Responsabilidade Social Empresarial: uma análise das práticas de uma empresa de fruticultura

Arrilton Carlos de Brito Filho, Elisabete Stradiotto Siqueira, Rosa Adeyse Silva, Valdemar Siqueira Filho, Lilian Caporlingua Giesta-Cabral

Resumo


Este estudo tem por objetivo analisar as práticas de responsabilidade social de uma empresa do setor fruticultor por meio dos modelos teóricos-conceituais propostos por Schwartz e Carroll (2003) e Melo Neto e Froes (2001). Trata-se de um estudo de abordagem qualitativa desenvolvido com pesquisa descritiva, e no que concerne aos meios trata-se de uma pesquisa de campo. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com 3 gestores da empresa Agro Melão Mossoró (pseudônimo). Os resultados indicam que as ações de Responsabilidade Social Empresarial (RSE), desenvolvidas pela empresa, apresentam consistência com os pressupostos dos modelos teóricos-conceituais de Schwartz e Carroll (2003) e Melo Neto e Froes (2001). Suas ações se pautam por razões econômicas, legais e éticas, no entanto, existe um enraizamento da RSE na dimensão econômica, que faz com que as demais dimensões sejam atingidas ou satisfeitas em uma perspectiva secundária. Suas ações são prioritariamente voltadas para o público interno, embora algumas ações envolvam também a comunidade. Dessa forma, verifica-se que sua política de RSE passa por um momento de migração dos padrões de conduta: de responsabilidade interna para responsabilidade cidadã.


Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/1983465932025

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.

  

Revista de Administração da UFSM. Brazilian Journal of Management

Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil, eISSN 1983-4659