DISPOSAL OF EXPIRED AND UNUSED MEDICATIONS: A CONSUMER BEHAVIOR SURVEY IN SÃO MATEUS/ES

Wagner Cezário Balista, Gisele de Lorena Diniz Chaves, Ramiles Sales, Ludimila de Oliveira Lobo

Abstract


Improper disposal of expired and unused medications in possession of the population causes severe impacts on the environment and public health. Therefore, the objective of this study was to evaluate the population's behavior in relation to the disposal of this waste. For this, a survey research was conducted in the municipality of São Mateus - ES, structured by a questionnaire to 400 people, to ensure a statistically significant sample. With the results and help of Action, statistical supplement of Excel, were performed statistical tests to verify the existence of relationship between the variables of interest search. It was found that 86.8% of consumers verify the validity of medicines, but 84% do not receive guidance on the correct disposal of expired medications and unused. Consequently, 81.3% of respondents perform the incorrect disposal of this waste. Statistical analyzes showed that consumers in the age group 46-55 years as well as respondents with 2nd degree or university degree, are those correctly discard expired medications and unused in greater proportion. The results point to the need for effectiveness in implementing the responsibilities set out in legislation and in its inspection and investment in continuous programs for environmental education.


Keywords


Reverse Logistics; Disposal of medications; ANVISA; RDC Nº 44/2009.

References


AGÊNCIA BRASILEIRA DE DESENVOLVIMENTO INDUSTRIAL (ABDI). Logística Reversa para o setor de medicamentos. Brasília, 138p, 2013.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE EMPRESAS DE PESQUISA – ABEP. Critério de Classificação Econômica Brasil – CCEB. 2012. Disponível em: . Acesso em 16 jun. 2014.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS – ABNT. NBR 10004: Resíduos sólidos - classificação. Rio de Janeiro, 2004.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS – ABNT. NBR 12808: Resíduos de serviços de saúde - classificação. Rio de Janeiro, 1993.

BALBINO, E. C.; BALBINO, M. L. C. O descarte de medicamentos no Brasil: Um olhar socioeconômico e ambiental do lixo farmacêutico. In: Âmbito Jurídico, Rio Grande, XIV, n. 86, mar 2011. Disponível em: . Acesso em fev. 2014.

BRASIL. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo Demográfico, 2010.

BRASIL. Lei Nº 12.305, de 2010. Política Nacional de Resíduos Sólidos. Brasília, v. 2. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2010/lei/l12305.htm>. Acesso em ago. 2013.

BRASIL. Ministério da Saúde. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Manual de gerenciamento de resíduos de serviços de saúde, 2006.

BRASIL. Resolução CONAMA Nº 358, de 29 de abril de 2005. Dispõe sobre o tratamento e a disposição final dos resíduos dos serviços de saúde e dá outras providências. Publicação DOU: 04/05/2005. n. 84, de 04 de maio de 2005, Seção 1, p. 63-65. Disponível em: . Acesso em ago. 2013.

BRASIL. Resolução da Diretoria Colegiada da ANVISA - RDC N° 44, de 17 de agosto de 2009. Dispõe sobre Boas Práticas Farmacêuticas para o controle sanitário do funcionamento, da dispensação e da comercialização de produtos e da prestação de serviços farmacêuticos em farmácias e drogarias e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em ago. 2014.

CHAVES, G. L. D.; BATALHA, M. O. Os consumidores valorizam a coleta de embalagens recicláveis? Um estudo de caso da logística reversa em uma rede de hipermercados. Gestão & Produção, São Carlos, v. 13, n. 3, 2006. Disponível em: . Acesso em jul. 2013.

CHAVES, G. L. D. Logística reversa de pós-venda para alimentos derivados de carnes e leite: análise dos retornos de distribuição. 2009. 302p. Tese (Doutorado em Engenharia de Produção) – Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2009.

