Perfil sociodemográfico e epidemiológico da violência sexual contra as mulheres em Teresina/Piauí

Rosângela Pereira de Araujo, Fabrícia Miranda da Silva Sousa, Verbênia Cipriano Feitosa, Danieli Maria Matias Coêlho, Maria de Fatima Almeida e Sousa

Resumo


Doi: 10.5902/2179769214519

A violência sexual constitui uma violação dos direitos humanos, se revelando como um problema de saúde pública. Objetivo: caracterizar as mulheres vítimas de violência sexual quanto aos aspectos sociodemográficos e epidemiológicos. Método: estudo retrospectivo quantitativo, realizado no Serviço de Atenção às Mulheres Vítimas de Violência Sexual no Piauí. Foram investigados 74 prontuários com diagnóstico de violência sexual entre 2013 a 2014. Utilizou-se o software Statistical Package for the Social Science, versão 20.0 para calcular as estatísticas descritivas apropriadas às variáveis da pesquisa. Resultados: o estudo mostrou prevalência na faixa etária entre 18 e 27 anos, a maioria de cor parda e com ensino fundamental, predominando mulheres solteiras e de baixa renda. Conclusão: os resultados apontam que a violência sexual tem várias facetas, indistingue etnia, classe social e idade requerendo, assim, o planejamento de ações mais resolutivas e complexas no âmbito social e da saúde. Descritores: Perfil epidemiológico; Saúde da mulher; Violência sexual; Violência doméstica.


Palavras-chave


Epidemiologia; Saúde da mulher; Violência contra mulher; Violência sexual.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5902/2179769214519



Licença Creative Commons
Este site está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.