THE ECOSYSTEM OF NEWSSTANDS: A STUDY ABOUT A SPECIES IN EXTINCTION

Luciano Ferreira da Silva, Jocely Santos Fiqueiredo, Bruno Quintiliano dos Santos

Abstract


This study aimed to analyze changes in market newsstands through the concepts of the Theory of Organizational Ecology of Populations (FREEMAN; HANNAN, 2005; CUNHA, 1999; BAUM, 1999; SWAMINATHAN, 1996). Therefore, this study was conducted using the deductive method of exploratory mode, being conducted by qualitative approach through content analysis on data collected from secondary sources and interviews. Based on these analyzes could be perceived that managers of organizations surveyed try to adapt these for survival. However, as much as the owners of the newsagents and other stakeholders as the public sector try to impose a rationality that incorporates other products and change the way of arranging them, as these species undergo a process of extinction. Thus, with the change in this population is necessary organizational another managerial, legal and marketing treatment because they must be taken into account factors related to the rationality of the environment.

Keywords


Organizational Ecology; Competition; Environment; Newsstand; Strategy.

References


ANJ, História do jornal, 2013a – Disponível em: Acesso em: 31.05.2013.

ANJ, Cenário, 2013b – Disponível em: Acesso em: 31.05.2013.

ASSIS, Leonardo; PEREIRA, Wagner. No ano de 2050, haverá livros, revistas e jornais impressos em papel?, 2013. – Disponível em: Acesso em: 01.06.2013.

ALDRICH, H.E.; PFFEFER, J. Environments of organizations. Annual Review of Sociology, n.2, p.79-105, 1976.

AZEVEDO, Dúnya. A evolução técnica e as transformações gráficas nos jornais brasileiros. Mediação, Belo Horizonte, v. 9, n. 9, jul./dez. de 2009. – Disponível em: Acesso em: 31.05.2013.

BARNEY, J. B. Firm resource and sustained competitive advantage. Jornal of Manangement. New York, v. 17, n. 1, p. 99-120, 1991.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1977.

BAUM, J.A.C. Ecologia organizacional. In: CLEGG, S. R.; HARDY, C.; NORD, Walter R. (Org). Handbook de estudos organizacionais: modelos de análise e novas questões em estudos organizacionais. São Paulo: Atlas, 1999, p.137-195.

CARRERA, Fernanda Ariane Silva. A evolução do sentido da notícia: um estudo sobre o percurso discursivo das matérias significantes no jornalismo impresso. Revista do Centro de Artes, Humanidades e Letras, vol. 2 (1), 2008 – Disponível em: Acesso em: 31.05.2013.

CASADO, Letícia. Banca de jornal tenta aumentar o portfólio, 2013 – Disponível em: Acesso em: 01.07.2013.

CASTELLS, Manuel. A sociedade em rede. 6º ed. São Paulo: Paz e Terra, 1999.

CHAGAS, Viktor H. C. de S. Economia informal e legislação sobre bancas de jornal: urbanismo, urbanidade e disputas fraternas pelo uso do espaço público. 2011a. Rio de Janeiro: IV Encontro de Compolítica, Universidade d Estado do Rio de Janeiro, 13 a 15 de abril de 2011. - Disponível em: Acesso em: 02.06.2013.

CHAGAS. O jornaleiro como objeto: institucionalização histórica, economia e política das bancas de jornal. Revista Científica A Barriguda, v. 1, n. 3, 2011b.

CHAGAS. EXTRA! EXTRA! Os jornaleiros e as bancas de jornal como espaço de disputas pelo controle da distribuição da imprensa e da economia política dos meios. Rio de Janeiro: FGV, 2013. (tese)

CHAVES, Adriana. Bancas de jornal vão vender até eletrônicos. 2013. – Disponível em: Acesso em: 01.06.2013.

CUNHA, Miguel Pina. Ecologia Organizacional: implicações para a gestão e algumas pistas para a superação de seu caráter anti-managemente. RAE, v. 39, n. 4, out/dez 1999, p. 21-28.

CUSTÓDIO, Vanderli et al.. Planejamento urbano e realização da esfera pública geral nos sistemas de espaços livres de cidades médias e metrópoles brasileiras. XIV Encontro Nacional da ANPUR, maio de 2011. –Disponível em < http://www.anpur.org.br/revista/rbeur/index.php/anais/article/view/2824/2761> Acesso em: 02.06.2013.

