Conhecimentos dos profissionais de enfermagem relacionados às úlceras por pressão no centro de terapia semi-intensiva

Débora de Sousa Lemos, Nathalia Ingrid Crosewski, Aline Batista Maurício, Hellen Roehrs

Resumo


Doi: 10.5902/2179769211707

Objetivo: identificar o conhecimento dos profissionais de enfermagem sobre úlceras por pressão no Centro de Terapia Semi-intensiva de um hospital universitário. Método: estudo quantitativo. A coleta de dados ocorreu em dezembro de 2012, por meio do questionário traduzido e validado para a realidade brasileira, com itens de verdadeiro ou falso e desempenho satisfatório igual a 37 acertos (90%). Resultados: auxiliares de enfermagem obtiveram 30,9 acertos (75,33%), técnicos com 28 (68,29%) e enfermeiros com 33,6 acertos (81,95%). Os itens com menos acertos se relacionavam aos cuidados de enfermagem contraindicados: massagem das áreas hiperemiadas, utilização de luvas d’água, inadequado reposicionamento dos pacientes acamados e cadeirantes e ângulo de elevação da cabeceira. Conclusões: os profissionais apresentaram conhecimento insatisfatório, o que demonstra a importância da atualização e capacitação em serviço. Descritores: Educação em enfermagem; Conhecimento; Úlcera por pressão.


Palavras-chave


Cuidados de enfermagem; Assistência à saúde; Úlcera por pressão.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5902/2179769211707



Licença Creative Commons
Este site está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.