INCONSCIÊNCIA DOS CONSTRUTORES FRENTE À GESTÃO AMBENTAL NO CANTEIRO DE OBRAS: ESTUDO DE CASO NA REGÃO SUL DE JOÃO PESSOA/PB

Robson Arruda dos Santos

Resumo


http://dx.doi.org/10.5902/223613087204

A construção civil é um dos setores industriais mais antigos, com significativa participação no Produto Interno Bruto/PIB brasileiro. Porém, encontram-se canteiros de obras onde a tecnologia construtiva empregada é precária, favorecendo o desperdício na execução das suas obras, gerando um grande volume de Resíduos da Construção e Demolição/RCD. O escopo deste trabalho consiste na análise da consciência ambiental dos gestores das empresas da construção em João Pessoa/PB, visto que a gerência dos canteiros de obras não depende apenas dos engenheiros civis. As informações foram obtidas através de entrevistas aos representantes de cinco construtoras e do Sindicato da Indústria da Construção Civil/SINDUSCON-JP. Os resultados das entrevistas mostraram que apenas duas das empresas consultadas eram conhecedoras da legislação acerca de RCD e diziam fazer o gerenciamento destes, sendo que o representante de outra empresa ao menos conhecia as resoluções do Conselho Naconal de Meio Ambiente/CONAMA. Assim, identifica-se uma deficiência dos gestores das empresas da construção consultadas em relação à gestão de RCD.


Palavras-chave


Construção civil, construtor, gerência de obras.

Texto completo:

PDF PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/223613087204

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.