ANÁLISE DE TRILHA E SUGESTÕES DE BOAS PRÁTICAS

Beatriz Cassola Costa

Abstract


http://dx.doi.org/10.5902/223611705841

This work have to analyze a trail and suggest better practices, and signaling risks to providesecurity for visitors. Studies show that there are few data on the development of trails and mostlythey do not go through a process of construction appropriate. The theme connects the security ofvisitors and guides, along with leisure and provided with the environment. Besides the literature,an operational manager of a travel agency was interviewed and visits mere made to a track chosenfor the study case. The trail was classified and some points of difficult were marked with therelevant observations. The study was realized at farm Santa Eulalia in Brotas city. The trail wasclassified according to their difficulty, distance and shape. The suggestions presented in this workcan be used by sports practitioners, to ensure improved safety and risk minimization.


Keywords


Segurança, Trilhas, Riscos, Boas Práticas.

References


ABETA, et al. Turismo de aventura, Caminhada e Caminhada de longo curso. Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura. 1 Ed. Belo Horizonte, 2009. 49p.

ABNT – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. Rio de Janeiro: ABNT, 2002.

ANDRADE, W. J.; ROCHA, R. F. Manejo de trilhas: um manual para gestores. São Paulo, SP. Instituto Floresta Série Registros, n.35, 1-74p., maio 2008.

ANDRADE, W. J. de ROCHA, R. F. da, Manual de Trilhas: um manual para gestores, Projetos Ambientais Estratégicos, Governo do Estado de São Paulo, Instituto Florestal, São Paulo, nº 35, 2008;

ARAÚJO, D.; FARIAS, M.E. Trabalhando a construção de um novo conhecimento através dos sentidos em trilhas ecológicas. In: II Simpósio SulBrasileiro de Educação Ambiental, 2003. Anais. Itajaí: Unilivre, 2003.

BLOG TRILHAS E CAMPINGS. Disponível em: Acesso em: 17 de

Abril de 2012.

BLOG CANTA GALO E AVENTURA. Disponível em: Acesso em: 15 de Abril de

EMPRESA DE TURISMO ECOAÇÃO. Disponível em: Acesso em: 24 e 25 de maio

de 2012.

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO. Secretaria de Meio Ambiente. Manual de Construção e Manutenção de Trilhas. Traduzido e adaptado de: HESSELBARTH W.; VASCHOWSKI B. ; DAVIES M. A. Trail Construction and Maintenance. 2009.

LIRA, L. A. M DE. Noções de Segurança e Primeiros Socorros. Disponível em: Acesso em: 14 de abril de 2012.

KABASHIMA, Y. Fatores de degradação ambiental e elementos construtivos na avaliação e monitoramento de escadas no percurso de trilhas no Parque Estadual Turístico do Alto da Ribeira. 119 p. Dissertação (Mestre em Ciências) Universidade de São Paulo, Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, Piracicaba, 2011.

PAVAN, L. C. Planejamento de uma trilha sustentável no Bosque Camps Prado, Jahu – SP. 62p. Dissertação (Graduação em Tecnologia em Meio Ambiente e Recursos Hídricos) Faculdade de Tecnologia de

Jahu – SP, 2011.

PREFEITURA MUNICIPAL DE BROTAS. Lei Municipal 1.917/2003, de 11 de dezembro de 2003. A Regulamentação da prática das atividades turísticas terrestre, no Município de Brotas. Secretaria de Turismo do Rio Grande do Sul: Disponível em Acesso em 12 de junho de 2012.

SILVA, M. M. DA; NETTO, T. A.; AZEVEDO, L. F. DE; SCARTON L. P.; HILLIG C. Trilha ecológica como prática de educação ambiental. Disponível em: Site da Prefeitura Municipal de Brotas: Disponível em:

Acesso em 14 de maio de 2012.

VASCONCELLOS, J. Trilhas interpretativas: aliando educação e recreação. Congresso Brasileiro de Unidades de Conservação. Curitiba: IAP, 1997.

VASCONCELOS, J. Avaliação da visitação pública e da eficiência de diferentes tipos de trilhas interpretativas no Parque Estadual Pico do Marumbi e Reserva Natural Salto Morato – PR. Tese de doutorado apresentada no setor de Ciências Agrárias da Universidade Federal do Paraná. 1998.

WALLACE, G.N. A administração do visitante: lições do Parque Nacional de Galápagos. In: LINDBERG, K. e HAWKINS, D. (Editores). Ecoturismo um guia para planejamento e gestão. 3º ed. São Paulo: SENAC, 2001




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/223611705841



DEAR AUTHORS,

PLEASE, CHECK CAREFULLY BEFORE YOUR SUBMISSION:

- IF ALL AUTHORS "METADATA" (ORCID, LINK TO LATTES, SHORT BIOGRAPHY, AFFILIATION) WERE ADDED,

- THE CORRECT IDIOM YOUR SECTION,

- IF THE HIGHLIGHTS WERE ADDED,

- IF THE GRAPHIC ABSTRACTS WAS ADDED,

- IF THE REVIEWERS INDICATION WAS DONE,

- IF THE REFERENCES FORMAT ARE CORRECT(ABNT)

- IF THE RESOLUTION YOUR FIGURES (600 DPI) ARE SUITABLE

*******************************

PREZADOS AUTORES,

POR FAVOR, VERIFIQUE ATENTAMENTE ANTES DA SUBMISSÃO: 
- SE OS METADADOS (ORCID, LINK PRO LATTES, CURTA BIOGRAFIA E AFILIAÇÃO) DE "TODOS" OS AUTORES FORAM ADICIONADOS, 
- IDIOMA, 
- SE OS HIGHLIHTS FORAM ADICIONADOS, 
- SE O GRAPHICAL ABSTRACT FOI ADICIONADO, 
- SE A INDICAÇÃO DOS REVISORES FOI FEITA, 
- SE O FORMATO DAS REFERÊNCIAS ESTÁ ADEQUADO (ABNT) 
- SE A RESOLUÇÃO SUAS FIGURAS (600 DPI) ESTÁ ADEQUADA.

 

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

 

**************************************************

WE ARE ON FACEBOOK! (You are our guest!)

 

Digital Object Identifier (DOI): 10.5902/22361170

Contact: reget.ufsm@gmail.com

...................................................................................


Accesses since 19/06/2012

...................................................................................

Sponsors: