BRAND EQUITY E O USO DE TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E DA COMUNICAÇÃO APLICADAS AO ENSINO SUPERIOR: A INFLUÊNCIA DA UTILIZAÇÃO FRENTE À PERCEPÇÃO DE MARCA DA COMUNIDADE ACADÊMICA DE SC.

Maria José Carvalho de Souza Domingues, Thiago dos Santos, Camila Belli Kraus, Jaine de Oliveira, André Gobbo

Resumo


As mensurações de marca e do uso de tecnologias no processo de ensino-aprendizagem tem ganhado cada vez mais espaço, tanto para as contribuições teóricas quanto para a prática das IES. Nesse mesmo sentido, as decisões de escolha dos consumidores em optar por uma ou outra instituição de ensino superior também registra alto índice de pesquisas científicas. Esse estudo teve como objetivo medir a percepção da comunidade acadêmica catarinense quanto às influências das TIC’s e valor de marca das IES. Para responder os objetivos dessa pesquisa, foram aplicados questionários impressos e auto preenchíveis com estudantes e indivíduos já formados em 20 diferentes cidades do estado, no mês de abril de 2019. No total, participaram 438 pessoas que indicaram alta importância dada aos recursos tecnológicos no processo ensino-aprendizado, alta relevância aos aspectos de marca das IES e correlação moderada entre os construtos utilizados por essa pesquisa.


Palavras-chave


Educação; Tecnologias da Informação e Comunicação; Brand Equity

Texto completo:

PDF

Referências


AAKER, David A. Marcas: Brand Equity gerenciando o valor da marca. São Paulo: Elsevier, 11. ed. 1998. Tradução André Andrade.

AAKER, David A. The value of brand equity. Journal of business strategy, v. 13, n. 4, p. 27-32, 1992.

AAKER, David. Brand extensions: The good, the bad, and the ugly. MIT Sloan Management Review, v. 31, n. 4, p. 47, 1990.

ALAM, Amit et al. Improved quality of life scores and exercise capacity with remote pulmonary artery pressure monitoring in patients with chronic heart failure. Journal of the American College of Cardiology, v. 67, n. 13 Supplement, p. 1299, 2016.

ALBINO, Raphael; DE SOUZA, Cesar Alexandre. Avaliação do nível de uso das TICs em escolas brasileiras: uma exploração dos dados da pesquisa “TIC Educação”. Revista Economia & Gestão, v. 16, n. 43, p. 101-125, 2016.

ALVES, Rubem. A educação dos sentidos. Editora Planeta do Brasil, 2018.

ARAÚJO, Ana Beatriz Alves; DA SILVA MOURA, Davi Jeremias. Marca, posicionamento e brand equity: um levantamento teórico. TECNOLOGIA & INFORMAÇÃO. ISSN 2318-9622, v. 1, n. 3, p. 7-19, 2014.

BECKER, Heather; ROBERTS, Greg; DUMAS, Shelley. The inclusion inventory: A tool to assess perceptions of the implementation of inclusive educational practices. Special Services in the Schools, v. 16, n. 1-2, p. 57-72, 2000.

BENNETT, Dawn; REID, Anna; PETOCZ, Peter. On the other side of the divide: Making sense of student stories of creativities in music. Activating diverse musical creativities: Teaching and learning in higher music education, p. 21-35, 2015.

BIEL, Alexander L. et al. How brand image drives brand equity. Journal of advertising research, v. 32, n. 6, p. 6-12, 1992.

BOGDAN, Robert C. et al. Investigação qualitativa em educação: uma introdução à teoria e aos métodos. 1994.

CADENA HURTADO, Luís Alberto et al. Tecnología y gestión pública. Dilemas Contemporáneos: Educación, Política y Valores, 2018.

CATTO, Camilo; MOURA, Claudia P. Imagem e Reputação Corporativa de IES. Pontifícia Universidade Católica, Rio Grande do Sul (PUCRS), 2008.

CRONBACH, Lee J. Coefficient alpha and the internal structure of tests. psychometrika, v. 16, n. 3, p. 297-334, 1951.

ESPARTEL, Lélis Balestrin; SAMPAIO, Cláudio Hoffmann; PERIN, Marcelo Gatterman. O impacto do envolvimento nas relações entre confiança, valor percebido e lealdade: Um estudo em uma IES privada. Revista de negócios, v. 13, n. 2, p. 11-25, 2008.

FERREIRA, Giselle Martins; CASTIGLIONE, Rafael Guilherme Mourão. TIC na educação: ambientes pessoais de aprendizagem nas perspectivas e práticas de jovens. Educação e Pesquisa, v. 44, p. e153673-e153673, 2018.

