PLANOS, PROJETOS E PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL: AGORA É A VEZ DO PRONATEC

Remi Castioni

Resumo


O objetivo do texto é o de problematizar a proliferação de ações voltadas para a educação profissional e com frágil coordenação no âmbito do governo federal. Apresenta-se um panorama nos últimos 15 anos quando o tema da educação profissional passou a dominar a agenda governamental, particularmente nos Ministérios da Educação e do Trabalho, mas também com participação de outros ministérios como o da Ciência e Tecnologia e da Secretaria Nacional da Juventude. Não menos expressiva também foi a participação das Centrais Sindicais nesse processo e de iniciativas no âmbito do Congresso Nacional. Conclui-se que a proliferação de ações sem uma melhor coordenação tende a gerar cada vez mais iniciativas e não atingir os verdadeiros beneficiários, os trabalhadores brasileiros.


Palavras-chave


educação profissional, qualificação profissional, educação, trabalho, PRONATEC

Texto completo:

PDF




 

Revista Sociais e Humanas (ISSN online 2317-1758)

Universidade Federal de Santa Maria | Centro de Ciências Sociais e Humanas

Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil.

E-mail: revistaccsh@gmail.com | Telefone: (55) 32208522


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.