RELATIONSHIP BETWEEN SUSTAINABILITY INDEX AND THE FINANCIAL-ECONOMIC INDICATOR OF THE BRAZILIAN ENERGY COMPANIES

Luiza Betânia Fasolin, Itzhak David Simão Kaveski, Tânia Cristina Chiarello, Rodrigo Barraco Marassi, Nelson Heinn

Abstract


Society is increasingly demanding that organizations consider the economic, social and environmental issues into their activities. With this, the information that involve sustainability practices gain importance. This study refers to the sustainability practices of companies generating and distributing energy in Brazil that are listed on the BM&FBovespa and has as objective to verify the influence between the sustainability index and the financial and economic indicators of energy companies listed on the BM&FBovespa. The sample consists of 31 companies that sent their sustainability reports in 2010 to Aneel. The methodology used was descriptive quantitative method, using the technical documentation, and multiple linear regression using the statistical software IBM ® SPSS ® version 21. For data collection, a checklist has been prepared to highlight the environmental, social and economic disclosed by companies. But it was also used Economática for economic-financial variables. The results show that the financial and economic indicators of size, profitability and indebtedness of generating and distributing electricity Brazilian did not influence the level of disclosure of sustainability practices of these companies.


Keywords


Sustainability. Disclosure. Financial-Economic Indicator.

References


AZEVEDO, A. L. V. Indicadores de sustentabilidade empresarial no Brasil: uma avaliação do Relatório do

CEBDS. Revista Iberoamericana de Economia Ecológica, v. 5, p. 75-93, 2006.

BERTAGNOLLI, D. D. O.; OTT, E.; DAMACENA, C. Estudo sobre a influência dos investimentos sociais e ambientais no desempenho econômico das empresas. In: CONGRESSO USP, 6., 2006, São Paulo. Anais... São Paulo, FEA/USP, 2006.

BEUREN, I. M. (Org.). Como elaborar trabalhos monográficos em contabilidade: teoria e prática. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2004.

BEUREN, I. M. et al. Adequação da evidenciação social das empresas de capital aberto no relatório da administração e notas explicativas às recomendações da NBC T 15. Revista de Contabilidade e Organizações, v. 4, n. 8, p. 47-68, 2009.

BRAGA, J. P.; OLIVEIRA, J. R. S.; SALOTTI, B. M. Determinantes do Nível de Divulgação Ambiental nas Demonstrações Contábeis de Empresas Brasileiras. Revista Contabilidade UFBA, Salvador-Ba, v. 3, n. 3 p.81-95, 2009.

CAPRA, F. As conexões ocultas: ciência para uma vida sustentável. São Paulo: Cultrix, 2005.

CILIBERTI, F.; PONTRANDOLFO, P.; SCOZZI, B. Investigating corporate social responsability in suply chains: a SME perspective. Journal of Cleaner Production. v. 16, n. 15, p. 1579-1588, 2008.

CRESWELL, J. Qualitative, quantitative and mixed methods approaches. Los Angeles: SAGE Publications Ltd., 2009.

CUNHA, J. V. A.; RIBEIRO, M. S. Divulgação voluntária de informações de natureza social: um estudo nas empresas brasileiras. Revista de Administração - Eletrônica, v.1, n.1, 2008.

D’ARCIMOLES, C.; TREBUCQ, S. The Corporate Performance – Financial Performance Link: Evidence from France. Univ. of Bordeaux Dept. of Int’l Acc’tg. Working Paper No. 02-01. Mar. 2002. Disponível em:. Acesso em: 30 Ago. 2013.

DALMÁCIO, F. Z.; PAULO, F. F. M. D. A evidenciação contábil: publicação de aspectos sócio-ambientais e econômico-financeiros nas demonstrações contábeis. In: CONGRESSO USP, 4., 2004, São Paulo. Anais... São Paulo, FEA/USP, 2004.

DI DOMENICO, D. Características das empresas de capital aberto e indicadores da contabilidade de gestão ambiental. Dissertação (Mestrado em Ciências Contábeis) – Universidade Regional de Blumenau – FURB. Blumenau, 2012.

DREHER, M. T.; CASAGRANDE, R. M.; GOMES, G. Inovação e sustentabilidade: desafios da consultoria ambiental. In: XV SEMINÁRIOS EM ADMINISTRAÇÃO, 15., 2012, São Paulo. Anais... São Paulo, SEMEAD, 2012.

ELKINGTON, J. Sustentabilidade, canibais com garfo e faca. São Paulo: M. Books do Brasil, 2012.

HACKSTON, D.; MILNE, M. J. Some determinants of social and environmental disclosure in New Zealand companies. Accounting, Auditing and Accountability Journal, v.9, n.1, p.77-108, 1996.

HOLDREN, P. J.; EHRLICH, R. P. Global ecology: reading toward a rational strategy for man. New York: Harcout Brace Jovanovich, 1971.

