Sentimentos de inclusão social de pessoas com úlcera venosa

Joseanny Francelino Alves, Alana Tamar Oliveira de Sousa, Maria Júlia Guimarães Oliveira Soares

Resumo


http://dx.doi.org/10.5902/2179769215425

Objetivo: investigar o sentimento de inclusão social de pessoas com úlcera venosa. Método: pesquisa qualitativa realizada com oito pessoas com úlceras venosa, atendidas em um ambulatório de curativos, em João Pessoa-Paraíba, Brasil. A coleta de dados realizada em fevereiro de 2012, ocorreu por meio de entrevista estruturada, com exploração dos discursos pela técnica de análise de conteúdo temática. Resultados: as pessoas com úlcera venosa percebem a lesão como um sofrimento, preferem atividades de lazer do tipo exclusivas como assistir à televisão, algumas se sentem incluídas na sociedade e outras sofrem com o estigma de ter a lesão, afastadas do convívio de familiares. Conclusão: faz-se necessário repensar práticas assistenciais inclusivas e receptivas que transcendam a técnica de curativo e compreendam o ser humano em sua complexidade.


Palavras-chave


Estigma social; Úlcera varicosa; Úlcera de perna; Enfermagem

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5902/2179769215425



Licença Creative Commons
Este site está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.