Representações sociais elaboradas por pessoas idosas sobre ser idoso ou envelhecido: abordagens estrutural e processual

Laércio Deleon de Melo, Cristina Arreguy-Sena, Antônio Marcos Tosoli Gomes, Pedro Miguel Dinis Parreira, Paulo Ferreira Pinto, Júlio Cézar Cruz Collares da Rocha

Resumo


Resumo: Objetivo: discutir as representações sociais de pessoas com idade ≥65 anos sobre ser idoso ou envelhecido. Método: pesquisa delineada na Teoria das Representações Sociais. Participaram idosos de uma Unidade Básica de Saúde mineira. Coletaram-se dados de caracterização sociodemográfica e foram aplicadas técnica de evocação e entrevistas gravadas, em 2015, com análises prototípica e de conteúdo, apoiadas por softwares. Resultados: participaram 93 idosos, maioria mulheres (62,4%), com 72 anos em média e escolaridade ≤8 anos (88,15%). Identificaram-se conteúdos nucleares - comum: “avalia-ser-velho” e distintos: “idade-chega” e “experiência” (ser idosa) e “difícil-ruim” (ser envelhecida). Na abordagem processual, identificou-se engajamento para lidar com novas demandas, apesar do reconhecimento de limitações secundárias ao processo de envelhecimento. Conclusão: verificou-se ausência de conteúdos nucleares objetivados, sendo os comportamentos e pensamentos ancorados em experiências próprias e com terceiros, vinculados ao nível de (in)dependência, condições de vida e redes de apoio, carreando semelhanças e distinções.


Palavras-chave


Enfermagem Geriátrica; Envelhecimento; Idoso; Psicologia Social; Cultura.

Referências


Câmara dos Deputados (BR), Centro de Estudos e Debates Estratégicos, Consultoria Legislativa. Brasil 2050: desafios de uma nação que envelhece [Internet]. Brasília (DF): Edições Câmara; 2017 [acesso em 2019 set 12]. (Série Estudos Estratégicos; n. 8). Disponível em: https://www2.camara.leg.br/atividade-legislativa/comissoes/comissoes-permanentes/ce/noticias/brasil-2050-desafios-de-uma-nacao-que-envelhece

World Health Organization (WHO). Health statistics 2016: monitoring health for the SDGs sustainable development goals [Internet]. World Health Organization; 2016 [cited 2019 Sept 12]. Available from: https://www.who.int/gho/publications/world_health_statistics/2016/en/

United Nations (UN), Department of Economic and Social Affairs, Population Division. The world population situation in 2017 [Internet]. New York: United Nations; 2017 [cited 2019 Sept 12]. Available from: https://population.un.org/wpp/

Ministério da Saúde (BR), Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos, Departamento de Ciência e Tecnologia. Agenda de prioridades de pesquisa do Ministério da Saúde - APPMS [Internet]. Brasília (DF): Ministério da Saúde; 2018 [acesso em 2019 set 12]. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/agenda_prioridades_pesquisa_ms.pdf

Sá CP. Estudos de psicologia social: história, comportamento, representações e memória. Rio de Janeiro (RJ): EdUerj; 2015.

Abric JC. Prácticas sociales y representaciones. 13ª ed. México (DF): Ediciones Coyoacán; 2013.

Moscovici S. Representações sociais: investigações em psicologia social. 11ª ed. Petrópolis: Vozes; 2015.

Aldwin C, Igarashi H, Gilmer D, Levenson MR. Health, illness, and optimal aging: biological and psychosocial perspectives [Internet]. 13th ed. Springer Publishing Company; 2017 [cited 2019 Sept 12]. Available from: https://www.springerpub.com/health-illness-and-optimal-aging-third-edition-9780826134042.html

Uchmanowicz I, Jankowska-Polańska B, Wleklik M, Lisiak M, Gobbens R. Frailty syndrome: nursing interventions. SAGE Open Nurs. 2018;4:1-11. doi: https://doi.org/10.1177/2377960818759449

Melo LD. O processo de envelhecimento para pessoas idosas: estudo de representações sociais e crenças de Rokeach [dissertação]. Juiz de Fora: Universidade Federal de Juiz de Fora; 2015. 189 p.

Janczura GA, Castilho GM, Keller VN, Oliveira, NR. Free association norms for 1004 Portuguese words. Psicol Teor Pesqui. 2017;32(5):669-84. doi: https://doi.org/10.1590/0102-3772e32ne23

Wachelke J, Wolter R, Matos FR. Efeito do tamanho da amostra na análise de evocações para representações sociais. Liberabit. 2016;22(2):153-60. doi: https://doi.org/10.24265/liberabit.2016.v22n2.03

Bardin L. Análise de Conteúdo. Lisboa: Edições 70; 2016. 280 p.

Tabue-Teguo M, Simo N, Lorenzo N, Rinaldo L, Cesari M. Frailty syndrome among elderly in Caribbean Region. J Am Med Dir Assoc. 2017;18(6):547-8. doi: https://doi.org/10.1016/j.jamda.2017.03.009

Vaughan CP, Markland AD, Smith PP, Burgio KL, Kuchel GA; American Geriatrics Society/National Institute on Aging Urinary Incontinence Conference Planning Committee and Faculty. Report and research agenda of the American Geriatrics Society and National Institute on Aging Bedside-to-Bench Conference on urinary incontinence in older adults: a translational research agenda for a complex geriatric syndrome. J Am Geriatr Soc. 2018;66(4):773-82. doi: https://doi.org/10.1111 /jgs.15157

Cruz A, Tosoli-Gomes AM, Parreira PM, Oliveira DC. Traducción y adaptación transcultural del hospitalized elderly needs awareness scale (henas) para la lengua portuguesa (Brasil y Portugal). Aquichan. 2017;17(4):425-36. doi: https://doi.org/10.5294/aqui.2017.17.4.6

Oliveira M. Reflexos de Narciso: traços do arquétipo mítico-psicanalítico nos selfies. Ciberlegenda [Internet]. 2015 [acesso em 2019 set 12];32:83-94. Disponível em: https://periodicos.uff.br/ciberlegenda/article/view/36977/21552

Blomgren C, Jood K, Jern C, Holmegaard L, Redfors P, Blomstrand C, et al. Long-term performance of instrumental activities of daily living (IADL) in young and middle-aged stroke survivors: results from SAHLSIS outcome. Scand J Occup Ther. 2018;25(2):119-26. doi: https://doi.org/10.1080/11038128.2017.1329343

Peixoto RI, Silveira VM, Zimmermann RD, Gomes AM. End-of-life care of elderly patients with dementia: a cross-sectional study of family carer decision-making. Arch Gerontol Geriatr. 2018;75:83-90. doi: http://dx.doi.org/10.1016/j.archger.2017.11.011

Hansen T, Slagsvold B. The age and subjective well-being paradox revisited: a multidimensional perspective. Nor Epidemiol. 2012;22(2):187-95. doi: https://doi.org/10.5324/nje.v22i2.1565

Klinga C, Hasson H, Sachs MA, Hansson J. Understanding the dynamics of sustainable change: a 20-year case study of integrated health and social care. BMC Health Serv Res. 2018;18(1):400. doi: https://doi.org/10.1186/s12913-018-3061-6

Baker S, Warburton J, Waycott J, Batchelor F, Hoang T, Dow B, et al. Combatting social isolation and increasing social participation of older adults through the use of technology: a systematic review of existing evidence. Australas J Ageing. 2018;37(3):184-93. doi: https://doi.org/10.1111/ajag.12572

Andrade LAS, Santos SP, Corpolato RC, Willig MH, Mantovani MF, Aguilera AL. Elderly care in the emergency department: an integrative review. Rev Bras Geriatr Gerontol. 2018;21(2):243-53. doi: https://doi.org/10.1590/1981-22562018021.170144




DOI: https://doi.org/10.5902/2179769238464

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Este site está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.