GORDIANO, Ellen Campos Sousa; PENALOZA, Veronica; QUEZADO, Izabelle. Alunos de Diferentes Áreas Têm a Mesma Percepção de Personalidade de Marca em Instituições de Ensino Superior. São Paulo, Brasil: Anais do SEMEAD, 2013.

HAIR, Joseph F. et al. Multivariate data analysis: A global perspective (Vol. 7). 2010.

HARRIS, Fiona; DE CHERNATONY, Leslie. Corporate branding and corporate brand performance. European Journal of marketing, v. 35, n. 3/4, p. 441-456, 2001.

HEMSLEY-BROWN, Jane; GOONAWARDANA, Shivonne. Brand harmonization in the international higher education market. Journal of business Research, v. 60, n. 9, p. 942-948, 2007.

HOBAN, Garry Francis. Teacher learning for educational change: A systems thinking approach. Open University Press, 2002.

KELLER, Kevin Lane. Building customer-based brand equity: A blueprint for creating strong brands. Cambridge, MA: Marketing Science Institute, 2001.

KOTLER, Philip; FOX, Karen FA; BRANDÃO, Ailton Bonfim. Marketing estratégico para instituições educacionais. 1994.

KOTLER, Philip; KELLER, Kevin Lane. Administração de marketing: a bíblia do marketing, 12ª edição. 2006.

LOBO, Alex Sander Miranda; MAIA, Luiz Cláudio Gomes. O uso das TICs como ferramenta de ensino-aprendizagem no Ensino Superior/Use of technologies of information and knowledge as teaching-learning tools in higher education. Caderno de Geografia, v. 25, n. 44, p. 16-26, 2015.

MANFREDI, Silvia Maria. Educação profissional no Brasil: atores e cenários ao longo da história. Paco Editorial, 2017.

MARTINS, José Vorlei Guimarães; DE MENEZES, Renato Marcelo Teixeira; DA SILVA JUSTINIANO, Leonides. Atuação Do Departamento De Marketing Em Uma Instituição De Ensino Superior-IES. Revista Gestão Universitária na América Latina-GUAL, v. 4, n. 2, p. 110-122, 2011.

MATOS COELHO, Maria Inês. Vinte anos de avaliação da educação básica no Brasil: aprendizagens e desafios. Ensaio: Avaliação e políticas públicas em Educação, v. 16, n. 59, 2008.

MORAN, José Manuel. A educação que desejamos: novos desafios e como chegar lá. Papirus Editora, 2007.

MOURAD, Maha; ENNEW, Christine; KORTAM, Wael. Descriptive evidence on the role of corporate brands in marketing higher education services. Service Science, v. 2, n. 3, p. 154-166, 2010.

MURRAY, Paul. The sustainable self: A personal approach to sustainability education. Routledge, 2012.

PESTANA, M. H.; GAGEIRO, J. G. Análise factorial. Análise de dados para Ciências Sociais: a complementaridade do SPSS. Lisboa: Edições Sílabo, p. 31-45, 2003.

PIÑOL, Susana Taulé; BENETTI, Renata Coradini. Instituição de Ensino Superior sob Avaliação da Comunidade Empresarial. 2004.

PIÑOL, Susana Taulé. Janela do cliente-aluno nos cursos de pós-graduação. 2004.

RAMEZANALI, Mehran; BARBOSA DE SOUZA, Maria José; SILVEIRA, Amelia. Os desafios da marca na instituição de ensino superior. Revista Brasileira de Marketing, v. 13, n. 3, p. 78-89, 2014.

SHARP, Byron. Brand equity and market-based assets of professional service firms. Journal of Professional Services Marketing, v. 13, n. 1, p. 3-13, 1996.

SHCHERBAK, Valeriya G.; MARCHENKO, Svіtlana M. Formation and development of brand equity of higher education institution. Актуальні проблеми економіки, n. 6, p. 213-221, 2016.

STRUNCK, Gilberto. Como criar identidades visuais para marcas de sucesso. Rio de Janeiro: Rio Books, 4. ed. 2012.

VUKASOVIČ, Tina. Managing consumer-based brand equity in higher education. Managing Global Transitions, v. 13, n. 1, p. 75-90, 2015.

ZABLOCKI, Agnieszka; SCHLEGELMILCH, Bodo; SCHANT, Elena. Customer-Based Brand Equity in the Digital Age: Development of a Theoretical Framework: An Abstract. In: Academy of Marketing Science Annual Conference. Springer, Cham, 2017. p. 741-742.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2317175840693

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

 

Revista Sociais e Humanas (ISSN online 2317-1758)

Universidade Federal de Santa Maria | Centro de Ciências Sociais e Humanas

Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil.

E-mail: revistaccsh@gmail.com | Telefone: (55) 32208522


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.