ACERVO ACADÊMICO DAS IES PERTENCENTES AO SISTEMA FEDERAL DE ENSINO: MANUTENÇÃO, GUARDA E CONVERSÃO PARA O MEIO DIGITAL CONFORME A LEGISLAÇÃO BRASILEIRA

Eliseu dos Santos Lima, Claudineli Carin Seiffert, Murilo Billig Schäfer

Resumo


Em 2017, o governo brasileiro publicou dois dispositivos legais voltados à gestão dos acervos acadêmicos dos cursos superiores de graduação e de pós-graduação lato sensu das instituições de educação superior (IES) pertencentes ao sistema federal de ensino: o Decreto nº 9.235, de 15 de dezembro de 2017 e a Portaria nº 22 do Ministério da Educação (MEC), de 21 de dezembro de 2017. Em 2018 esta portaria foi revogada pela Portaria nº 315 MEC, de 4 de abril de 2018, publicada paralelamente à Portaria nº 330 MEC, de 5 de abril de 2018, que
dispõe sobre a emissão de diplomas em formato digital. A pesquisa discorre sobre a trajetória de regulamentação e os procedimentos para manutenção, guarda e conversão do acervo acadêmico das IES pertencentes ao sistema federal de ensino para o meio digital, por meio do contraponto das normativas do MEC com a legislação arquivística nacional, especialmente as recomendações emanadas pelo Conselho Nacional de Arquivos (Conarq). Nesse sentido, constata-se que o governo brasileiro vem incentivando a informatização dos acervos acadêmicos através da digitalização dos documentos, e também por meio da produção de documentos nato digitais, como é o caso da expedição do diploma digital e documentação correlata. Assim, considera-se que as IES devem implantar políticas de gestão para os documentos arquivísticos e observar as demais legislações, sobretudo as diretrizes e recomendações do Conarq, que não foram contempladas nos recentes regulamentos do acervo
acadêmico, para que a produção e a preservação dos documentos que o compõem estejam amparados legalmente e sejam acessíveis no longo prazo.


Palavras-chave


Acervo Acadêmico; Instituições de Educação Superior; Sistema Federal de Ensino; Documentos Digitais; Digitalização

Texto completo:

PDF

Referências


ARQUIVO NACIONAL (Brasil). Classificação, Temporalidade e Destinação de Documentos de Arquivo relativos às Atividades-Meio da Administração Pública. Arquivo Nacional. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2001. Disponível em: . Acesso em: 25 julho 2018.

_______. Portaria nº 92, de 23 de setembro de 2011. Aprova o Código de Classificação e a Tabela de Temporalidade e Destinação de Documentos de Arquivo relativos às Atividades- Fim das IFES. 2011. Disponível em: . Acesso em: 26 julho 2018.

BRASIL. Lei nº 5.433, de 8 de maio de 1968. Regula a microfilmagem de documentos oficiais e dá outras providências. 1968. Disponível em: . Acesso em: 26 julho 2018.

_______. Lei nº 8.159, de 8 de janeiro de 1991. Dispõe sobre a política nacional de arquivos públicos e privados e dá outras providências. 1991. Disponível em: . Acesso em: 27 julho 2018.

_______. Decreto nº 1.799, de 30 de janeiro de 1996. Regulamenta a Lei nº 5.433, de 8 de maio de 1968, que regula a microfilmagem de documentos oficiais, e dá outras providências. 1996. Disponível em: . Acesso em: 26 julho 2018.

_______. Lei nº 9394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. 1996. Disponível em: . Acesso em: 27 julho 2018.

_______. Decreto nº 4.073, de 3 de janeiro de 2002. Regulamenta a Lei nº 8.159, de 8 de janeiro de 1991, que dispõe sobre a política nacional de arquivos públicos e privados. 2002. Disponível em: . Acesso em: 27 julho 2018.

_______. Decreto nº 5.773, de 9 de maio de 2006. Dispõe sobre o exercício das funções de regulação, supervisão e avaliação de instituições de educação superior e cursos superiores de graduação e sequenciais no sistema federal de ensino. 2006.Disponível em: . Acesso em: 27 julho 2018.

_______. Decreto nº 7.724, de 16 de maio de 2012. Regulamenta a Lei nº 12.527, de 18 de novembro de 2011, que dispõe sobre o acesso a informações previsto no inciso XXXIII do caput do art. 5o, no inciso II do § 3º do art. 37 e no § 2º do art. 216 da Constituição. 2012.Disponível em: . Acesso em: 27 julho 2018.

_______. Lei nº 12.682, de 9 de julho de 2012. Dispõe sobre a elaboração e o arquivamento de documentos em meios eletromagnéticos. 2012. Disponível em: . Acesso em: 26 julho 2018.

_______. Decreto nº 9.235, de 15 de dezembro de 2017. Dispõe sobre o exercício das funções de regulação, supervisão e avaliação das instituições de educação superior e dos cursos superiores de graduação e de pós-graduação no sistema federal de ensino. 2017. Disponível em: . Acesso em: 27 julho 2018.

CONSELHO NACIONAL DE ARQUIVOS (CONARQ). Recomendações para digitalização de documentos arquivísticos permanentes. 2010. Disponível em: . Acesso em: 27 julho 2018.

_______. Diretrizes para a presunção de autenticidade de documentos arquivísticos digitais. 2012. Disponível em: . Acesso em: 27 julho 2018.

_______. Resolução nº 1, de 18 de outubro de 1995. Dispõe sobre a necessidade da adoção de planos e ou códigos de classificação de documentos nos arquivos correntes, que considerem a natureza dos assuntos resultantes de suas atividades e funções. 1995. Disponível em: . Acesso em: 27 julho 2018.

_______. Resolução nº 14, de 24 de outubro de 2001.Aprova a versão revisada e ampliada da Resolução nº 4, de 28 de março de 1996, que dispõe sobre o Código de Classificação de Documentos de Arquivo para a Administração Pública: Atividades-Meio, a ser adotado como modelo para os arquivos correntes dos órgãos e entidades integrantes do Sistema Nacional de Arquivos (SINAR), e os prazos de guarda e a destinação de documentos estabelecidos na Tabela Básica de Temporalidade e Destinação de Documentos de Arquivo Relativos as Atividades-Meio da Administração Pública. 2001. Disponível em: . Acesso em: 27 julho 2018.

_______. Resolução nº 25, de 27 de abril de 2007. Dispõe sobre a adoção do Modelo de Requisitos para Sistema Informatizados de Gestão Arquivística de Documentos – e-ARQ Brasil pelos órgãos e entidades integrantes do SINAR. 2007. Disponível em: .Acesso em: 26 julho 2018.

_______. Resolução nº 31, de 28 de abril de 2010. Dispõe sobre a adoção das Recomendações para Digitalização de Documentos Arquivísticos Permanentes. 2010. Disponível em: . Acesso em: 26 julho 2018.

_______. Resolução nº 37, de 19 de dezembro de 2012. Aprova as Diretrizes para a Presunção de Autenticidade de Documentos Arquivísticos Digitais. 2012. Disponível em: . Acesso em: 26 julho 2018.

_______. Resolução nº 39, de 29 de abril de 2014. Estabelece diretrizes para a implementação de repositórios digitais confiáveis para a transferência e recolhimento de documentos arquivísticos digitais para instituições arquivísticas dos órgãos e entidades integrantes do SINAR. 2014. Disponível em: . Acesso em: 26 julho 2018.

_______. Resolução nº 40, de 9 de dezembro de 2014. Dispõe sobre os procedimentos para a eliminação de documentos no âmbito dos órgãos e entidades integrantes do SINAR. Disponível em: . Acesso em: 26 julho 2018.

_______. Resolução nº 43, de 4 de setembro de 2015. Estabelece diretrizes para a implementação de repositórios arquivísticos digitais confiáveis para o arquivamento e manutenção de documentos arquivísticos digitais em suas fases corrente, intermediária e permanente, dos órgãos e entidades integrantes do Sistema Nacional de Arquivos - SINAR. 2015. Disponível em: . Acesso em: 27 julho 2018.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO (Brasil). Portaria nº 255, de 20 de dezembro de 1990. Dispõe sobre o arquivamento de livros e documentos referentes às atividades dos estabelecimentos de ensino. 1990. Disponível em: . Acesso em: 27 julho 2018.

_______. Portaria nº 1.261, de 23 de dezembro de 2013. Determina a obrigatoriedade do uso do Código de Classificação e a Tabela de Temporalidade e Destinação de Documentos de Arquivo relativos às Atividades-Fim das IFES, e dá outras providências. 2013. Disponível em: . Acesso em: 26 julho 2018.

_______. Portaria nº 1.224, de 18 de dezembro de 2013. Institui normas sobre a manutenção e guarda do Acervo Acadêmico das Instituições de Educação Superior (IES) pertencentes ao sistema federal de ensino. 2013. Disponível em: . Acesso em: 27 julho 2018.

_______. Portaria nº 22, de 21 de dezembro de 2017.Dispõe sobre os procedimentos de supervisão e monitoramento de instituições de educação superior e de cursos superiores de graduação e de pós-graduação lato sensu, nas modalidades presencial e a distância, integrantes do sistema federal de ensino. 2017. Disponível em: . Acesso em: 27 julho 2018.

_______. Portaria nº 315, de 4 de abril de 2018. Dispõe sobre os procedimentos de supervisão e monitoramento de instituições de educação superior integrantes do sistema federal de ensino e de cursos superiores de graduação e de pós-graduação lato sensu, nas modalidades presencial e a distância. 2018. Disponível em: . Acesso em: 27 julho 2018.

_______. Portaria nº 330, de 5 de abril de 2018. Dispõe sobre a emissão de diplomas em formato digital nas instituições de ensino superior pertencentes ao sistema federal de ensino. 2018. Disponível em: . Acesso em: 27 julho 2018.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2317175834261

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

 

Revista Sociais e Humanas (ISSN online 2317-1758)

Universidade Federal de Santa Maria | Centro de Ciências Sociais e Humanas

Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil.

E-mail: revistaccsh@gmail.com | Telefone: (55) 32208522


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.