Rhamnidium Hasslerianum (Rhamnaceae) é nativa no Brasil

Autores

  • Leonardo Paz Deble Universidade Federal do Pampa

DOI:

https://doi.org/10.5902/2358198066126

Palavras-chave:

Itaquatiá, Júlio de Castilhos, Quebra Dentes, Quevedos, Rio Grande do Sul, São Pedro do Sul.

Resumo

Rhamnidium Hasslerianum (Rhamnaceae) é nativa no Brasil. Rhamnidium Hasslerianum é adicionado a flora brasileira, sendo sua ocorrência confirmada para a região central do estado do Rio Grande do Sul, onde foi encontrada em encostas rochosas e morros nos municípios de Júlio de Castilho e São Pedro do Sul. Rhamnidium passa a contar com quatro espécies nativas no Brasil. R. Hasslerianum é facilmente reconhecido por possuir hábito subarbustivo, e pelas folhas e verticilos florais com pontuações escuras.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leonardo Paz Deble, Universidade Federal do Pampa

Possui graduação em Ciências Biológicas (Licenciatura Plena) pela Universidade da Região da Campanha (2002), Mestrado (2004) e Doutorado (2007) em Ciências Florestais pela Universidade Federal de Santa Maria. Atualmente é Professor Adjunto da Universidade Federal do Pampa. É revisor e ilustrador científico da Revista "Balduinia" editada pela Universidade Federal de Santa Maria e também faz parte do "Núcleo Interinstitucional de pesquisas botânicas Balduino Rambo" da Universidade Federal de Santa Maria. Tem publicado inúmeros trabalhos em revistas nacionais e internacionais na área da Botânica com ênfase em Taxonomia Vegetal.

Downloads

Publicado

2021-06-06

Como Citar

Deble, L. P. (2021). Rhamnidium Hasslerianum (Rhamnaceae) é nativa no Brasil. Balduinia, (67), 17–20. https://doi.org/10.5902/2358198066126

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

<< < 1 2 3 4 5 6 7 > >>