Características sociodemográficas e gineco-obstétricas de adolescentes assistidas em serviço de planejamento familiar

Maria Veraci Oliveira Queiroz, Mônica Medeiros Vasconcelos, Caroline Magalhães de Alcântara, Martha Campos de Moura Fé, Amanda Newle Sousa Silva

Resumo


Objetivo: caracterizar adolescentes assistidas em serviço de planejamento familiar quanto aos aspectos sociodemográficos, ginecológicos e obstétricos. Método: estudo transversal, retrospectivo, com abordagem quantitativa. População de 145 adolescentes, com idade de 13 a 19 anos, de um Serviço de Planejamento Familiar com dados secundários, de hospital público de Fortaleza, Ceará, Brasil. Análise estatística realizada através do programa Statistical Package for the Social Sciences versão 20.0, e dados descritos e apresentados em tabelas. Resultados: prevaleceram idades de 15 a 17 anos (45,5%) e união conjugal (89,7%). A média de idade da menarca igual 11,88 + 1,52, da iniciação sexual de 14,01 + 1,53, e da primeira gestação de 15,06 + 1,71. A maioria (75,1%) teve uma gestação. O tipo de parto que prevaleceu foi o normal (52,2%). Conclusão: observaram-se carências de cuidados individuais às adolescentes para fortalecimento da autonomia e escolhas de práticas sexuais seguras. 


Palavras-chave


Adolescente; Anticoncepção; Planejamento familiar; Serviços de saúde

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5902/2179769226988



Licença Creative Commons
Este site está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.