EFFICIENCY ANALYSIS OF CONTROL ACTIONS AND FIGHTING FIRES IN THE BRAZILIAN LEGAL AMAZON: THE CASE OF THE STATE OF TOCANTINS

Cláudia da Silva Aguiar Rezende, Waldecy Rodrigues, Wilians dos Santos Silva, Paulo Augusto Barros de Sousa

Abstract


O presente estudo tem como objetivo analisar a eficiência das ações de controle e combate a incêndios nos municípios do Estado do Tocantins. Para isso, aplique-se ou modelo de Análise de Envelopamento de Dados (DEA), retornos constantes, orientação para entrada e saída. Entre os municípios analisados (101), apenas 5 apresentaram 100% de eficiência (Benchmarking), ou seja, utilizaram os insumos de forma otimizada. O modelo mostra um padrão de gasto per capita por desempenho. Assim, os municípios não são compatíveis com uma vantagem das despesas per capita por unidade de desempenho, contribuindo para reduzir o número de surtos de incêndios.

Keywords


control and firefighting, Data Envelopment Analysis (DEA), environmental management.

Full Text:

PDF

References


Adenle A, Stenvens C, Bridgiwater P. Global conservation and management of biodiversity in developing countries: An opportunity for a new approach. Environmental Science & Policy. 2015; 45:104 -108.

Alves LA, Mello JCCBS. Weights Based Clustering In Data Envelopment Analysis Using Kohonen Neural Network: An Application In Brazilian Electrical Sector. IEEE Latin América Transactions. 2015;13:188-194.

Alonso JM, Cliftona J, Díaz-Fuentes D. The impact of New Public Management on efficiency: An analysis of Madrid’s hospitals. Health Policy. 2015;119:333–340.

Aydos LR, Figueiredo Neto LFF. Estudo da correlação entre ICMS Ecológico e estrutura político-administrativa ambiental nos municípios brasileiros. Acta Scientiarum. Human and Social Sciences. (UEM). 2016;38(2):131(11)

Avelino DMS, Sousa LH, Moraes SB, Zambrini ACV, Nascimento CCA, Godinho JPM, Lima LSC. O uso de instrumentos econômicos nas políticas públicas para o incentivo e compensação â proteção ambiental: um estudo de caso sobre o ICMS Ecológico. Holos Environmental, 2014;14:15.

Bittelbrunn F, Brinckmann R, Andrett MCS, Pfitscher ED. Estudo da eficiência dos gastos com saneamento básico dos estados brasileiros e DF entre 2012 a 2014 por meio de Análise Envoltória de Dados. XXIII Congresso Brasileiro de Custos – Porto de Galinhas, PE, Brasil, 16 a 18 de novembro de 2016.

Brasil. Ministério do Meio Ambiente. (2000). A Convenção sobre Diversidade Biológica – CDB. Cópia do Decreto Legislativo nº. 2, de 3 de fevereiro de 1994. Brasília – DF. MMA.

Brasil. Ministério do Meio Ambiente. 2004. Plano de Ação para a Prevenção e Controle do Desmatamento da Amazônia Legal. Brasília- DF.

Brasil. Ministério do Meio Ambiente. Secretaria de Biodiversidade e Florestas. (2016). 5º Relatório Nacional para a Convenção Sobre Diversidade Biológica. Brasília: MMA/SBF.

Camioto FCC, Rebelatto DAN, Rocha RT. Análise da eficiência energética nos países do BRICS: um estudo envolvendo a Análise por Envoltória de Dados. Revista Gestão da Produção. São Carlos. 2015. Disponível em . Acesso em Fev. 2016.

Diaz MCV, Nepstad D, Mendonça MJC, Motta RS, Alencar A, Gomes JC, Ortiz RA. O preço oculto do fogo na Amazônia: os custos econômicos associados às queimadas e incêndios florestais. Relatório Técnico do Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (IPAM) em colaboração com Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) e o Centro de Pesquisa Woods Hole Research Center (WHRC). 2002.

Domingues MS, Bermann C. O arco de desflorestamento na Amazônia: da pecuária à soja. Ambiente & Sociedade. São Paulo. 2012.XV:1-22.

Ferreira CMC, Gomes AP. Introdução à análise envoltória de dados: teoria, modelos e aplicações. Viçosa, UFV. 2009.389 p.

