Programas de benefícios sociais para profissionais brasileiros como forma de reter talentos: um estudo exploratório

José Alberto Carvalho dos Santos Claro, Rogério Augusto Profeta

Resumo


O presente estudo teve como objetivo constatar quais tipos de Benefícios Sociais (BS) são disponibilizados aos profissionais no Brasil e a quais setores de atividade econômica eles se destinam. Na literatura, foram identificados 35 tipos de BS. Os dados foram coletados por e-mail junto a 4.560 profissionais no LinkedIn e complementados pela técnica snowball. Foram recebidas 1.781 respostas e foi realizada uma análise descritiva dos dados coletados. Constatou-se que dez BS são os mais recorrentes nas organizações estudadas (presentes em mais de 50%) e outros sete BS estão entre os menos ofertados (presentes em menos de 15%). Concluiu-se que a oferta de BS predomina em cinco setores de atividade econômica.


Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/1983465915510

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.

  

Revista de Administração da UFSM. Brazilian Journal of Management

Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil, eISSN 1983-4659