Code of Ethics in Companies A qualitative study from a Human Resources Association in Brazil

Jaime João Bettega, Oberdan Teles da Silva, Cassiane Chais, Paula Patrícia Ganzer, Adrieli Alves Pereira Radaelli, Pelayo Munhoz Olea

Abstract


This study was developed along with companies which received the Human Resources Distinction Awards for their achievements in strategic management of people from 2010 to 2014, awarded by the Human Resources Association of Serra Gaúcha (ARH Serrana). It aimed to understand how these companies awarded by ARH Serrana establish their ethics committees, and develop, communicate and implement their codes of ethical conduct. Data collection was performed with Qualtrics, and content analysis technique was used to analyze a script of open questions based on a qualitative approach. Data collection revealed that participants are aware of the importance of a code of ethics. However, based on the participants’ answers, it is noticeable that the establishment of a committee and the methodology employed to develop a code of ethics are not given the importance they deserve. ARH Serrana not only can convene management professionals but also could serve as a resource for developing the committees as well as the methodologies for establishing the code of ethics thus facilitating the organization’s ethical behavior.


Full Text:

PDF

References


AHNER, G. Ética nos negócios: construir uma vida, não apenas ganhar a vida. São Paulo: Paulinas, 2009.

ALVES, S. J. F.; LISBOA, P. N.; WEFFORT, J. F. E; ANTUNES, P. T. M. Um estudo empírico sobre a importância do código de ética profissional para o contabilista. Revista de Contabilidade e Finanças. v. 18. São Paulo: jun. 2007.

ARRUDA, M. C. Código de ética: um instrumento que adiciona valor. São Paulo: Negócio Editora, 2002.

ARRUDA, M. C. C; WHITAKER, M. C; RAMOS, J. M. R. Fundamentos da ética empresarial e Econômica. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2003.

ASRH. ASSOCIAÇÃO SERRANA DE RECURSOS HUMANOS. Retrieved from: . Accessed: July 2015.

ASHLEY, A. P. Ética e responsabilidade social nos negócios. São Paulo: Saraiva, 2003.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Ed. rev. e ampl. São Paulo: Edições 70, 2011. 279 p.

BERTOLAZZI, M. A. Clima ético: um estudo sobre organizações da região nordeste do Rio Grande do Sul. Caxias do Sul. RS: Educs, 2004.

CENCI, V. A. Ética geral e das profissões. Ijuí: Unijuí, 2010.

______, V. A. Apel versus Habermas: a controvérsia acerca da relação entre moral e razão prática na ética do discurso. Passo Fundo: Universidade de Passo Fundo, 2011.

CORTINA, A.; MARTÍNEZ, E. Ética. São Paulo: Loyola, 2010.

ERWIN, P. M. Corporate codes of conduct: The effects of code content and quality on ethical performance. Journal of Business Ethics, 99(4), 535-548, 2010.

FIEMG. Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais. Guia metodológico para elaboração de códigos de ética nas empresas. Belo Horizonte: FIEMG/Núcleo de Responsabilidade Social, 2007.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. São Paulo: Atlas, 2008.

GILLEY, K. M., ROBERTSON, C. J., MAZUR, T. C. The bottom-line benefits of ethics code commitment. Business Horizons, 53(1), 31-37, 2010.

HARO-DE-ROSARIO, A.; GÁLVEZ-RODRÍGUEZ, M.M.; SÁEZ-MARTÍN, A.; CABA-PÉREZ, C. Papel do conselho de Administração na ética empresarial em países da América Latina. RAE-Revista de Administração de Empresas, [S.l.], v. 57, n. 5, p. 426-438, out. 2017.

INSTITUTO ETHOS. Retrieved from: . Accessed: Sept. 2015.

JACOMINO, D. Você é um profissional ético? São Paulo: Abril, ed. 25, ano 3. p. 28-

, jul. 2000.

KANT, I. Fundamentação da Metafísica dos Costumes. Tradução, introdução e notas por Guido de Almeida. São Paulo: Discurso Editorial: Barcarola, 2009.

KAPTEIN, M., WEMPE, J. The balanced company: A theory of corporate integrity. Oxford, UK: Oxford University Press, 2002.

MARCONI, M. A.; LAKATOS, E. M. Técnicas de pesquisa: planejamento e execução de pesquisas, amostragens e técnicas de pesquisa, elaboração, análise e interpretação de dados. 7. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

MINAYO, Maria Cecilia de Souza. Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 33. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2013.

RESOLUÇÃO NORMATIVA CFA Nº 393, de 6 de dezembro de 2010. Regulamento do Código de Ética. Retrieved from: Accessed: Sept. 1, 2015.

SANCHES. S. M. Código de ética: um fator de sucesso na organização. Monografia do MBA-Executivo em Gestão Empresarial. Brasília: Instituto de Ciências Sociais da Associação de Ensino Unificado do Distrito Federal - AEUDF, 2003.

SCHEIN, E. Cultura organizacional e liderança. São Paulo: Editora Atlas, 2009.

SELLTIZ, Claire. Métodos de pesquisa nas relações sociais. Tradução de Maria Martha Hubner de Oliveira. 2a edição. São Paulo: EPU, 1987.

SROUR, R. H. Poder, Cultura e Ética nas Organizações. Rio de Janeiro: Elsevier, 2012.

TEIXEIRA, G. N. A ética no mundo da empresa. São Paulo: Pioneira, 1991.

VERTAMATTI, Roberto. Estudo exploratório sobre ética nas empresas. 2002. 146 f. Dissertação (Mestrado em -) - FECAP - Faculdade Escola de Comércio Álvares Penteado, São Paulo, 2002.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/1983465922962

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

  

  

Revista de Administração da UFSM. Brazilian Journal of Management

Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil, eISSN 1983-4659