Ferreira SA, Siqueira JRM, Macedo MAS. Avaliação dos impactos da distribuição do ICMS Ecológico na preservação ambiental da zona da mata do Estado de Minas Gerais. In: 1º Seminário de Políticas Públicas e Meio Ambiente. Universidade Federal Fluminense. 2016.

Fearnside PM. Desmatamento na Amazônia brasileira: história, índices e consequências. Megadiversidade, 2005;1:113-123.

Galariotis E, Guyot A, Doumpos M, Zopounidis C. A novel multi-attribute benchmarking approach for assessing the financial performance of local governments: Empirical evidence from France. In: European Journal of Operational Research. 2016;248(1):301-317.

Gomes EG, Soares MJCCB, Mangabeira JAC. Estudo da Sustentabilidade Agrícola em um Município Amazônico com Análise Envoltória de Dados. Pesquisa Operacional. 2009;29:23-42.

INPE – Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. Programa Queimadas. Monitoramento por satélites. Disponível em . Acesso em Mar. 2017.

Lovatto PMA, Rocha JM. ICMS Ecológico como ferramenta de proteção ambiental: análise da aplicação no Estado do Rio Grande do Sul. In: Ciência e Natura, Santa Maria. 2016;38:966 –979.

Loureiro W. Contribuição do ICMS Ecológico à conservação da biodiversidade no estado do Paraná. Tese de Doutorado em Ciências Florestais. Curitiba: Universidade Federal do Paraná; 2002. 189 p.

Matos AAS, Almeida FS. Unidades de conservação do grupo de proteção integral nas regiões do Estado do Rio de Janeiro. Anais 5º Simpósio de Gestão Ambiental e Biodiversidade. 21-23 de Junho; Três Rios; Brasil; 2016.

Merlin LVCT, Oliveira AC. ICMS Verde para a redução do desmatamento amazônico: estudo sobre uma experiência recente. In: Veredas do Direito, Belo Horizonte. 2016;13: 277-306.

Miranda HS, Sato MN. Efeitos do fogo na vegetação lenhosa do Cerrado. Capítulo 4. In: Scariot, A; Sousa-Silva, J. C.: Felfili, J. M. (org). CERRADO: Ecologia, Biodiversidade e Conservação. Brasília: Ministério do Meio Ambiente. 2005;95-105.

Naciff Andrade G, Alves LA, Silva CERF, Mello JCCBS. Evaluating electricity distributors efficiency using self-organizing map and data e Envelopment Analysis. IEEE Latin America Transactions, 2014; 1464-1472.

Otto B. Benchmarking with DEA, SFA, and R. Springer. 2011.

Petersen AH, Strange NS, Anthon S, Bjornerd TB, Rahbek C. Conserving what, where and how? Cost-efficient measures to conserve biodiversity in Denmark. In: Journal for Nature Conservation, 2016;29:33–44.

Pivello VR. Manejo de fragmentos de cerrado: princípios para conservação da biodiversidade. Capítulo 24. In: Scariot, A; Sousa-Silva, J. C.: Felfili, J. M. (org). CERRADO: Ecologia, Biodiversidade e Conservação. Brasília: Ministério do Meio Ambiente. 2005;403-423.

Quintanilha JA, Ho Lee L. A performance index developed by data envelopment analysis (DEA) to compare the efficiency of fire risk monitoring actions in municipalities of Brazilian Amazon region. 7th International Symposium on Spatial Accuracy Assessment in Natural Resources and Environmental Sciences. 2016;625-432.

Ricklefs RE. A economia da natureza. Tradutores: Pedro P. de Lima e Silva, Patrícia Mousinho. Revisão técnica e coordenação da tradução Cecília Bueno. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan. 2009.

R Core Team. R: A language and environment for statistical computing. 2 ed. R Foundation for Statistical Computing, Vienna, Austria. 2011. Disponível em . Acesso em Fev. 2016.

Sabbag OJ. Eficiência para sistemas produtivos locais: aplicação da Análise envoltória de dados. Revista Faculdade Santo Agostinho, Teresina. 2015;12:75-87.

