Educação Ambiental, um Estudo de Caso: Meliponário no Colégio Estadual Modelo no Município de Ijuí, RS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5902/2236130828834

Palavras-chave:

Ação conjunta, Meliponário, Educação ambiental

Resumo

O objetivo deste artigo é analisar a ação conjunta das associações Ijuiense de Proteção ao Ambiente, Associação Bandeirantes do Verde Meio Ambiente e do Colégio Estadual Modelo de Ijuí acerca da importância da polinização das abelhas para o ecossistema. Sendo este um estudo de caso, que resultou na possibilidade da práxis de um Meliponário dentro de uma escola. Para tanto, realizou-se uma pesquisa bibliográfica sobre abelhas sem ferrão: Michener (2007), Almeida (2008), Villas-Bôas (2018), Imperatriz-Fonsceca; Dias (2004) e educação ambiental e ludicidade: Bölter (2018), Almeida (2008), Freire (2004), Vieira (2011), Louv (2016). Constatou-se com este estudo de caso que a união de esforços destas entidades permitiu o envolvimento da comunidade escolar incluindo os docentes e discentes, oferecendo uma possibilidade prática focada na educação ambiental e seu universo, com a observação e interação direta.

Biografia do Autor

Indaia Schock, Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS

Graduada em Administração de Empresas pela Universidade Norte do Paraná. Mestranda em Educação pela Universidade Federal de Santa Maria e também cursa Licenciatura em Educação Física pela Universidade de Brasília.

Jorge Orlando Cuellar Nogueira, Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS

Concluiu o Doutorado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina em 2000. Foi coordenador do curso de pós graduação em educação ambiental a distância e professor associado III da Universidade Federal de Santa Maria. Recebeu dois (2) prêmios e/ou homenagens pelas atuações na área ambiental.

Referências

ALMEIDA, Paulo Nunes de. Educação lúdica: técnicas e jogos pedagógicos. São Paulo, SP: Loyola, 2008.

ALVES, Rubem. Conversas com quem gosta de ensinar. 28. ed. São Paulo: Cortez, 1993. (Coleção questões da nossa época; v. 11)

BIESMEIJER, J. C.; SLAA, E. J. Information Flow Organization of Stingless Bee Foraging, Apidologie, v. 35, p.143-157, 2004.

BÖLTER, S.G., & NOGUEIRA, S.V. (2018) Educação ambiental e os desafiros para o desenvolvimento sustentável. Ambiente & Educação, 23 (2), 452-465.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários a prática educativa. 25. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2004.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 5.ed. São Paulo: Atlas, 1999.

GONZÁLEZ REY, F. L. Pesquisa qualitativa em psicologia: caminhos e desafios. 2.ed. São Paulo: Thomson Pioneira, 2005.

IMPERATRIZ-FONSCECA, V.L; DIAS, B.F.S. Brazilian Pollinator Initiative. In: Freitas BM, Pereira JOP. Solitary bees: conservation, rearing and management for pollination. Fortaleza: Imprensa Universitaria; 2004.

LOUV, R. A última criança na natureza – resgatando nossas crianças do transtorno de déficit de natureza. 1ed. São Paulo. Ed. Aquariana, 2016.

LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Marina de Andrade. Fundamentos de metodologia científica. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2003.

LAKATOS, Eva Maria. Fundamentos de metodologia. São Paulo: Atlas 2003.

MINAYO, Maria Cecília de Souza (org.). Pesquisa Social. Teoria, método e criatividade.18 ed. Petrópolis: Vozes, 2001.

PEREIRA, Lucia Helena Pena. Bioexpressão: a caminho de uma educação lúdica para a formação de educadores. Rio de Janeiro: Mauad X: Bapera, 2005.

PRODANOV, Cleber Cristiano. Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico / Cleber Cristiano Prodanov, Ernani Cesar de Freitas. – 2. ed. – Novo Hamburgo: Feevale, 2013.

MICHENER C.D.; The bees of the World. Baltimore. USA: The John Hopkins University Press; 2007.

RUDIO, Franz Victor. Introdução ao projeto de pesquisa cientifica. 30. ed. Petrópolis: Vozes, 2002.

STEFFAN-DEWENTER, I; TSCHARNTKE, T .1999. Effects of habitat isolation on pollinator communities an seed set. Oecologia, 121: 432-440

VIEIRA, Fernando Zan; ROSSO, Ademir José. O Cinema como Componente Didático da Educação Ambiental. Revista Diálogo Educacional. Paraná: PUCPR, 2011. Disponível em: https://periodicos.pucpr.br/index.php/dialogoeducacional/article/view/4432/4357 Acesso em: 11 de fev. 2021.

VILLAS-BÔAS, Jerônimo. Manual Tecnológico de Aproveitamento Integral dos Produtos das Abelhas Nativas Sem Ferrão. Brasília – DF. Instituto Sociedade, População e Natureza (ISPN). 2a edição. Brasil, 2018.

LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Marina de Andrade. Fundamentos de metodologia científica. São Paulo: Atlas 2003.

TRUJILLO FERRARI, Alfonso. Metodologia da ciência. 3. ed. Rio de Janeiro: 1974.

Downloads

Publicado

2021-04-26

Como Citar

Schock, I., & Nogueira, J. O. C. (2021). Educação Ambiental, um Estudo de Caso: Meliponário no Colégio Estadual Modelo no Município de Ijuí, RS. Revista Monografias Ambientais, 1, e4. https://doi.org/10.5902/2236130828834

Edição

Seção

PRÁTICAS EDUCATIVAS AMBIENTAIS