Aplicação de dados SRTM para a caracterização de microbacias hidrográficas urbanas

Cassiane Jrayj de Melo Victoria Bariani, Nelson Mario Victoria Bariani

Resumo


Dados SRTM foram utilizados para a análise comparativa de duas microbacias urbanas em Itaqui, RS, visando identificar fatores de impacto para fins de planejamento. Os limites das microbacias e os canais da rede de drenagem foram traçados combinando o uso de um algoritmo automático de detecção de fluxo e a edição vetorial de imagens de satélite (CBERS 2B/HRC) no SPRING.  Os parâmetros morfométricos foram calculados com informações obtidas por “medidas de classe”. A microbacia do Olaria apresentou valores de fator de forma, coeficiente de compacidade, ordem e sinuosidade com características que favorecem o escoamento das águas.  Há uma maior tendência a enchente na microbacia do Cambaí, verificado em imagens dos satélites Landsat 5 e 8 em épocas de enchente.


Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADES FILHO, C.O; ROSSETTI, D.F; ZANI, H. Hipsometria derivada de MDE-SRTM aplicada na distinção entre a Formação Barreiras e os Sedimentos Pós-Barreiras na Bacia Paraíba. In: XV SIMPÓSIO BRASILEIRO DE SENSORIAMENTO REMOTO, 2011, Curitiba. Anais... Curitiba: Proceeding, 2011. p. 3443-3443.

BOCKHEIM, J.G.; GENNADIYEV, A.N.; HAMMER, R.D.; TANDARICH, J.P. Historical development of key concepts in pedology. Geoderma. 2005;124:23–36.

CÂMARA, G.; SOUZA, Ricardo Cartaxo ; PAIVA, J. A. ; GARRIDO, J. ; FELGUEIRAS, C. ; ERTHAL, G.; FREITAS, Ubirajara ; HARA, L. ; YAMAGUCHI, F. ; CORDEIRO, João Pedro ; MONTEIRO, Antônio Miguel ; KATO, R. ; CAMARGO, E. ; II, F. . SPRING. 1999.

CARDOSO, C.A.; DIAS, H.C.T.; SOARES, C.P.B; MARTINS, S.V. Caracterização morfométrica da bacia hidrográfica do rio Debossan, Nova Friburgo, RJ. Revista Árvore, Viçosa, v.30, n.2, p. 241-248. 2006.

CASTRO JR., E. O papel da fauna endopedônica na estruturação física dos solos e o seu significado para a hidrologia de superfície. 2001. 150 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2001.

DIKAU, R. Derivatives from detailed geoscientific maps using computer methods. Zeitschrift für Geomorphologie, v.80, p. 45-55, 1990.

EMBRAPA. Brasil em Relevo. Download SRTM. Rio Grande do Sul. Carta sh-21-x-c. 2012

Disponível em: . Acessado em 26 jun. 2012.

EMBRAPA. Clima Temperado. Cultivo do Arroz Irrigado no Brasil. Solos Cultivados com Arroz Irrigado na Região Subtropical do RS e SC. Sistemas de Produção, v 3; ISSN 1806-9207 Versão Eletrônica. 2005.

FARR, T.G.; ROSEN, P.A.; CARO, E.; CRIPPEN, R.; DUREN, R.; KOBRICK, S.H.; PALLER, M.; RODRIGUEZ, E.; ROTH, L.; SEAL, D.; SHAFFER, S.; UMLAND, J.J. The Shuttle Radar Topography Mission. Review of Geophysics, v. 42, p. 2-53. 2007.

SOSBAI. Arroz Irrigado: Recomendações Técnicas da Pesquisa para o Sul do Brasil. Sociedade Sul-Brasileira de Arroz Irrigado. In: XXVIII Reunião Técnica da Cultura do Arroz Irrigado. Boletim Técnico. Bento Gonçalves/RS: Brasil. 2010.

STRAHLER, A.N. Quantitative analysis of watershed geomorphology. New Halen: Transactions: American Geophysical Union, 1957. v.38. p.913-920.

TONELLO, K. C. DIAS, H.C.T.; SOUZA, A.L.; RIBEIRO, C.A.A.A.R.; LEITE, F.P. Morfometria da bacia hidrogrpafica da Cachoeira das Pombas, Guanhães - MG. Revista Árvore, Viçosa, 2006. v.30, n.5, p.849-857.

VALERIANO, M.M; ALBUQUERQUE, P.C.G. TOPODATA: PROCESSAMENTO DOS DADOS SRTM. INPE-16702-RPQ/854. São José dos Campos/SP. 2010.

VALERIANO, M.M; ROSSETTI, D.F. TOPODATA: SELEÇÃO DE COEFICIENTES GEOESTATÍSTICOS PARA O REFINAMENTO UNIFICADO DE DADOS SRTM. INPE-16701-RPQ/853. São José dos Campos/SP. 2010.

VALERIANO, M.M. TOPODATA: GUIA PARA UTILIZAÇÃO DE DADOS GEOMORFOLÓGICOS LOCAIS. INPE-15318-RPQ/818. São José dos Campos/SP. 2008.

VILLELA, S.M; MATTOS, A. Hidrologia aplicada. São Paulo: McGraw - Hill do Brasil, 1975. 245p.




DOI: https://doi.org/10.5902/2236499417040

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Indexações e Bases Bibliográficas