ANÁLISE DA PERCEPÇÃO AMBIENTAL SOBRE OS PARQUES URBANOS DA CIDADE DE MANAUS, AMAZONAS.

Álefe Lopes Viana, Marcileia Couteiro Lopes, Nelson Felipe de Albuquerque Lins Neto, Stephany Anry Kudo, David Franklin da Silva Guimarães, Maikel Lamego Guimarães Mari

Resumo


A temática “meio ambiente”, hoje em dia, está cada vez mais sendo inserida na sociedade. O meio ambiente natural foi substituído por espaços urbanos, sendo estes palcos de relações entre a comunidade humana e seu meio físico. O espaço urbano é composto por uma gama de variações de usos, entre eles habitacionais, comerciais, industriais, recreativos, parques urbanos, dentre outros. Mesmo diante de tantos benefícios ambientais e sociais, os espaços verdes não têm sido um uso prioritário no espaço urbano. A sociedade admite que condições ambientais adequadas é determinante na utilização destas áreas, contribuindo para a promoção da saúde e bem estar. Neste sentido, o presente estudo teve o objetivo de analisar a percepção ambiental dos estudantes sobre os parques urbanos de Manaus, com intuito de melhor compreender suas necessidades direcionadas para o bem-estar, recreação, lazer, etc. Para tanto foi aplicado um questionário com 18 perguntas para 110 entrevistados. Ao fim da análise pode-se constatar que alguns termos e situações ambientais ainda não são claros para os entrevistados; nem todos os entrevistados possuem interesse em atividades e em práticas ambientais, demonstrando baixo nível de importância; há uma pequena parte de pessoas que desconhecem os parques na Cidade de Manaus e confundem a caracterização e identidade de um parque; foi apontado que a segurança e resíduos nas trilhas são os principais aspectos negativos que precisam ser melhorados; visitam com pouca frequência os parques da cidade e por fim, gostariam de praticar outras atividades de lazer, nem sempre compatíveis com a realidade de cada parque em Manaus.


Palavras-chave


Meio ambiente; educação ambiental; percepção ambiental; parques urbanos; Manaus.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2236130815179

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.