DAHER, C. E.; FONSECA, A. P.; SILVA, E. P. S. Logística reversa: oportunidade para redução de custos através do gerenciamento da cadeia integrada de valor. Brazilian Business Review, Vitória, vol. 3, n. 1, p. 58-73, 2006.

FLORES, A. V. et al. Organoclorados: um problema de saúde pública. Ambiente & Sociedade, v. 7, n. 2, p. 111-24, 2004.

GUARNIERI, P. Logística Reversa: Em busca do equilíbrio econômico e ambiental. Recife: Clube de Autores, 2011.

GASPARINI, J. DO C.; GASPARINI, A. R.; FRIGIERI, M. C. Estudo do descarte de medicamentos e consciência ambiental no município de Catanduva-SP. Ciência & Tecnologia, v. 2, n. 1, 2011.

HICKLE, G. T. Moving beyond the “patchwork:” a review of strategies to promote consistency for extended producer responsibility policy in the US. Journal of Cleaner Production, 2014, vol. 64, p. 266-276.

JACOBI, P. R. Educação ambiental: o desafio da construção de um pensamento crítico, complexo e reflexivo. Educação e pesquisa, 2005, vol. 31, no 2, p. 233-250.

LACERDA, L. Logística Reversa: Uma visão sobre os conceitos e as práticas operacionais. In: FIGUEIREDO, K. F.; FLEURY, P. F.; WANKE, P. (Orgs.) Logística e gerenciamento da cadeia de suprimentos: planejamento do fluxo de produtos e dos recursos. Centro de Estudos em Logística. COPPEAD, UFRJ. São Paulo: Atlas, 2003.

LEITE, P. R. Logística Reversa: meio ambiente e competitividade. São Paulo: Prentice Hall, 2003.

LIFSET, R. et al. Extended Producer Responsibility. Journal of Industrial Ecology, 2013, vol. 17, no 2, p. 162-166.

MATTAR, F. N. Pesquisa de Marketing. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2001.

MELO, V. et al. Descarte de medicamentos vencidos por usuários residentes na cidade de São Paulo. In: XIV Congresso Paulista de Farmacêuticos - VI Seminário Internacional de Farmacêuticos e EXPOFAR, 2005.

MONTGOMERY, D. C. Introdução ao controle estatístico da qualidade. 4. Ed [Reimp.]. Rio de Janeiro: LTC, 2013.

PORTAL ACTION. c1997. Disponível em: . Acesso em: 01 ago. 2014.

ROGERS, D. S.; TIBBEN-LEMBKE, R. S. An examination of reverse logistics practices. Journal of Business Logistics, vol. 22, n. 2, p. 129-148, 2001.

SINIR Acordos setoriais firmados. Sistema nacional de informações sobre a gestão dos resíduos sólidos. 2014. Disponível em: . Acesso em: 04 jan. 2014.

SOARES JUNIOR, M. P. et al. Educação ambiental: um desafio à sustentabilidade sócio ambiental. Revista Brasileira de Gestão Ambiental. ISSN 2317-3122, 2013, vol. 6, no 1, p. 18-34.

STOCK, J. R. Reverse logistics in the supply chain. Revista Transport & Logistics, p. 44-48, 2001.

TRAVASSOS, E. G. A educação ambiental nos currículos: dificuldades e desafios. Revista de Biologia e Ciências da Terra, 2001, vol. 1, no 2, p. 2001.

VAZ, K. V.; DE FREITAS, M. M.; CIRQUEIRA, J. Z. Investigação sobre a forma de descarte de medicamentos vencidos. Cenarium Pharmacêutico, v. 4, 2011.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2236117016793



This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

 

**************************************************

WE ARE ON FACEBOOK! (You are our guest!)

 

Digital Object Identifier (DOI): 10.5902/22361170

Contact: reget.ufsm@gmail.com

...................................................................................


Accesses since 19/06/2012

...................................................................................

Sponsors: