretan O. Sensibilidade cutânea plantar como risco de queda em idosos. Rev Assoc Med Bras 2012; 58(2):132.

Moraes EN, Marino MCA, Santos RR. Principais síndromes geriátricas. Rev Med Minas Gerais 2010;20(1):54-66.

Bretan O, Pinheiro R M, Corrente J E; Avaliação funcional do equilíbrio e da sensibilidade cutânea plantar de idosos moradores na comunidade. Braz J otorhinolaryngol 2010;76(2):219-224.

Toledo DR, Barela JA. Diferenças sensoriais e motoras entre jovens e idosos: contribuição somatossensorial no controle postural. Rev Bras Fisioter 2010; 14(3):267-75.

Araneda JE, Solarza EL. Sensibilidad cutánea plantar y balance dinámico en adultos mayores saludables de la comunidad: estudio relacional. Fisioter Pesq 2013;20(4):310-315.

Ueda L, Carpes FP. Relação entre sensibilidade plantar e controle postural em jovens e idosos. Rev Bras Cineantropom Desempenho Hum 2013; 215-224.

Zhang S, Li L. The differential effects of foot sole sensory on plantar pressure distribution between balance and gait. Gait Posture 2013;37(4): 532–7.

Alfieri FC, Moraes MCL. Envelhecimento e o controle postural. Saúde Coletiva 2008; 4 (19): 30-3.

Vannucchi H, Unamuno MRDL, Marchini JS. Avaliação do estado nutricional. Medicina (Ribeirão Preto) 1996; 29:5-18.

Podsiadlo D, Richardson S. The Timed Üp& Go”: a test of basic functional mobility for frail elderly persons. J AmGeriatr Soc. 1991; 39:142-148.

Gustafson AS, Noaksson L, Kronhed AC, Möller M, Möller C. Changes in balance performance in physically active elderly people aged 73-80. Scand J Rehabil Med 2000;32(4):168-72.

Kent-Braun JA, Alexander VNG, Young K. Skeletal muscle contractile and noncontractile components in young and older women and men. J Appl Physiol 2000;88:662-688.

Figueiredo KMOB, Lima KC,Guerra RO. Instrumentos de avaliação do equilibrio corporal em idosos. Rev Cineantropom Desempenho Hum 2007; 9(7):408-13.

Bohannon RW. Single limb stance times: a descriptive meta-analysis of data from individuals at least 60 years of age. Topics Geriatr Rehabil. 2007; 22(1):70-7.

Maciel ACC, Guerra RO. Prevalência e fatores associados ao déficit de equilíbrio em idosos. R. bras. Ci e Mov. 2005;13(1):37-44.

Machado AS, Silva CBP, Rocha ES, Carpes FP. Efeitos de uma manipulação da sensibilidade plantar sobre o controle da postura ereta em adultos jovens e idosos. Rev bras reumatol 2017;57(1):30-36.

Mold JW, Vesely SK, Keyl BA, Schenk JB, Roberts M. The prevalence, predictors, and consequences of peripheral sensory neuropathy in older adults. J Am Board Fam Pract 2004;17(1):309-18.

Alfieri FM, Riberto M, Gatz LS, Ribeiro CP, Battistella LR. Uso de testes clínicos para verificação do controle postural em idosos saudáveis submetidos a programas de exercícios físicos. Acta Fisiatr 2010;17(4):153-158.




DOI: https://doi.org/10.5902/2236583432971

Direitos autorais 2019 Saúde (Santa Maria)

______________________________________________________________

Peridiocidade: Fluxo Contínuo.


Qualis:


Interdisciplinar e Educação Física - B3

Ciências Ambientais, Enfermagem, Odontologia e Saúde Coletiva - B4

Medicina Veterinária - B5

Biotecnologia e Ciências Biológias II - C

  

 Licença Creative Commons 

Saúde (Santa Maria) ∴ revistasaude.ufsm@gmail.com

eISSN 2236-5834 ∴ DOI 10592/22365834

 

Acessos desde 08/08/2013.