IBGC – Instituto Brasileiro de Governança Corporativa. Origem da boa governança. 2007. Disponível em:. Acesso em: 03 maio 2013.

KOLK, A. Environmental reporting by multinationals from the Triad: convergence or divergence? Management International Review, v. 45, n. 1, special issue, p. 145-166, 2005.

KPMG. International survey of corporate responsibility reporting. 2011. Disponível em: . Acessado em: 30 ago. 2013.

LANZANA, A. P. Relação entre evidenciação e governança corporativa das empresas brasileiras. Dissertação (Mestrado em Administração). FEA/USP, São Paulo, 2004.

MARCONI, M. A.; LAKATOS, E. M. Técnicas de pesquisa: planejamento e execução de pesquisas, amostragens e técnicas de pesquisas, elaboração, análise e interpretação de dados. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

MAROCO, J. Análise estatística com utilização do SPSS. 2. Ed. Ver. e corr. Lisboa: Sílabo, 2003.

MILES, M. P.; COVIN, J. G. Environmental marketing: a source of reputational, competitive, and financial advantage. Journal of Business Ethics, v. 23, n. 3, p. 299-311, 2000.

MUSSOI, A.; VAN BELLEN, H. M. Evidenciação ambiental: uma comparação do nível de evidenciação entre os relatórios de empresas brasileiras. Revista de Contabilidade e Organizações, v. 4, n. 9, p. 55-78, 2010.

NOSSA,V. Disclosure Ambiental: Uma Análise do Conteúdo dos Relatórios Ambientais de Empresas do Setor de Papel e Celulose em Nível Internacional. Tese (Doutorado) Departamento de Contabilidade e Atuaria da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo. São Paulo, 2002.

NUNES, J. G. et al. Análise das variáveis que influenciam a adesão das empresas ao índice BM&F Bovespa de sustentabilidade empresarial. BASE – Revista de Administração e Contabilidade da Unisinos, v.7, n.4, p. 328-340. 2010.

ORLITZKY, M; SCHMIDT, F. L; RYNES, S. R. Corporate social and financial performance: a meta-analysis. Organization Studies, v. 24, n. 3, p. 403-441, 2003.

PARENTE, J.; GELMAN, J. J. Varejo e responsabilidade social, visão estratégica e práticas no Brasil. Porto Alegre: Bookman, 2006.

POLONSKI, M. J.; SUCHARD, H. T.; SCOTT, D. A stakeholder approach to interacting with the external environment. Australia and New Zealand Marketing Educators Conference Proceedings, p. 495-508, 1997.

PONTE, V. M. R.; OLIVEIRA, M. C. A prática da evidenciação de informações avançadas e não obrigatórias nas demonstrações contábeis das empresas brasileiras. Revista Contabilidade & Finanças, v. 15, n. 36, p. 7-20, 2004.

RICHARDSON, R. J. Pesquisa social: métodos e técnicas. 2. ed. São Paulo: Atlas, 1999.

ROVER, S.; BORBA, J. A.; MURCIA, F. D.; VICENTE, E. F. R. Divulgação de informações ambientais nas demonstrações contábeis: um estudo exploratório sobre a evidenciação das empresas brasileiras pertencentes a setores de alto impacto ambiental. RCO – Revista de Contabilidade e Organizações, FEARP/USP, v. 2, n. 3, p. 53 - 72 mai./ago, 2008.

RUSSO, M. V; FOUTS, P. A. A resource-based perspective on corporate environmental performance and profitability. Academy of Management Journal, v. 40, n. 3, p.534-559, 1997.

SACHS, I. Caminhos para o desenvolvimento sustentável. Rio de Janeiro: Garamond, 2009.

SACHS, I.; LOPES, C.; DOWBOR, L. Crises e oportunidades em tempos de mudança. Economia Global e Gestão, v. 15, n. 1, p. 133-154, 2010.

SIMON, H. A behavioral model of rational choice. The Quarterly Journal of Economics, v. 69, n. 1, p. 99-118, 1971.

TINOCO, J. E. P.; KRAEMER, M. E. P. Contabilidade e Gestão Ambiental. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2011.

TINOCO, J. E. P.; ROBLES, L. T. A contabilidade da gestão ambiental e sua dimensão para a transparência empresarial: estudo de caso de quatro empresas brasileiras com atuação global. Revista de Administração Pública, v. 40, n. 6, p. 1077-1096, 2006.

VON ARX, U.; ZIEGLER, A. The effect of corporate social responsibility on stock performance: new evidence for the USA and Europe. In: Swiss Society of Economics and Statistics-Globalization: Patterns and Challenges Conference. 2008.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2236117013793



This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

 

**************************************************

WE ARE ON FACEBOOK! (You are our guest!)

 

Digital Object Identifier (DOI): 10.5902/22361170

Contact: reget.ufsm@gmail.com

...................................................................................


Accesses since 19/06/2012

...................................................................................

Sponsors: