Monografias Ambientais

The Environmental Monographs Journal aims to publish the scientific works linked to undergrad and postgraduation programs from UFSM and other Higher Education Institutions that work with Environmental Education on the fields of Society Education and Culture, Environmental Issues and Environmental Educational Practices.

 

 

Prezados Colegas,

 
Após reunião com colegas editores decidimos aceitar novamente artigos escritos língua portuguesa na Revista Monografias Ambientais (www.ufsm.br/remoa), por entender que a nossa demanda e características da revista permitem essa ação.
 
Portanto, aceitamos colaborações em português, inglês e espanhol.
 
Além disso, estipulamos que serão publicados no máximo 15 artigos por edição (totalizando 45 artigos por ano) e que cada autor pode submeter até 2 artigos por edição.
 
Ficamos à disposição para qualquer esclarecimento.
 
Prof. Marcelo Barcellos da Rosa
editor-chefe
 
marcelo.b.rosa@ufsm.br
55-55-3220-8066

 

QUALIS REMOA 


Diretrizes para 2017

O objetivo principal dessas mudanças é a qualificação de nossas
revistas, bem como deixá-las atraentes e competitivas, tanto nacional, quanto internacionalmente.

Cabe ressaltar que essas diretivas derivam de uma ampla discussão que ocorreu no encontro nacional dos editores científicos de 2016. Ou seja, estamos procurando afinar as nossas revistas com a conjuntura nacional de
qualidade científica.

Principais modificações:
- Teremos 3 edições anuais, em maio (submissão até final de janeiro), setembro (submissão até final de maio) e em dezembro (submissão até final de setembro) de cada ano;
- Os autores deverão indicar 3 possíveis revisores para os seus artigos;
-  Restringiremos alguns tipos de citação como teses, trabalhos em
congresso, etc. Ou seja, toda e qquer citação de difícil rastreabilidade ou acesso restrito. Resumindo, daremos especial atenção e fomentaremos a citação de trabalhos que tenham preferencialmente DOI e que sejam indexados em plataformas de acesso amplo e irrestrito.
- Fomentaremos a publicação preferencialmente de trabalhos de nível stricto sensu (mestrado e doutorado).
- Exigiremos ORCID de todos os autores
- Adotaremos um programa anti-plágio para todas as seções.
- Daremos atenção também a questão do auto-plágio;

Objetivo das revistas a partir de 2017:
- Iniciar em definitivo o processo de internacionalização;
- Aumentar o qualis
- Tornar as revistas competitivas para indexação na Scielo, ISI, scopus, Pubmed, etc.

Atenciosamente,

Prof. Marcelo Barcellos da Rosa
Editor-chefe

Announcements

 

To understand a scientific paper, delve into its parts

 

Every journal article is divided into sections that will help guide you through the science


People feel rage over chewing sounds because of their brains. Deep-sea mining could hurt an adorable octopus. Volcanoes may have helped asteroids kill off the dinosaurs. These are all stories that have appeared recently in Science News for Students. But where do they come from? Many come from the scientific literature, where scientists share their findings. Anyone, though, can read the papers researchers publish in scientific journals. And doing so can help you learn about the coolest new science — and figure out which findings might not be so trustworthy. 

The papers in scientific journals can look complicated at first. They are long and filled with unfamiliar words. But there are tricks to getting through them. The biggest is knowing how these papers are organized. Each paper can be divided into nine sections. (Sometimes they get combined.) These sections are the roadmap to reading a paper and understanding the science.


 
Posted: 2017-03-01 More...
 
More Announcements...