Comportamento espectral de espécies utilizadas em arborização urbana

Leticia Daiane Pedrali, Juliana Marchesan, Túlio Barroso Queiroz, Talita Baldin, Rita dos Santos Sousa, Fábio de Jesus Batista, Rudiney Soares Pereira

Resumo


O objetivo desta pesquisa foi caracterizar e comparar o comportamento espectral de seis espécies arbóreas presentes na Universidade Federal de Santa Maria/RS. As espécies estudadas foram Eucalyptus sp., Ficus benjamina, Inga marginata, Schinus terebinthifolius, Psidium cattleyanum e Handroanthus chrysotrichus. Foram coletadas aleatoriamente sete folhas sadias por espécie, posteriormente analisadas pelo espectrorradiômetro FieldSpec®3, no intervalo de 350 a 2.500 nm. As reflectâncias médias foram utilizadas no cálculo de 61 índices de vegetação. A partir do matriz índice x espécie realizou-se análise de componentes principais. As diferenças entre os comportamentos espectrais das espécies, por bandas do sensor WorldView-2, foram testadas por meio de análise de variância (Tukey). As análises estatísticas foram realizadas no programa R. A análise de agrupamento (método Ward), considerando a distância euclidiana como medida de dissimilaridade, foi realizada com o PC-ORD 6.0. A obtenção e o processamento dos dados espectrais foram realizados nos programas ASD ViewSpecPro 4.05 e SAMS 3.2. O primeiro componente abrangeu 90,94% da variância dos dados. Como resultado, observou-se que a banda com menor relação entre o agrupamento e as diferenças das médias por espécie foi a do Vermelho, enquanto as bandas do Costal, Azul, Verde, Amarelo e Vermelho obtiveram comportamentos semelhantes, com diferenciação das espécies F. benjamina (exceto na banda do Verde), I. marginata (Verde e Amarelo), e P. cattleyanum (Verde). Na banda RedEdge não houve distinção entre espécies. As diferenças de refletâncias foram mais evidentes nas bandas Infravermelho Próximo 1 e 2. Os Índices de Vegetação Otimizada 1 e Razão Simples 8 foram os mais indicados nos estudos das espécies.


Palavras-chave


Índice de vegetação; Espectroscopia; Sensoriamento remoto.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2316980X23082

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

>>>
Ecologia e Nutrição Florestal/Ecology and Forest Nutrition
enflo@ufsm.br / Fone: (55) 3220-8641.

Creative Commons License

Ecologia e Nutrição Florestal/Ecology and Forest Nutrition by www.ufsm.br/enflo is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.

_____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

INDEXADORES:

AGRIS/CARIS, AGROBASE/BINAGRI, LATINDEX, REDE CARINIANA, DOAJ, EZB, PERIÓDICOS CAPES, TIB, CAB ABSTRACT.

_____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________


DOI Geral: 10.5902/2316980X (os especificos estão nos RESUMOS - clique sobre o titulo do trabalho, no sumário) 

"Os trabalhos publicados na revista Ecologia e Nutrição Florestal/Ecology and Forest Nutrition são de responsabilidade dos seus autores e não representam, necessariamente, a opinião dos editores. A reprodução dos trabalhos é permitida, mediante citação da fonte."