DE MASI, Domenico. A sociedade pós-industrial. São Paulo: Senac, 1999.

DIMAGGIO, Paul J.; POWELL, Walter W. A gaiola de ferro revisitada: o isomorfismos institucional e racionalidade coletiva nos campos organizacionais. RAE, v. 45, n. 2, abril/junho de 2005, p. 74-89.

DONALDSON, L. American anti-management theories of organization: a critique of paradigm proliferation. Cambridge University Press, 1995. In: CUNHA, Miguel Pina. Ecologia Organizacional: implicações para a gestão e algumas pistas para a superação de seu caráter anti-managemente. RAE, v. 39, n. 4, out/dez 1999, p. 21-28

GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 5º ed. São Paulo: Atlas, 2010.

GODOY, Arilda Schimidt. Estudo de caso qualitativo. In: Pesquisa qualitativa em estudos organizacionais: paradigmas, estratégias e métodos. 2º ed. São Paulo: Saraiva, 2010.

GODOY. Pesquisa qualitativa: tipos fundamentais. RAE, v. 35, n. 3, maio/junho 1995, p. 20-29.

GONÇALVES, Hortência de Abreu. Manual de metodologia da pesquisa científica. São Paulo: Avercamp, 2005.

FREEMAN, Jonh; HANNAN, Michael T. Ecologia das populações organizacionais. RAE, v. 45, n. 3, jul/set 2005.

FRIEDMANN, Reinhard. Gestión y Organización de empresas em el siglo XXI. Santiago: RIL, 2004.

IVC. Estudo sobre audiência de websites: Base IVC: Jan 2011-Dez 2012, 2013 - Disponível em: Acesso em: 31.05.2013.

JORNAL ONLINE. A história do jornal no Brasil. disponível em: Acesso em: 31.05.2013.

LAWRENCE, P.; LORSCH, J. Organization and environment. Cambridge, MA: Harvard Graduate School of Business Administration, 1967.

LEE, Sheng-Hsien. A study of the form of organizations: Toward an integrative framework of population ecology and institutionalism. International Journal of Business and Management, v. 7 n. 10, 2012, p. 108-115. Disponível em: Acesso em: 20.08.2013.

MATITZ, Queila Regina Souza; BULGACOV, Sergio. O conceito desempenho em estudos organizacionais e estratégia: um modelo de análise multidimensional. Revista de Administração Contemporânea, v. 15, n. 4, 2011.

MORGAN, Gareth. Imagens da Organização. São Paulo: Atlas, 1996.

MOTTA, Fernando Cláudio Prestes; VASCONCELOS, Isabela Francisca Freitas Gouveia de.

Teoria Geral da Administração. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2004.

OLIVEIRA; Verônica Macário de; MARTINS, Maria de Fatima; VASCONCELOS, Ana Cecília Feitosa. Entrevista “em Profundidade” na pesquisa qualitativa em administração: pistas teóricas e metodológicas. XV SIMPOI - Simpósio de Administração da Produção, Logística e Operações Internacionais, 2012. – Disponível em: Acesso em: 04.07.2013.

PAULISTA900. Como serão as bancas de jornal no futuro? – Disponível em: Acesso em: 01.06.2013.

QUINELLO, Robson. A Teoria Institucional Aplicada à Administração: Entenda como o mundo invisível impacta na gestão dos negócios. São Paulo: Novatec, 2007.

ROBALO, Antonio. Ecologia das Populações organizacionais. Revista Portuguesa de Gestão, Lisboa, III-IV, 1995, p. 5-1. Disponível em: < http://repositorio-iul.iscte.pt/handle/10071/1421> Acesso em: 09/03/2013.

ROSSONI, Luciano. What is Organizacional Legitimacy?. Available at SSRN, 2012.

SALIMATH, Manjula S; JONES, Raymond. Population ecology theory: Implications for sustainability. Management Decision, 49(6), 2011, p. 874-910. Disponível em: Acesso em: 20.07.2013.

SANTOS, Ana Clarissa. Evolução das organizações por meio das abordagens institucional, ecologia das organizações e equilíbrio pontuado. Revista de Administração da UFSM, v. 6, n. 1, p. 91-102, 2013.

SÃO PAULO (Município). Lei nº 10.205 - de 04 de dezembro de 1986 – Disponível em: Acesso em: 31.05.2013.

