Caracterização da saúde materna em Santa Maria, RS. 2005-2009

Juliana Falcão Padilha, Lourdes Boufleur Farinha, Karen Mello de Mattos, Andriele Gasparetto

Resumo


Objetivos: relacionar as variáveis maternas advindas pelo Sistema de Informações de Nascidos Vivos (SINASC) de Santa Maria-RS, pautadas em condições de saúde dos nascidos vivos como: idade da mãe, entre outros. Método: estudo de abordagem quantitativa descritiva, com dados secundários obtidos na base do DATASUS, com coleta dos dados de março a maio de 2011. Resultados: no período compreendido entre os anos de 2005 a 2009 aconteceram em Santa Maria 16504 nascimentos, sendo 62,37% de parto cesáreo e 37,63% de parto vaginal. 49,23% dos nascimentos ocorreram de mulheres com idade entre 20-30 anos. 65,36% das mulheres realizaram sete ou mais consultas pré-natais e quanto maior o grau de instrução, maior é o índice de parto cesáreo. Conclusões: houve significativo aumento no número de partos cesáreos prevalentes entre puérperas jovens. Tornam-se necessários mais estudos para que possa ser delineado o perfil populacional deste grupo e assim gerar estratégias loco-regionais efetivas.

Palavras-chave


Idade gestacional; Epidemiologia; Nascimento vivo; Saúde

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5902/217976924082



Licença Creative Commons
Este site está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.