Soroprevalência de hepatite C em município prioritário para tuberculose: estudo unicêntrico

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5902/2236583472042

Palavras-chave:

Tuberculose, Hepatite C, Prevalência

Resumo

Objetivo: A infecção pelo vírus da hepatite C (HCV) pode ser um fator de risco para o desenvolvimento da TB ativa e, apesar da comprovada prevalência de coinfecção tuberculose/hepatite C (TB/HCV), ainda existem poucos estudos que abordaram esta relação. O objetivo do presente estudo foi avaliar a soroprevalência de hepatite C em pacientes com TB e sua associação com os dados clínico-epidemiológicos. Métodos: Foram estudados pacientes com TB (n=34), maiores de 18 anos, de ambos os sexos. Os anticorpos anti-HCV foram avaliados por ELISA e as características clínico-epidemiológicas através de levantamento de prontuários. As análises foram realizadas pelos testes de Fisher e de Mann-Whitney (p<0,05). Resultados: Dentre os 34 pacientes com TB avaliados, 3 apresentaram anticorpos anti-HCV, demonstrando uma soroprevalência de 8,82%. Não houve associação TB/HCV com os dados clínicos-epidemiológicos da população estudada. Considerações finais: Devido à associação TB/HCV ser uma realidade, a introdução de uma triagem de rotina para a pesquisa de marcadores para a hepatite C antes do tratamento antituberculose seria recomendada para um melhor acompanhamento dos pacientes com TB.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eliana Peresi-Lordelo, Universidade do Oeste Paulista

Possui graduação em Ciências Biológicas Modalidade Médica pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2002), mestrado em Doenças Tropicais pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho(2007) e doutorado sanduíche em Doenças Tropicais pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2012). Atualmente é professora na Universidade do Oeste Paulista -Unoeste atuando na graduação e no Mestrado em Ciências da Saúde - linha de pesquisa: Doenças infecciosas e Parasitárias. Tem experiência em imunologia, atuando principalmente nos seguintes temas: epidemiologia, diagnóstico, imunologia e imunogenética.

Bruno Kenji Kito, Universidade do Oeste Paulista

Bacharel em Biomedicina pela Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE (2019-2022). Atuou ativamente como membro da comissão organizadora da Liga Acadêmica Biomédica de Infecção e Imunidade - LABIIM (2019-2022)

Yara Felippe Bueno Croscioli, Universidade do Oeste Paulista

Acadêmica de Medicina na Universidade do Oeste Paulista com Iniciações Científicas em malformações congênitas em Perturbações do Espectro Autista e avaliação de polimorfismos em Leishmaniose Visceral. Diretoria da Liga Acadêmica de Neurociências (LAN). Possui bacharelado em Biomedicina com habilitação em Análises Clínicas e Diagnóstico por Imagem pela Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE/2019). Desenvolveu projeto de pesquisa na identificação de fatores de virulência em bactérias com experiência na área de Microbiologia.

Referências

Global tuberculosis report 2020 [Internet]. [citado 5 de setembro de 2022]. Disponível em: https://www.who.int/publications-detail-redirect/9789240013131

Churchyard G, Kim P, Shah NS, Rustomjee R, Gandhi N, Mathema B, et al. What We Know About Tuberculosis Transmission: An Overview. J Infect Dis. 3 de novembro de 2017;216(suppl_6):S629–35.

Nogueira AF, Facchinetti V, Souza MVN de, Vasconcelos TRA. Tuberculose: uma abordagem geral dos principais aspectos. Tuberculosis: a general approach of the main aspects [Internet]. 2012 [citado 5 de setembro de 2022]; Disponível em: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/37745

Kozakevich GV, Silva RM da. TUBERCULOSE: REVISÃO DE LITERATURA. Arq Catarin Med. 2015;44(4):34–47.

de Martino M, Lodi L, Galli L, Chiappini E. Immune Response to Mycobacterium tuberculosis: A Narrative Review. Front Pediatr [Internet]. 2019 [citado 5 de setembro de 2022];7. Disponível em: https://www.frontiersin.org/articles/10.3389/fped.2019.00350

Silva DR, Muñoz-Torrico M, Duarte R, Galvão T, Bonini EH, Arbex FF, et al. Risk factors for tuberculosis: diabetes, smoking, alcohol use, and the use of other drugs. J Bras Pneumol. abril de 2018;44:145–52.

Wu PH, Lin YT, Hsieh KP, Chuang HY, Sheu CC. Hepatitis C Virus Infection Is Associated With an Increased Risk of Active Tuberculosis Disease. Medicine (Baltimore). 21 de agosto de 2015;94(33):e1328.

Awofeso N. Prisons as Social Determinants of Hepatitis C Virus and Tuberculosis Infections. Public Health Rep. 1o de julho de 2010;125(4_suppl):25–33.

Beijer U, Wolf A, Fazel S. Prevalence of tuberculosis, hepatitis C virus, and HIV in homeless people: a systematic review and meta-analysis. Lancet Infect Dis. 1o de novembro de 2012;12(11):859–70.

Reis NRS, Lopes CLR, Teles SA, Matos MAD, Carneiro MAS, Marinho TA, et al. Hepatitis C virus infection in patients with tuberculosis in Central Brazil. Int J Tuberc Lung Dis. 1o de outubro de 2011;15(10):1397–402.

Behzadifar M, Heydarvand S, Behzadifar M, Bragazzi NL. Prevalence of Hepatitis C Virus in Tuberculosis Patients: A Systematic Review and Meta-Analysis. Ethiop J Health Sci [Internet]. 2019 [citado 5 de setembro de 2022];29(1). Disponível em: https://www.ajol.info/index.php/ejhs/article/view/187207

São Paulo, State Government (2017) State Plan for the Elimination of Tuberculosis: 2018 to 2021 Tuberculosis Control Program of the State of São Paulo. São Paulo, 1-9.

Costi C, Grandi T, Halon ML, Silva MSN, Silva CMD da, Gregianini TS, et al. Prevalence of hepatitis C virus and human immunodeficiency virus in a group of patients newly diagnosed with active tuberculosis in Porto Alegre, Southern Brazil. Mem Inst Oswaldo Cruz. abril de 2017;112:255–9.

Teixeira LMM, Silva MR, Gomide CP, da Costa RR. Ocorrência da Hepatite C entre pacientes portadores de micobacterioses atendidos em centros de referências de Juiz de Fora. 2014.

Feleke BE, Feleke TE, Adane WG, Girma A. Impacts of hepatitis B and hepatitis C co-infection with tuberculosis, a prospective cohort study. Virol J. 23 de julho de 2020;17(1):113.

Getie B, Ayalew G, Amsalu A, Ferede G, Yismaw G, Tessema B. Seroprevalence and Associated Factors of Hepatitis B and C Virus Among Pulmonary Tuberculosis Patients Attending Health Facilities in Gondar Town, Northwest Ethiopia. Infect Drug Resist. 3 de setembro de 2021;14:3599–608.

Merza MA, Haji SM, Alsharafani AMH, Muhammed SU. Low prevalence of hepatitis B and C among tuberculosis patients in Duhok Province, Kurdistan: Are HBsAg and anti-HCV prerequisite screening parameters in tuberculosis control program? Int J Mycobacteriology. 1o de setembro de 2016;5(3):313–7.

Agha MA, El-Mahalawy II, Seleem HM, Helwa MA. Prevalence of hepatitis C virus in patients with tuberculosis and its impact in the incidence of anti-tuberculosis drugs induced hepatotoxicity. Egypt J Chest Dis Tuberc. 1o de janeiro de 2015;64(1):91–6.

Kanto T, Hayashi N, Takehara T, Tatsumi T, Kuzushita N, Ito A, et al. Impaired Allostimulatory Capacity of Peripheral Blood Dendritic Cells Recovered from Hepatitis C Virus-Infected Individuals. J Immunol. 1o de maio de 1999;162(9):5584–91.

Zhu N, Khoshnan A, Schneider R, Matsumoto M, Dennert G, Ware C, et al. Hepatitis C Virus Core Protein Binds to the Cytoplasmic Domain of Tumor Necrosis Factor (TNF) Receptor 1 and Enhances TNF-Induced Apoptosis. J Virol. maio de 1998;72(5):3691–7.

El-Mokhtar MA, Elgendy SG, Eldin AS, Hassan EA, Hasan AAA, Abdel Hameed MR, et al. Hepatitis C Virus Affects Tuberculosis-Specific T Cells in HIV-Negative Patients. Viruses. janeiro de 2020;12(1):101.

Rabahi MF, Silva JLR da, Ferreira ACG, Tannus-Silva DGS, Conde MB. Tuberculosis treatment. J Bras Pneumol. dezembro de 2017;43:472–86.

BRAZIL. Ministry of Health. (2019). Health Surveillance Department. Department of Communicable Disease Surveillance. Manual of Recommendations for Tuberculosis Control in Brazil / Ministry of Health, Department of Health Surveillance, Department of Communicable Disease Surveillance. – Brasilia: Ministry of Health.

Lima M de FS de, Melo HRL de. Hepatotoxicity induced by antituberculosis drugs among patients coinfected with HIV and tuberculosis. Cad Saúde Pública. abril de 2012;28:698–708.

Pereira FM (2019). Infection rate of human cell lymphotropic virus (HTLV), hepatitis C virus (HCV), HTLV/HCV co-infection in the State of Bahia and impact of HTLV/HCV co-infection on cytokine profile. Doctoral thesis. Oswaldo Cruz Foundation. Goncalo Moniz Institute.

Downloads

Publicado

2023-07-21

Como Citar

Peresi-Lordelo, E., Cintra Nemer Diório, A. ., Munuera Pereira, A. C. ., Alves Martins, B. ., Kito, B. K., Nunes Gavioli Boni, F. ., Croscioli, Y. F. B., José Mascarenhas Mazaro, P. ., Guilherme Araujo Matarazo, J. ., & Paulin, P. . (2023). Soroprevalência de hepatite C em município prioritário para tuberculose: estudo unicêntrico. Saúde (Santa Maria), 49(2), e72042. https://doi.org/10.5902/2236583472042