Olhares de enfermeiras gestoras da Atenção Primária à Saúde sobre uma política de saúde equitativa

Jessica Bandurka, Roseana Maria Medeiros, Bárbara Bergamo

Resumo


Objetivo: analisar os olhares de enfermeiras gestoras sobre a implantação da Política Nacional de Saúde Integral da População Negra (PNSIPN) em um município da região norte do Rio Grande do Sul. Método: pesquisa de abordagem qualitativa, descritivo-exploratória que contou com a participação de 13 enfermeiras gestoras atuantes na Atenção Primária à Saúde (APS), cujos dados foram coletados através de entrevista semiestruturada e analisados pelo método de análise de discurso, entre agosto de 2015 e fevereiro de 2017. Resultados: somente uma informante conhece a PNSIPN na íntegra, três lidam com especificidades dos grupos minoritários e todas afirmam que a política não está implantada na APS do município. Considerações Finais: diante de achados destoantes com o que é preconizado pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em relação à PNSIPN, denota-se a necessidade de incorporar a temática no município investigado, a fim de promover equidade racial em saúde.

Palavras-chave


Grupos minoritários; Atenção primária à saúde; Gestor de saúde; Política de saúde.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2179769226742