Devotos, sábios e viajantes: os geógrafos do mundo islâmico medieval

Paulo Roberto Baqueiro Brandão

Resumo


O interesse por trás deste escrito é lançar luzes sobre uma produção intelectual circunscrita ao mundo islâmico medieval, um espaço-tempo pouco explorado na historiografia da Geografia, mas de ricas contribuições ao avanço dessa área do conhecimento humano. Para a consecução de tal objetivo, se propõe a realização de uma análise segundo a qual o conhecimento geográfico desenvolvido pelos eruditos muçulmanos de então estava baseada em três pilares, quais sejam: a devoção religiosa, a busca incessante pelo conhecimento e a prática da rihla, sendo esta última um dos meios fundamentais para a realização dos dois anteriores.


Texto completo:

PDF

Referências


ALFONSO-GOLDFARB, Ana Maria. “Atanores, cimitarras, minaretes: cultura árabe como tecido do saber sob o céu ‘medieval’”. Revista Brasileira de História da Ciência, n. 5, p. 33-40, 1991.

ALMEIDA, Maria Cândida Ferreira de. “Palavras em viagem: um estudo dos relatos de viagens medievais muçulmanos e cristãos”. Afro-Ásia, n. 32, p. 83-114, 2005.

ANDRADE, Manuel Correia de. Geografia, ciência da sociedade: uma introdução à análise do pensamento geográfico. São Paulo: Atlas, 1987.

ATTIE FILHO, Miguel. Falsafa. A Filosofia entre os Árabes. São Paulo: Palas Athena, 2002.

BEHFOROOZ, Fatemeh. “Ibn Battuta’s contribution to Geography”. The International Journal of Humanities, v. 6, n. ½, p. 1-5, 1995.

BISSIO, Beatriz. “Islã medieval”: o espaço teorizado e o espaço vivido. In: XXIV Simpósio Nacional de História. Cd-Rom. Anais... São Leopoldo: Associação Nacional de História, 2007a, p. 1-8

BISSIO, Beatriz.. Percepções do espaço no medievo islâmico (Séc. XIV): o exemplo de Ibn Khaldun e Ibn Battuta. 2007b. Tese (Doutorado em História) - Programa de Pós-graduação em História, UFF, Niterói-RJ.

BRANDÃO, Paulo Roberto Baqueiro. “(Des)continuidades na produção de saberes geográficos entre as civilizações helênica e romana: uma contribuição à história da Geografia”. Élisée, v. 1, n. 1, p. 45-60, Goiânia, 2012.

BRAUDEL, Fernand. O Mediterrâneo e o mundo mediterrânico na época de Filipe II. São Paulo: Martins Fontes, 1984.

BRAUER, Ralph W. “Geography in the medieval Muslim world: seeking a basis for comparison of the development of the natural sciences in different cultures”. Comparative Civilizations Review, n. 26, p. 73-110, 1992.

FARUQI, Yasmeen Mahnaz. “Contribuitions of Islamic scholars to the scientific enterprise”. International Education Journal, v. 7, n. 4, p. 391-399, 2006.

KIMBLE, George. A Geografia na Idade Média. Londrina: Editora da Universidade Estadual de Londrina, 2013.

LANNES, Suellen Borges de. A formação do império Árabe-Islâmico: história e interpretações. 2013. Tese (Doutorado em Economia Política) - Programa de Pós-graduação em Economia Política Internacional, UFRJ, Rio de Janeiro-RJ.

LYONS, Jonathan. A Casa da Sabedoria: como a valorização do conhecimento pelos árabes transformou a civilização ocidental. Rio de Janeiro: Zahar, 2011.

MARÍN GUZMÁN, Roberto. Al-Rihla. “El viaje científico en el Islam e sus aplicaciones científicas”. Reflexiones, v. 89, n. 2, p. 125-145, 2010.

PRENDA, Dandara Arsi. “A Casa da Sabedoria: instituição de valorização dos saberes no Oriente medieval”. In: XVI Encontro Regional de História. CD-Rom. Anais... Rio de Janeiro: Associação Nacional de História, 2014, p. 1-6.

RODRIGUES, Auro de Jesus. Geografia. Introdução à ciência geográfica. São Paulo: Avercamp, 2008.

SANTOS, Maria do Carmo Parente. “Muçulmanos e cristãos: uma definição nem sempre tão fácil da alteridade dos fiéis das duas crenças”. Revista Mundo Antigo, ano I, v. I, p. 116-124, 2012.

SANTOS, Milton. A natureza do espaço. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 1996.

SVD, Pushpa Anbu. “Relationship between Geography and Islamic thought”. Interações - Cultura e Comunidade, v. 5, n. 8, p. 45-62, 2010.

VELOSO FILHO, Francisco de Assis. “Forma, dimensões e feições gerais da Terra: da Antiguidade ao Renascimento”. Mercator, v. 9, n. 19, p. 183-194, 2010.

WALLERSTEIN, Immanuel. The modern world-system. Capitalism agriculture and the origins of the European world-economy in the 16th. Century. New York: Academy Press, 1974.

VIEIRA, Sidney Gonçalves. Pressupostos da ciência geográfica. Teoria e história do pensamento geográfico até o século XIX. Pelotas: Editora da Universidade Federal de Pelotas, 2009.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2236499423355

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexações e Bases Bibliográficas