SEPLAN - Secretaria do Planejamento e da Modernização da Gestão Pública. Diretoria de Pesquisa e Zoneamento Ecológico-Econômico (DZE). Mapeamento das Regiões Fitoecológicas e Inventário Florestal do Estado do Tocantins. Regiões Fitoecológicas do Tocantins. Escala 1:10.000. Palmas: Seplan. 2013.

SEPLAN - Secretaria do Planejamento e da Modernização da Gestão Pública. Superintendência de Planejamento e Desenvolvimento. Diretoria de Pesquisa e Informações Econômicas. Gerência de Indicadores Sociais e Econômicos. Zoneamento Ecológico-Econômico. Diagnóstico da Dinâmica Social e Econômica do Estado do Tocantins. Inventário Socioeconômico. Palmas: Seplan. 2016.

Secchi L. Políticas públicas: conceitos, esquemas de análise, casos práticos. 2 ed. Cengace Learning. São Paulo. 2013.

Souza C. Políticas Públicas: uma revisão da literatura. Porto Alegre: Sociologias. 2016;16:20-45.

Tocantins. Assembleia Legislativa do Estado do Tocantins. (2002). Decreto nº. 1666, de 26 de dezembro de 2002. Regulamenta Lei nº. 1323, de 4 de abril de 2002, que dispõe sobre os índices que compõem o cálculo da parcela do produto da arrecadação do ICMS pertencente aos municípios. Tocantins (Brasil): Assembleia Legislativa; 2002. Disponível em . Acesso em 14 de Jun. 2014.

Vieira AC, Melloni R, Melloni EGP, Guimarães MC, Freitas MS, Pecoraro D. Fogo e seus efeitos na qualidade do solo de pastagem. Revista Brasileira de Geografia Física. 2016;09:1703-1711.

Vieira GBB, Gonçalves RB, Milan GS. Avaliação da eficiência portuária utilizando a análise envoltória de dados: um estudo dos terminais de contêineres dos portos da Região Sul do Brasil. In: Revista de Gestão Industrial, Ponta Grossa. 2014;10:793-809.

White BLA, White LAS. Queimadas controladas e incêndios florestais no Estado de Sergipe, Brasil, entre 1999 e 2015. Revista Floresta, Curitiba, PR. 2016;46:561-570.

Wilson PW. FEAR 1.0: A Software Package for Frontier Efficiency Analysis with R, Socio-Economic Planning Sciences, 2008;42:247–254.




DOI: https://doi.org/10.5902/2236117027692



DEAR AUTHORS,

PLEASE, CHECK CAREFULLY BEFORE YOUR SUBMISSION:

- IF ALL AUTHORS "METADATA" (ORCID, LINK TO LATTES, SHORT BIOGRAPHY, AFFILIATION) WERE ADDED,

- THE CORRECT IDIOM YOUR SECTION,

- IF THE HIGHLIGHTS WERE ADDED,

- IF THE GRAPHIC ABSTRACTS WAS ADDED,

- IF THE REVIEWERS INDICATION WAS DONE,

- IF THE REFERENCES FORMAT ARE CORRECT(ABNT)

- IF THE RESOLUTION YOUR FIGURES (600 DPI) ARE SUITABLE

*******************************

PREZADOS AUTORES,

POR FAVOR, VERIFIQUE ATENTAMENTE ANTES DA SUBMISSÃO: 
- SE OS METADADOS (ORCID, LINK PRO LATTES, CURTA BIOGRAFIA E AFILIAÇÃO) DE "TODOS" OS AUTORES FORAM ADICIONADOS, 
- IDIOMA, 
- SE OS HIGHLIHTS FORAM ADICIONADOS, 
- SE O GRAPHICAL ABSTRACT FOI ADICIONADO, 
- SE A INDICAÇÃO DOS REVISORES FOI FEITA, 
- SE O FORMATO DAS REFERÊNCIAS ESTÁ ADEQUADO (ABNT) 
- SE A RESOLUÇÃO SUAS FIGURAS (600 DPI) ESTÁ ADEQUADA.

 

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

 

**************************************************

WE ARE ON FACEBOOK! (You are our guest!)

 

Digital Object Identifier (DOI): 10.5902/22361170

Contact: reget.ufsm@gmail.com

...................................................................................


Accesses since 19/06/2012

...................................................................................

Sponsors: