OCORRÊNCIA DE ESPÉCIES ARBÓREAS EM ÁREAS URBANAS E SUBURBANAS DE TRÊS LAGOAS, MS

Alessandra Aparecida Santos

Resumo


http://dx.doi.org/10.5902/2236130814483

Áreas urbanas são constituídas por um mosaico de espaços físicos, ecológicos e sociais. Com o aumento da urbanização a alteração das áreas verdes nas cidades tende a aumentar. O objetivo deste estudo foi investigar as variações na ocorrência e distribuição de espécies arbóreas em áreas suburbanas e urbanas da cidade de Três Lagoas, MS (Brasil). Este estudo foi desenvolvido de Julho/2012 a Novembro/2012 quando foram selecionados aleatoriamente quatro transectos paralelos distanciados por no mínimo 500 metros. A amostragem foi realizada sistematicamente em quarteirões intercalados a cada 200 metros onde foram registrados: a) o número de indivíduos arbóreos, b) as espécies, c) origem, d) DAP, e) altura, f) data e local. Foram encontrados 336 indivíduos pertencentes a 44 espécies arbóreas de 21 famílias botânicas nas áreas urbanas e suburbanas. Também, 14 (32 %) das espécies registradas eram exóticas e 30 (68%) nativas. A ampla variação da riqueza e densidade de espécies demonstra que a ocorrência das árvores nas calçadas depende altamente das decisões dos residentes. Futuros estudos sobre a dinâmica da comunidade vegetal em áreas urbanas devem considerar a origem das espécies segundo não apenas ao bioma, mas também segundo as fitofisionomias nas quais ocorrem.

 


Palavras-chave


arborização; planejamento urbano; áreas urbanas e suburbanas

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2236130814483

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.