SÃO PAULO (Município). Decreto nº 40.184, 26 de dezembro de 2000 – Disponível em: Acesso em: 31.05.2013.

SÃO PAULO (Município). Lei nº 15.895 – de 08 de novembro de 2013 – Disponível em: Acesso em: 13.12.2013.

SINDJORSP. Pesquisa revela o perfil das bancas de jornal do País, 2103. – Disponível em: Acesso em: 31.05.2013.

SHARIFIRAD, Mohammad Sadegh. Relationship between knowledge inertia and organizational learning. International Journal of information Technology and Knowledge management, v. 2, n. 2, p. 323-327, 2010.

SWAMINATHAN, Anand. Organizational ecology: Neither straightjacket nor big tent. Administrative Science Quarterly, 41(3), 1996, p. 543-543. - Disponível em: Acesso em: 01.07.2013.

TEK, Facebook pode lançar banca de jornais para dispositivos móveis, 2013 – Disponível em: Acesso em: 01.07.2013.

TOOLBOXTM. Perfil de bancas de jornal e revistas no Brasil, 2010. – Disponível em: Acesso em: 31.05.2013.

TORODOVA, G.; DURISIN, B. Absorptive Capacity: valuing a reconceptualization. Academy of Management Rewiew, v. 32, n. 3, p. 774-786, 2007.

URSINI, Nathalie. SP perde uma banca ao dia; editoras lamentam. 2012 -

Disponível em: Acesso em: 31.05.2013.

VERGARA, Sylvia Constant. Projetos e relatórios de pesquisa em administração. São Paulo: Atlas, 1997.

WEGNER, Douglas; MAEHLER, Alison Eduardo. Desempenho de empresas participantes de rede interorganizacionais: a influência do capital social e da capacidade absortiva. Revista Gestão e Planejamento, Salvador, v. 13, n. 2, p. 191-211, maio/ago 2012.

YIN, Roberto K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 3º ed. Porto Alegre: Bookman, 2005.

ZACCARELLI, Sérgio Batista; FISCHMANN, Adalberto Américo. Ecologia de empresas. Revista de administração, v. 12, n. 1, abril-julho de 1977, p. 45-60.

ZANCHETTA, Diego. Bancas de jornal poderão virar minimercados. 2013. – Dipnível em: Acesso em: 31.05.2013.

ZUFFO, João Antonio. A sociedade e a economia no novo milênio: os Empregos e as empresas no turbulento alvorecer do século XXI, livro I: a tecnologia e a infossociedade. Barueri: Manole, 2003.




DOI: https://doi.org/10.5902/2236117015533



DEAR AUTHORS,

PLEASE, CHECK CAREFULLY BEFORE YOUR SUBMISSION:

- IF ALL AUTHORS "METADATA" (ORCID, LINK TO LATTES, SHORT BIOGRAPHY, AFFILIATION) WERE ADDED,

- THE CORRECT IDIOM YOUR SECTION,

- IF THE HIGHLIGHTS WERE ADDED,

- IF THE GRAPHIC ABSTRACTS WAS ADDED,

- IF THE REVIEWERS INDICATION WAS DONE,

- IF THE REFERENCES FORMAT ARE CORRECT(ABNT)

- IF THE RESOLUTION YOUR FIGURES (600 DPI) ARE SUITABLE

*******************************

PREZADOS AUTORES,

POR FAVOR, VERIFIQUE ATENTAMENTE ANTES DA SUBMISSÃO: 
- SE OS METADADOS (ORCID, LINK PRO LATTES, CURTA BIOGRAFIA E AFILIAÇÃO) DE "TODOS" OS AUTORES FORAM ADICIONADOS, 
- IDIOMA, 
- SE OS HIGHLIHTS FORAM ADICIONADOS, 
- SE O GRAPHICAL ABSTRACT FOI ADICIONADO, 
- SE A INDICAÇÃO DOS REVISORES FOI FEITA, 
- SE O FORMATO DAS REFERÊNCIAS ESTÁ ADEQUADO (ABNT) 
- SE A RESOLUÇÃO SUAS FIGURAS (600 DPI) ESTÁ ADEQUADA.

 

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

 

**************************************************

WE ARE ON FACEBOOK! (You are our guest!)

 

Digital Object Identifier (DOI): 10.5902/22361170

Contact: reget.ufsm@gmail.com

...................................................................................


Accesses since 19/06/2012

...................................................................................

Sponsors: