Exclusão Social: um Enfoque Multidimensional

Eduardo G. Castro, Luciane Chiapinotto, Desirrée Tibola, Grasiela Cattani

Resumo


No presente artigo os autores discutem o que eles chamam a “anatomia” da exclusão, que caracterizam como uma linha traçada no planeta, que divide o todo em duas partes. A partir daí se atribui a cada uma delas características antagônicas e começam desse modo os processos de inclusão/exclusão. Este fenômeno se insere na matriz binária que distingue a presente civilização que por sua vez desencadeia os comportamentos de luta e confronto evidentes em todas as culturas que fazem parte dela. Sucessivos desdobramentos levam, no entanto, a tal divisão da realidade que as pessoas terminam por perder o “norte” dando lugar a uma vivência de confusão e caos com troca de papéis em que os “incluídos” se sentem “excluídos” e os “excluídos”, “incluídos”.

 


Palavras-chave


Exclusão social; Estrutura binária; Luta

Texto completo:

PDF




 

Revista Sociais e Humanas (ISSN online 2317-1758)

Universidade Federal de Santa Maria | Centro de Ciências Sociais e Humanas

Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil.

E-mail: revistaccsh@gmail.com | Telefone: (55) 32208522


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.