Avaliação do nível de ruído em sala de parto

Clara Fróes de Oliveira Sanfelice, Antonieta Keiko Kakuda Shimo

Resumo


Objetivo: avaliar o nível de ruído em sala de parto. Método: estudo exploratório e descritivo que utilizou o decibelímetro modelo DEC-490 da Instrutherm® para registo do nível de pressão sonora em decibéis. O teste de Mann-Whitney e o de Kruskal-Wallis foram utilizados para comparação do ruído segundo o hospital e o tipo de parto, respectivamente. Resultados: o parto vaginal sem analgesia e a maternidade sem atividades de ensino obtiveram maior nível de ruído médio (66,9dB e 65,3dB). O nível de ruído médio global foi de 64dB, superior aos valores recomendados pelas normas regulamentadoras atuais, nacionais e internacionais. Conclusões: o elevado nível de ruído encontrado representa um fator preocupante para todos profissionais envolvidos na assistência ao parto, assim como para a mulher e o recém-nascido, exigindo conscientização e medidas que visem sua redução.


Palavras-chave


Parto; Medição de Ruído; Parto Humanizado; Enfermagem Obstétrica

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5902/2179769211252



Licença Creative Commons
Este site está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.