Análise da aplicação de investimentos em perdas de água no nordeste brasileiro

Géssika Maria Gama Cambrainha, Marcele Elisa Fontana

Abstract


A situação do saneamento em todo Brasil é considerada calamitosa. Em decorrência das características geográficas da região Nordeste, a água encontrada nesse estado precisa ser aproveitada ao máximo. Uma das maneiras de atingir esse objetivo é através do controle das perdas de água. O presente estudo objetivou avaliar o quanto dos investimentos no setor de água é refletido na redução das perdas. Mais especificamente os objetivos Foram: (1) Levantar informações de investimentos e perdas no setor de recursos hídricos da região Nordeste; (2) Realizar diagnóstico das perdas de água na região Nordeste; (3) Efetuar análise estatística dos dados. Com o exame dos altos índices de perda, fica evidente que o aumento dos investimentos em grandes obras para uma maior captação de recursos hídricos é o foco das companhias, enquanto que, a devida gestão das perdas, com a qual os estados do nordeste poderiam evitar a constante dependência do clima, não é ainda tratada como objetivo principal.

Keywords


Recursos Hídricos, Perdas de Água, Nordeste Brasileiro, Regressão Linear

References


BOTSWANA. Central Statistics Office. Botswana Water Statistics. Department of Printing and Publishing Services: Botswana, 2009.

BRASIL. Ministério das Cidades. Secretaria Nacional de Saneamento Ambiental. SNIS – Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento. Snis.exe. Série Histórica, 2010a. 60 arquivos, 12 pastas (243mb). Disponível em: < http://www.cidades.gov.br/serieHistorica/>. Acesso em: 07 de janeiro de 2014.

______. Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE. Diretoria de Pesquisas. Coordenação de População e Indicadores Sociais. Censo Demográfico 2010: primeiros resultados. Rio de Janeiro, 2010b. Disponível em: . Acesso em: 08 de março de 2014.

______. Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE. Diretoria de Pesquisas. Pesquisa Nacional de Saneamento Básico 2010. Rio de Janeiro, 2012. Disponível em: . Acesso em 08 de março de 2014.

DOANE, David P.; SEWARD, Lori E. Estatística aplicada à Administração e Economia. Porto Alegre: AMGH, 2008.

FONTANA, M. E. Modelo de setorização para manobra de rede de distribuição de água baseado nas características das unidades consumidoras. 101 p. Tese (Doutorado) – Universidade Federal de Pernambuco. CTG. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção. Recife: O autor, 2012.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas, 2007.

LAMBERT, A. O. International Report on water loses management techniques. Water Science and Technology: Water Supply, v. 2: 1-20 p. 2002.

MOUNCE, S. R.; BOXALL, J. B.; MACHELL, J. Development Verification of Online Artificial Intelligence System for Detection of Bursts and Other Abnormal Flows. Journal of Water Resources Planning and Management, v. 136: 309-318p. 2010.

MOURA, E. M. de; DIAS, I. C. S.; SILVA, J. S.; SILVA, F. C. da. Abordagem sobre perdas de água em sistemas de abastecimento: breve explanação sobre os tipos e principais causas. IV SEREA - Seminário Hispano-Brasileiro sobre Sistemas de Abastecimento Urbano de Água. João Pessoa: 8 a 10 de Nov/2004

PUUST, R.; KAPELAN, Z.; SAVIC, D. A.; KOPPEL, T. A review of methods for leakage management in pipe networks. Urban Water Journal, v. 7: 25-45p. 2010




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2236117015520

Licença Creative Commons

This work is licensed by Creative Commons Attribution 3.0.

**************************************************

WE ARE ON FACEBOOK! (You are our guest!)

 

Digital Object Identifier (DOI): 10.5902/22361170

Contact: reget.ufsm@gmail.com

...................................................................................


Accesses since 19/06/2012

...................................................................................

Sponsors: